Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/24570
Tipo: Artigo
Título: Propriedades energéticas da madeira e do carvão vegetal de Cenostigma macrophyllum: subsídios ao uso sustentável
Autor(es): Araújo, Ana Clara Caxito de
Costa, Luciano Junqueira
Braga, Pedro Paulo de Carvalho
Guimarães Neto, Rosalvo Maciel
Rocha, Maria Fernanda Vieira
Trugilho, Paulo Fernando
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar a qualidade da madeira de Cenostigma macrophyllum Tul para uso energético e determinar os rendimentos e propriedades do carvão vegetal produzido em diferentes temperaturas de carbonização. Foram retirados discos de 3 cm de espessura nas posições basal, 25%, 50%, 75% e 100% da altura comercial do fuste. Os discos foram cortados em cunhas e metade destas foi utilizada para análises na madeira e a outra metade foi carbonizada em temperaturas finais de 400 oC, 500 oC e 600 oC para avaliação dos rendimentos e características do biorredutor. A densidade básica (1,2 g cm -3 ), teor de lignina (34%), poder calorífico superior (4.845 cal g -1 ) e rendimento gravimétrico de carbonização (RGC) aos 400 oC (41,5%) da madeira do caneleiro se destacaram. O aumento da temperatura de pirólise da madeira de 400 oC para 600 oC resultou em acréscimo de 29,4% do teor de carbono fixo e redução de 19% e 63,4%, respectivamente, do RGC e do teor de materiais voláteis do carvão vegetal. Conclui-se que a espécie apresentou valores satisfatórios para produção energética.
This study aimed to evaluate the quality Cenostigma macrophyllum Tul wood for energetic use and to determine the yields and charcoal properties produced at different carbonization temperatures. Discs with 3 cm of thickness were obtained from stem basal positions, 25%, 50%, 75% and 100% of commercial height. The discs were split in two parts. One was used to determine wood properties and the other was carbonized at final temperatures of 400 oC, 500 oC and 600 oC for bio-reducer evaluation . Basic density (1.2 g cm -3 ), lignin content (34%), higher calorific value (4,845 cal g -1 ) and gravimetric yield in charcoal (GYC) at 400 oC (41.5%) were the highlights. The increase of wood pyrolysis temperature from 400 oC to 600 oC resulted in 29.4% increase in fixed carbon content and a reduction of 19% and 63.4%, respectively, in charcoal GYC and volatile matter content. In general, the species presented satisfactory energy production.
Palavras-chave: Temperatura de carbonização
Rendimento gravimétrico
Termogravimetria
Carbonization temperature
Gravimetric yield
Thermogravimetry
Editor: Brazilian Journal of Forestry Research
Tipo de Acesso: Open Access
URI: http://dx.doi.org/10.4336/2018.pfb.38e201701546
http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/24570
Data do documento: 2018
Aparece nas coleções:Artigos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
artigo.pdftexto completo754,13 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.