Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3228
Tipo: Dissertação
Título: Effect of Cowpea mild mottle virus on Bemisia tabaci
Título(s) alternativo(s): Efeito do Cowpea mild mottle virus em Bemisia tabaci
Autor(es): Prado, Felipe Vigato
Primeiro Orientador: Elliot, Simon Luke
Primeiro avaliador: Pallini Filho, ângelo
Segundo avaliador: Cristaldo, Paulo Feliipe
Resumo: The ecological relationships between plants, pathogens and vectors are complex and there are many possible direct and indirect effects on the participants. Bemisia tabaci (Hemiptera: Aleyrodidae) are the most damaging insects in relation to economic losses. Whiteflies, due to their polyphagy, transmit viruses to a wide range of plant hosts. The Cowpea mild mottle virus (CPMMV) is the etiologic agent of the Soybean Stem Necrosis Disease and is nonpersistently transmitted by the whitefly MEAM1 (Middle East-Asia Minor 1). The objective of this study is to test: (i) if the whitefly MEAM1 transmit the isolate CPMMV:BR:GO:01:1 to soybean cultivar (cv.) CD206 and (ii) if CPMMV-infected soybean decreases the fitness of the whitefly MEAM1. Oviposition experiment was carried out with B. tabaci nymphs placed on CPMMV-infected and healthy soybean leaflets, inside previous prepared Petri dishes. Transmission experiment was carried out letting B. tabaci feed on CPMMV-infected soybean and further transferring them to healthy soybean plants. It was verified that is possible to transmit CPMMV:BR:GO:01:1 to soybean cv. CD206 by the whitefly MEAM1. This is fundamental to understand the evolution parameters that shape the relationship between these organisms. Regarding the oviposition experiment, both fitness parameters (nymphs hatching and oviposition) did increase with leaf area and the leaves of infected plants were smaller than those of uninfected plants. Thus, the virus has a direct negative effect on the plants and also an indirect negative effect on the whiteflies. Since nonpersistently transmitted viruses have negative effects on vectors, post-probing repellence could favor the transmission of the virus and the fitness of the whiteflies. This study demonstrated a small piece of these relationships, but based on it was possible to make predictions that will help in more precise delimitations of future experiments that will contribute to improve the comprehension of the ecological aspects of insect-plant-virus systems.
Abstract: As relações ecológicas entre plantas, patógenos e vetores são complexas e são muitos os possíveis efeitos diretos e indiretos sobre os participantes. Bemisia tabaci (Hemiptera: Aleyrodidae) são os insetos que causam as maiores perdas econômicas em plantações. Moscas-brancas, devido a sua polifagia, transmitem vírus para uma ampla gama de hospedeiros. O vírus CPMMV (Cowpea mild mottle virus) é o agente etiológico da Necrose da haste da soja e é transmitido de maneira não persistente pela mosca-branca MEAM1 (Middle East-Asia Minor 1). O objetivo desse estudo é testar: (i) se a mosca-branca MEAM1 transmite o isolado CPMMV:BR:GO:01:1 para a soja cultivar (cv.) CD206 e (ii) se a soja infectada com o CPMMV diminui o fitness da mosca-branca MEAM1. O experimento de oviposição foi realizado com ninfas de B. tabaci dispostas em folíolos de soja sadios ou infectados com CPMMV no interior de placas de Petri previamente preparadas. O experimento de transmissão foi realizado deixando B. tabaci se alimentarem de soja infectada com CPMMV e posteriormente transferindo esses insetos para plantas de soja saudáveis. Foi verificado que é possível a transmissão de CPMMV:BR:GO:01:1 para soja cv. CD206 através de B. tabaci MEAM1. Isso é fundamental para entender os parâmetros evolutivos que moldam as relações entre esses organismos. A respeito do experimento de oviposição, ambos os parâmetros usados para estimar o fitness dos insetos (eclosão de ninfas e oviposição) aumentaram com o aumento da área da folha e, além disso, as folhas das plantas infectadas apresentaram tamanhos menores do que as folhas de plantas saudáveis. Dessa maneira, o vírus teve um efeito negativo direito sobre sobre as plantas e um efeito negativo indireto sobre as moscas-brancas. Visto que vírus transmitidos de maneira não persistente tem efeitos negativos sobre seus vetores, a não permanência dos insetos nas plantas após picadas de prova pode favorecer a transmissão do vírus e o fitness desses insetos. Assim, esse estudo demonstrou uma pequena parte das relações entre esses organismos, mas baseado nele é possível que sejam feitas predições que vão contribuir para a delimitação mais precisa de experimentos futuros que irão contribuir para a compreensão dos aspectos ecológicos de sistemas inseto-planta-vírus.
Palavras-chave: Bemisia tabaci
Whitefly
Soybean - Diseases and pests
Vector-plant-pathogen
Bemisia tabaci
Mosca-branca
Soja - Doenças e pragas
Vetor-planta-patógeno
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA
Idioma: eng
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ecologia
Programa: Mestrado em Ecologia
Citação: PRADO, Felipe Vigato. Efeito do Cowpea mild mottle virus em Bemisia tabaci. 2014. 37 f. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3228
Data do documento: 29-Abr-2014
Aparece nas coleções:Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,26 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.