Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2226
Tipo: Dissertação
Título: Ocorrência de poliginia, agressividade e secreção química liberada pelo gáster em Pachycondyla striata, Smith (Formicidae: Ponerinae)
Título(s) alternativo(s): Occurs of polygyny, aggressiveness and chemical secretion released by gaster in Pachycondyla striata, Smith (Formicidae: Ponerinae)
Autor(es): Rodrigues, Moreno Souza
Primeiro Orientador: Vilela, Evaldo Ferreira
Primeiro coorientador: Serrão, José Eduardo
Segundo coorientador: Hora, Riviane Rodrigues
Primeiro avaliador: Ribas, Carla Rodrigues
Segundo avaliador: Pompolo, Silvia das Graças
Terceiro avaliador: Souza, Danival José de
Abstract: No município de Viçosa, MG, populações da espécie de formiga Pachycondyla striata aparentam ser poligínicas na fase de fundação das colônias, apesar de estudos na literatura com colônias maduras da espécie indicar a monoginia. O número de rainhas de uma colônia influencia aspectos como ciclo de vida e a estrutura genética da população. Variações em relação a esta característica ocorrem em grande escala e de forma bastante diversificada. Outro aspecto que sofre variação é a forma de defesa utilizada pelas formigas. A espécie P. striata parece utilizar uma variação no que diz respeito aos mecanismos típicos de defesa da colônia; a espécie libera, pelo gáster, uma substância em forma de espuma. Os objetivos deste trabalho foram estudar o comportamento reprodutivo e o mecanismo de defesa mediado por secreção química em P. striata. Para a realização dos estudos foram coletadas 14 colônias de P. striata no município de Viçosa, MG. Nessas colônias foram estudados os comportamentos de operáiras, rainhas e aladas. Os mecanismos de ataque utilizados frente a uma presa, larvas de Tenebrio molitor, e os mecanismos de defesa frente a um competidor/predador, operárias de Pachycondyla marginata e operárias de P. striata homocolonias e heterocoloniais foram investigados Os resultados obtidos mostram que na fase de fundação as colônias de P. striata podem conter várias rainhas fecundadas e férteis, o que caracteriza um estado de poliginia. Ainda P. striata pode apresentar colônias polidômicas, uma vez que foi observado um baixo nível de agressividade entre pares de operárias de diferentes colônias separadas por distância inferior a 1m. Não foi observada diferença significativa entre o número de vezes que operárias de P. striata exibiam comportamentos agressivos, como mordida e ferroada (defesa mecânica), frente aos grupos testados, embora os comportamentos agressivos fossem mais freqüentes nos testes realizados com operárias heterocolonias de P. striata e operárias de P. marginata. Contra os grupos considerados como competidores/predadores, além dos mecanismos clássicos de defesa, as operárias de P. striata utilizaram igualmente uma secreção liberada pelo gáster na forma de espuma.
Populations of the ant Pachycondyla striata from Viçosa appear to be polygynous, during colony foundation, despite the fact that studies in the literature indicate a state of monogyny for mature colonies of the species. The number of queens in an ant colony influences on aspects such as life cycle and genetic structure of the population. Variation on this feature occurs and may be quite diverse. Another variation occurs in the defense strategies used by ants. The species P. striata seems to use as a defense mechanism typical of the colony a substance in form of foam released form, the gaster. The aim of this work was to study the reproductive behavior of P. striata and the defense mechanism mediated by chemical secretions in order to increase the knowledge on the behavioral strategies of basal groups of Formicidae. Fourteen colonies of P. striata were collected in Viçosa, MG and the results of this study showed that polygyny occurs in P. striata, so the colonies may contain several fertilized queens and fertile, at least during the founding of the colony. Although P. striata colonies can be polydomous, as it was observed at a low level of aggression when pairs of workers from different colonies were separated by less than 1m. The defense mechanisms used by P. striata towards a prey, larvae of Tenebrio molitor, and a competitor/ predator, like Pachycondyla marginata or P. striata workers, as nest mates or non-partners, were also investigated. There was no significant difference between the number of times that workers of P. striata exhibited aggressive behaviors such as bite and sting (mechanical protection), towards the tested groups, although aggressive behaviors were common between P. striata and P. marginata. Against groups regarded as competitors/ predators, in addition to the classic defense mechanisms, workers of P. striata also used a secretion released as foam.
Palavras-chave: Mirmecologia
Poliginia
Polidomia
Defesa química
Agressividade
Myrmecology
Polygyny
Polydomy
Chemical defense
Aggressiveness
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::COMPORTAMENTO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: RODRIGUES, Moreno Souza. Occurs of polygyny, aggressiveness and chemical secretion released by gaster in Pachycondyla striata, Smith (Formicidae: Ponerinae). 2009. 53 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2226
Data do documento: 26-Fev-2009
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf398,42 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.