Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3620
Tipo: Dissertação
Título: Estimativa da evapotranspiração de referência pelo Irrigâmetro nas condições climáticas do sul do Estado do Tocantins
Título(s) alternativo(s): Estimation of reference evapotranspiration by the Irrigameter in the climate conditions of the south of Tocantins state, Brazil
Autor(es): Giovanelli, Luan Brioschi
Primeiro Orientador: Oliveira, Rubens Alves de
Primeiro coorientador: Sediyama, Gilberto Chohaku
Segundo coorientador: Cecon, Paulo Roberto
Primeiro avaliador: Borges, Alisson Carraro
Segundo avaliador: Tagliaferre, Cristiano
Terceiro avaliador: Ribeiro, Marcos Caldeira
Abstract: Na atual problemática envolvendo a escassez de água no mundo, torna-se imprescindível a busca por alternativas que otimizem o uso desse recurso para fins de irrigação, haja vista que essa atividade consome cerca de 70% da água total mundial extraída de aquíferos, rios e lagos. Nesse contexto, os métodos de manejo da irrigação ganham destaque devido a sua importância quanto à conservação de água e maximização da produção agrícola, além de serem essenciais para melhorar o desempenho e a sustentabilidade de sistemas de irrigação. Diante do panorama mencionado, o Irrigâmetro surge como importante alternativa para manejo da irrigação, devido a sua praticidade e boa precisão para estimar a evapotranspiração, processo esse, utilizado para determinar a necessidade hídrica das culturas. Pesquisas realizadas com o Irrigâmetro, em diferentes condições climáticas e em diferentes períodos do ano, permitem realizar um melhor ajuste do aparelho, aperfeiçoando-o. Frente ao exposto, os objetivos desta pesquisa foram: (a) Determinar o coeficiente do Irrigâmetro (KI) para as estações do ano, no período de setembro de 2008 a setembro de 2011, para diferentes alturas da água dentro do evaporatório do Irrigâmetro, para a região sul do Estado do Tocantins; (b) Estabelecer, para cada estação, a altura da água no evaporatório referente ao KI igual a 1; e (c) Avaliar os efeitos dos elementos meteorológicos (temperatura máxima, temperatura mínima, umidade relativa do ar, velocidade do vento e radiação solar) na evapotranspiração estimada pelo Irrigâmetro (ETI), operando com diferentes alturas da água dentro do evaporatório, para as estações dos anos estudados. O estudo foi conduzido na área experimental da Universidade Federal de Tocantins (UFT), no Campus Universitário de Gurupi, situada no Município de Gurupi, TO. O experimento foi montado num delineamento inteiramente casualizado, com sete alturas da água no evaporatório do Irrigâmetro, representando os tratamentos, com três repetições. Os dados meteorológicos foram coletados numa estação meteorológica automática e utilizados na determinação da evapotranspiração de referência (ET0), com uso do programa computacional REF-ET, com base na equação de Penman-Monteith FAO 56. Ocorreu aumento linear do KI com a elevação da altura da água dentro do evaporatório nas estações da primavera e do verão. Já no outono e no inverno, o aumento foi exponencial. A altura da água recomendada no evaporatório do Irrigâmetro, de modo que este estime a ET0 na região Sul do Estado do Tocantins, para a estação da primavera, é igual a 3,4 cm; para o verão, 4,0 cm; para o outono, 3,8 cm; e, para o inverno, 2,3 cm. Os elementos meteorológicos umidade relativa e radiação solar apresentaram alta correlação com a ETI em todas as estações dos anos analisadas. A temperatura mínima e a velocidade do vento foram os elementos meteorológicos que apresentaram menor efeito indireto sobre a ETI, quando associadas aos demais elementos.
In the present issues related to world water scarcity, it becomes indispensable the search for alternatives that optimize the use of this resource for the purpose of irrigation, knowing that this activity takes up about 70% of the total world water extracted from aquifers, rivers and lakes. In this background, the methods for irrigation management are highlighted due to their importance in water preservation and maximization of the agricultural production, besides being essential to increase the performance and sustainability of the irrigation systems. Having mentioned this, the Irrigameter appears as an important alternative for irrigation management, because of its practicality and accuracy to estimate evapotranspiration, process which is used to determine the water requirement of the crops. Researches done with the Irrigameter in different weather conditions and in different seasons allow a better adjustment of the device in order to improve it. Therefore, the aims of this research were: (a) Determine the coefficient of the Irrigameter (KI) for each season, from September 2008 to September 2011, for different water levels inside the evaporator of the Irrigameter, in the south of Tocantins state - Brazil; (b) Establish, for each season, the water level in the evaporator referring to the KI of 1; and (c) Evaluate the effects of the meteorological elements (maximum temperature, minimum temperature, relative humidity, wind speed, and solar radiation) in the evapotranspiration estimated by the Irrigameter (ETI), which operates in different water levels inside the evaporator, for the seasons studied. The study was conducted in the experimental area of the Federal University of Tocantins (UFT), in the University Campus of Gurupi, situated in Gurupi, TO. The experiment was mounted in an entirely randomized delimitation, with seven water levels in the evaporator of the Irrigameter, representing the treatments, with three repetitions. The weather data were collected in an automatic weather station and used for determining the reference evapotranspiration (ET0), using the computer software REF-ET, based on the FAO 56 Penman-Monteith equation. There was a linear increase of the KI with the rising of the water level inside the evaporator in spring and summer. In the fall and in winter, the increase was exponential. The recommended water level in the evaporator, in a way that it estimates an ET0 in the south of Tocantins, for spring is equal to 3,4 cm; for the summer, 4,0 cm; for the fall, 3.8 cm; e for the winter, 2.3 cm. The meteorological elements relative humidity and solar radiation presented a high correlation with the ETl in all the seasons studied. The minimum temperature and wind speed were the meteorological elements with the lowest indirect effect on the ETl, when associated with the other elements.
Palavras-chave: Evapotranspiração
Irrigâmetro
Condições climáticas
Dados meteorológicos
Evapotranspiration
Irrigameter
Climate conditions
Meteorological data
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ
Programa: Mestrado em Engenharia Agrícola
Citação: GIOVANELLI, Luan Brioschi. Estimation of reference evapotranspiration by the Irrigameter in the climate conditions of the south of Tocantins state, Brazil. 2012. 69 f. Dissertação (Mestrado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3620
Data do documento: 30-Jul-2012
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,48 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.