Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/326
Tipo: Tese
Título: Enzimas celulolíticas fúngicas e aplicação no branqueamento de polpa Kraft e na sacarificação de biomassa lignocelulósica
Título(s) alternativo(s): Fungal cellulolytic enzymes and application in bleaching of the pulp Kraft and in the saccharification of lignocellulosic biomass
Autor(es): Pires, Silvana Rodrigues
Primeiro Orientador: Queiroz, José Humberto de
Primeiro avaliador: Bressan, Gustavo Costa
Segundo avaliador: Oliveira, Marli Lourdes de
Terceiro avaliador: Fietto, Luciano Gomes
Quarto avaliador: Ferreira, Joana Gasperazzo
Abstract: O bagaço de cana-de-açúcar é um subproduto com elevada concentração de carboidratos e disponível em grande quantidade. É constituído por celulose, hemicelulose e lignina, que juntas formam um complexo extremamente resistente ao ataque de microrganismos. Muitos fungos produzem enzimas hidrolíticas, como celulases e hemicelulases, capazes de promover a hidrólise desta biomassa, liberando açúcares para a fermentação. Este trabalho visou a caracterização de enzimas fúngicas e algumas de suas possíveis aplicações industriais. Neste contexto, foi realizada a produção, purificação e caracterização bioquímica de uma xilanase de Fusarium oxysporum e sua aplicação no processo de branqueamento de polpa Kraft e na sacarificação de bagaço de cana. A xilanase exibiu massa molecular de aproximadamente 21 kDa no SDS-PAGE. A proteína foi purificada através de ultrafiltração e cromatografia de troca iônica e de exclusão molecular. A xilanase exibiu máxima atividade a 60 ºC e pH 6,0. A enzima foi capaz de hidrolizar substratos como xilana birchwood e xilana oat spelts. Os valores de KM e Vmax, utilizando o substrato xilana birchwood, foram 0,85 mM e 0,23 μM/min, respectivamente. A atividade enzimática foi inibida por SDS, Fe+2, Cu+2, Al+3, dentre outros e foi ativada por Mg+2. A xilanase exibiu alta termoestabilidade a 50 ºC, com t1/2 de 26,1 h, o que pode ser importante para futuras aplicações industriais. A enzima aumentou significativamente a taxa de hidrólise do bagaço de cana alcalinamente tratado, quando adicionada a um coquetel de celulose comercial. Foi avaliada também a ação da xilanase em testes de branqueamento de polpa Kraft, nos quais a adição da enzima ao licor de branqueamento promoveu decréscimo do número Kappa. Neste trabalho também foi realizada a clonagem de uma endoglicanase B produzida pelo fungo filamentoso Aspergillus niger e sua caracterização in silico. Foram executadas análises computacionais com o fragmento sequenciado, como predição de peptídio sinal e modificações pós-traducionais. A proteína clonada foi designada AncEGLB (endoglicanase B de A. niger clonada). Foram realizados também, alinhamentos múltiplos de sequencia com outras celulases.
The sugarcane bagasse is a by-product with high carbohydrate concentration and available in great amount. It is constituted by cellulose, hemicellulose and lignin, that when joined form an extremely resistant compound to the attack of microorganisms. Many fungus produce hydrolytic enzymes, as cellulases and hemicellulases, capable to promote the hydrolysis of this biomass, liberating sugars for the fermentation. In this context, the production, purification and biochemical characterization of a xylanase of Fusarium oxysporum and your application in the process of bleaching of the pulp Kraft and in the saccharification of cane bagasse was realized. The xylanase exhibited molecular mass of approximately 21 kDa in SDS-PAGE. The protein was purified using ultrafiltration and ion exchange and molecular exclusion chromatography. The xylanase exhibited maxim activity at 60ºC and pH 6.0. The enzyme was capable of hydrolyze substrates as birchwood xylan and oat spelt xylan. The KM and Vmax values, using the substrate birchwood xylan were 0.85 mM e 0.23 μM/min, respectively. The enzymatic activity was inhibited by SDS, Fe+2, Cu+2, Al+3, among other and it was activated by Mg+2. The xylanase exhibited high thermostability at 50 ºC, with t1/2 of 26.1 h, what can be important for future industrial applications. The enzyme increased the rate of hydrolysis of the alkali-treated sugarcane bagasse significantly, when added it to the commercial cocktail cellulose. It was also evaluated the action of the xylanase in tests of bleaching of the pulp Kraft, in which the addition of the enzyme to the liqueur of bleaching promoted decrease of Kappa number. This work was also performed the cloning of an endoglucanase the cloning of an endoglucanase B produced by the fungous filamentous Aspergillus niger and your characterization in silico were accomplished. Computing analyses were executed with the sequenced fragment, as prediction of signal peptide and post-translational modifications. The cloned protein was designated AncEGLB (endoglucanase B from A. niger cloned). They were also accomplished, multiple alignments of sequence with other cellulases.
Palavras-chave: Enzimas
Branqueamento
Polpa Kraft
Biomassa
Enzymes
Bleaching
Pulp Kraft
Biomass
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA::METABOLISMO E BIOENERGETICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Bioquímica e Biologia molecular de plantas; Bioquímica e Biologia molecular animal
Programa: Doutorado em Bioquímica Agrícola
Citação: PIRES, Silvana Rodrigues. Fungal cellulolytic enzymes and application in bleaching of the pulp Kraft and in the saccharification of lignocellulosic biomass. 2013. 99 f. Tese (Doutorado em Bioquímica e Biologia molecular de plantas; Bioquímica e Biologia molecular animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/326
Data do documento: 28-Fev-2013
Aparece nas coleções:Bioquímica Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,31 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.