Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2295
Tipo: Dissertação
Título: Estudo citogenético e molecular de Astyanax scabripinnis (JENYNS, 1842) e Deuterodon pedri EIGENMANN, 1908 (TELEOSTEI, CHARACIDAE) do alto rio Santo Antônio, Minas Gerais, Brasil
Título(s) alternativo(s): Cytogenetic and molecular study of A. scabripinnis (Jenyns, 1842) and Deuterodon pedri EIGENMANN, 1908 (Teleostei, CHARACIDAE) the upper river Santo Antonio, Minas Gerais, Brazil
Autor(es): Sanches, Natália Coutinho
Primeiro Orientador: Santos, Jorge Abdala Dergam dos
Primeiro avaliador: Romano, Pedro Seyferth Ribeiro
Segundo avaliador: Lopes, Denilce Meneses
Abstract: Os Characiformes compõem uma das maiores ordens de peixes, possuindo mais de 1.600 espécies na América do Sul, subdivididas em cerca de 16 famílias. A maioria das famílias dessa ordem possui evidências de monofilia, mas não há consenso sobre a monofilia de Characidae. Dentre as dezenas de espécies incertae sedis dessa família, estão Astyanax scabripinnis e Deuterodon pedri. O gênero Astyanax é bastante especioso e amplamente distribuído. Apesar de muitas populações já terem estudos citogenéticos, apenas 18 espécies possuem cariótipos descritos, e até agora não verificou-se a existência de cromossomos sexuais. A. scabripinnis é uma espécie amplamente estudada, caracterizada por grandes divergências morfológicas e citogenéticas. A maioria dos estudos dessa espécie ocorreu nas bacias do Paraná e do São Francisco. Deuterodon possui poucas espécies, e as espécies presentes no Sul do Brasil têm sido propostas como membros de um clado monofilético. Poucos trabalhos foram feitos com D. pedri, espécie endêmica do rio Santo Antônio, e sua filogenia -assim como os de muitos Characidae - é bastante controversa. O rio Santo Antônio abriga diversas espécies de peixes, incluindo populações simpátricas de A. scabripinnis e D. pedri. As técnicas citogenéticas (coloração convencional, Ag-NOR, banda C e FISH) evidenciaram a existência de cromossomos sexuais em A. scabripinnis - primeiro caso no gênero, e os dados moleculares corroboraram a definição dessa população como uma unidade evolucionária distinta. Os resultados das técnicas citogenéticas (coloração convencional, Ag- NOR, banda C e FISH) realizadas em D. pedri foram similares aos encontrados em D. stigmaturus. Os cladogramas gerados a partir dos genes COI e RAG2 sugerem que D. pedri está relacionado com Deuterodon singularis e com outras espécies do mesmo gênero, assim como com outros gêneros de distribuição costeira. Ambos os resultados moleculares podem ser explicados por processos de variações eustáticas do mar, assim como por capturas de cabeceira entre as drenagens costeiras com drenagens continentais.
Characiformes comprise one of the largest Orders of fish , with more than 1,600 species in South America, divided into about 16 families. Most families of this Order has evidence of monophyly , but there is no consensus on the monophyly of Characidae. Among the dozens of incertae sedis species of this family are Astyanax scabripinnis and Deuterodon pedri. The genus Astyanax is quite specious and widely distributed. Although many populations have cytogenetic studies, only 18 species have described karyotypes, and so no sex chromosomes have been detected. A. scabripinnis is a widely studied species, characterized by large morphological and cytogenetic divergences . Most studies of this kind occurred in Paraná and São Francisco basins. Deuterodon has few species , and the species present in southern Brazil have been proposed as members of a monophyletic clade . Few studies were done with D. pedri, an endemic species of the river Santo Antônio, and phylogeny, as well as many Characidae - is quite controversial. The Santo Antônio River harbours several species of fish, including sympatric populations of A. scabripinnis and D. pedri. Cytogenetic techniques (conventional staining, Ag-NOR, C-band and FISH) revealed the existence of sex chromosomes in A. scabripinnis - the first case of its kind, and molecular data corroborated the definition of this population as a distinct evolutionary unit. The results of cytogenetic techniques (conventional staining, Ag-NOR, C-band and FISH) performed on D. pedri were similar to those found in D. stigmaturus. Cladograms generated from the COI and RAG2 genes suggests that D. pedri is associated with Deuterodon singularis and other species of the same genus, as well as other genus of coastal distribution. Both molecular results can be explained by processes of eustatic variations of the sea as well as by catch bedside between coastal drainages with continental drainages .
Palavras-chave: Peixe - Citologia
Characiformes
Astyanax scabripinnis
Deuterodon pedri
Evolução
Biodiversidade
Sistema ZZ/ZW
Fish - Cytology
Characiformes
A. scabripinnis
Deuterodon pedri
Evolution
Biodiversity
System ZZ/ZW
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Biologia e Manejo animal
Programa: Mestrado em Biologia Animal
Citação: SANCHES, Natália Coutinho. Cytogenetic and molecular study of A. scabripinnis (Jenyns, 1842) and Deuterodon pedri EIGENMANN, 1908 (Teleostei, CHARACIDAE) the upper river Santo Antonio, Minas Gerais, Brazil. 2014. 62 f. Dissertação (Mestrado em Biologia e Manejo animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2295
Data do documento: 27-Fev-2014
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf878,73 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.