Locus  

Absorção foliar como mecanismo de tolerância da cebola ao flumioxazin aplicado nos estádios iniciais

Show simple item record

dc.contributor Oliveira, Cassiano Rodrigues de
dc.contributor.advisor Reis, Marcelo Rodrigues dos
dc.creator Assis, Ana Caroline de Lourdes Pereira
dc.date.accessioned 2019-03-12T13:51:15Z
dc.date.available 2019-03-12T13:51:15Z
dc.date.issued 2018-10-31
dc.identifier.citation ASSIS, Ana Caroline de Lourdes Pereira. Absorção foliar como mecanismo de tolerância da cebola ao flumioxazin aplicado nos estádios iniciais. 2018. 32 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia - Produção Vegetal) - Universidade Federal de Viçosa, Rio Paranaíba. 2018. pt-BR
dc.identifier.uri http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/23867
dc.description.abstract A competição com as plantas daninhas reduz drasticamente a produtividade da cebola.O uso de herbicidas é uma alternativa viável no controle de plantas daninhas, entretanto, há poucas moléculas seletivas à cultura nos seus estádios iniciais. A tolerância diferencial por cultivares dificulta a recomendação de uso de herbicidas nesses estádios de maior sensibilidade. Contudo a redução de doses é uma alternativa no controle de plantas daninhas sem que o herbicida cause danos à cultura. O objetivo deste trabalho foi avaliar a tolerância da cebola em função da modalidade de aplicação do flumioxazin e em função da cera epicuticular de oito cultivares, nos estádios de uma e três folhas. Para a avaliação da tolerância em função da modalidade de aplicação, os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial 4 x 5 em que o primeiro fator corresponde à modalidade de aplicação (diretamente no solo, nas folhas, folhas e solo e sem aplicação - testemunha) e o segundo fatorfoi diferentes lâminas d'água (0; 2,5; 5; 7,5 e 10 mm). Para avaliar a tolerância da cebola em função da cera epicuticular,os tratamentos foram constituídos de um fatorial 8 x 3, sendo oito cultivares de cebola (Aquarius, Lucinda, Optima, Predileta, Sirius, Soberana, TPX 18612 e TPX 20561),nas doses 15 e 30 g ha -1 , 15 e 50 g ha -1 e 0 g ha -1 de flumioxazin aplicadas sequencialmente nosestádios de uma e três folhas, respectivamente. O experimento para avaliação do teor de cera em função dos estádios vegetativos foi montado num fatorial 5 x 2.O primeiro fator foram os estádios vegetativos (1, 2, 3, 4 e 5 folhas) e o segundo fator com e sem déficit hídrico. Avaliou-se intoxicação das plantas aos 7, 14, 21 e 28 dias após a aplicação (DAA), altura de plantas aos 14 e 28 DAA e massa de massa seca de folhas, bulbos e raiz aos 90 DAA.A intoxicação das plantas foram baixas (<20%). As massas de folhas, bulbos e raízes não apresentaram redução independente do direcionamento de aplicação e da interferência de lâmina de água.O maior acúmulo de cera foi observado no estádio de uma folha (8μg cm -2 ) sem indução de déficit hídrico.A cultivar Aquarius apresentou 14% de redução na massa seca de folhas e 24% de redução de massa seca de bulbos. Contudo disso, apresentou maior acúmulo de cera (47,5 μg cm -2 ) no estádio de uma folha, todavia apresentou maior porcentagem de compostos apolares na sua composição (6%). Omaior acúmulo de cera ocorreu no estádio de uma folha com indução de déficit hídrico.Conclui-se que o uso do flumioxazin, na terceira folha da cebola não ocasiona danos na cultura independente da modalidade de aplicação e da interferência de lâmina d’água. A cultivar Aquarius demonstrou menor tolerância ao flumioxazin. O maior acúmulo de cera epicuticular foi observado no estádio de uma folha quando as plantas foram induzidas ao déficit hídrico. pt-BR
dc.description.abstract The differential tolerance for cultivars makes it difficult to recommend the use of herbicides in these more sensitive stages. However, dose reduction is an alternative in weed control without the herbicide causing crop damage. The objective of this work was to evaluate the tolerance of onion as a function of the flumioxazin application modality and as a function of the epicuticular wax of eight cultivars, in the one and three leaf stages. In order to evaluate the tolerance according to the modality of application, the treatments were arranged in a 4 x 5 factorial scheme in which the first factor corresponds to the application modality (directly on the soil, leaves, leaves and soil and without control application) and The second factor was different water depths (0; 2,5; 5; 7,5 and 10 mm). To evaluate the onion tolerance as a function of the epicuticular wax, the treatments consisted of an 8 x 3 factorial, being eight onion cultivars (Aquarius, Lucinda, Optima, Predileta, Sirius, Soberana, TPX 18612 and TPX 20561) at doses 15 and 30 g ha -1 , 15 and 50 g ha -1 and 0 g ha -1 of flumioxazin applied sequentially in the one- and three-leaf stages, respectively.The experiment to evaluate the wax content in function of the vegetative stages was set up in a 5 x 2 factorial.The first factor was the vegetative stages (1, 2, 3, 4 and 5 leaves) and the second factor with and without water deficit. Plant intoxication was evaluated at 7, 14, 21 and 28 days after application (DAA), plant height at 14 and 28 DAA, and mass of leaf, bulb and root dry mass at 90 DAA. Plant intoxication was low (<20%). Leaf, bulb and root masses showed no reduction in application orientation and water blade interference. The largest accumulation of wax was observed at the leaf stage (8 μg cm -2 ) without induction of water deficit. The cultivar Aquarius showed a 14% reduction in dry leaf mass and 24% reduction in dry mass of bulbs. However, it presented a higher accumulation of wax (47,5μg cm -2 ) in the leaf stage, however, it presented a higher percentage of apolar compounds in its composition (6%). The largest accumulation of wax occurred at the leaf stage with induction of water deficit. It is concluded that the use of flumioxazin in the third leaf of the onion does not cause damages in the culture independent of the application modality and the interference of water blade. Aquarius showed lower tolerance to flumioxazin. The highest accumulation of epicuticular wax was observed at the leaf stage when the plants were induced to the water deficit. en
dc.description.sponsorship Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior pt-BR
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.rights Acesso Aberto pt-BR
dc.subject Composição química da cera pt-BR
dc.subject Direcionamento de aplicação pt-BR
dc.subject Herbicida pt-BR
dc.title Absorção foliar como mecanismo de tolerância da cebola ao flumioxazin aplicado nos estádios iniciais pt-BR
dc.title Foliar absorption as a mechanism of tolerance of onion to flumioxazin applied in the early stages en
dc.type Dissertação pt-BR
dc.subject.cnpq Fitossanidade pt-BR
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/5567709707262319 pt-BR
dc.degree.grantor Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.degree.department Departamento de Agronomia pt-BR
dc.degree.program Mestre em Agronomia pt-BR
dc.degree.local Rio Paranaíba - MG pt-BR
dc.degree.date 2018-10-31
dc.degree.level Mestrado pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account