Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3669
Tipo: Dissertação
Título: Efeito da cloração orgânica na uniformidade de distribuição de água em sistema de irrigação por gotejamento utilizando água ferruginosa
Título(s) alternativo(s): Effect of the organic chlorination in the uniformity of water distribution in system of irrigation for dripping using water high in iron content
Autor(es): Martins, Cristiani Campos
Primeiro Orientador: Soares, Antonio Alves
Primeiro coorientador: Reis, Edvaldo Fialho dos
Primeiro avaliador: Leal, Brauliro Gonçalves
Segundo avaliador: Ferreira, Paulo Afonso
Terceiro avaliador: Martinez, Mauro Aparecido
Abstract: Com o aumento em área da irrigação localizada no Brasil, começaram a vir a público problemas de perda de desempenho de equipamentos, em regiões com águas superficiais com elevados teores de ferro total, como o norte do Espírito Santo. O objetivo do presente trabalho foi: avaliar o desempenho de sistemas de irrigação por gotejamento utilizados na irrigação com água ferruginosa, verificar a eficiência do tratamento químico com dicloroisocianurato de sódio (65%) na prevenção do entupimento e identificar as ferrobactérias causadoras da obstrução de gotejadores. Este trabalho foi realizado em uma área experimental na escola Agrotécnica Federal de Santa Teresa, Espírito Santo. Para avaliar o efeito da cloração orgânica na uniformidade de distribuição de água e na vazão de três modelos de tubogotejadores (M1; M2 e M3) foram testados quatro concentrações de cloro livre: nível N1 (sem aplicação de cloro), nível N2 (15 mg L-1 de cloro livre), nível N3 (30 mg L-1 de cloro livre) e nível N4 (45 mg L-1 de cloro livre). As avaliações foram realizadas no início do experimento e a cada 100 horas de funcionamento do sistema, totalizando 8 avaliações. O produto foi aplicado por uma hora, após cada avaliação de uniformidade. No final do experimento, foram retiradas amostras dos tubogotejadores para identificar a presença de ferrobactérias causadoras de entupimento. Após 700 horas de funcionamento, na subunidade de irrigação que não recebeu o tratamento com o dicloro (N1), os valores do CUC, CUD, Us e da vazão do tubogotejador M1 reduziram de: 23; 30,2; 28,35 e 26,13%, respectivamente; e para o modelo M2 as reduções foram de 12,3; 19,5; 16,25 e 27,4%, respectivamente. Para o modelo M3 ocorreram reduções no CUC, CUD e Us de 8,2; 15,17; 12,5%, entretanto, a vazão, diferentemente dos outros modelos, sofreu um incremento de 1%. O CVq no nível N1, apresentou aumento na variação para os três tubogotejadores. Os distintos tratamentos com dicloro (N2, N3 e N4) foram eficientes na prevenção de entupimento. Os tubogotejadores M1 e M3 apresentaram tendência em manter vazões constantes em todas as avaliações. Os três modelos de tubogotejadores apresentaram menores variações de vazão nas subunidades que receberam aplicação do cloro orgânico. Bactérias dos gêneros Gallionella e Leptpthrix foram encontradas nos tubogotejadores, constatando-se a presença de 1 a 10 filamentos por célula em todas as amostras analisadas.
With the increase of the irrigated area micro irrigation in Brazil, problems of loss of equipment performances came out, in regions with superficial waters with high total iron concentration, as the north of the State of Espírito Santo. The objective of the present work was to evaluate the performance of drip irrigation systems working with water high total iron content, to verify the efficiency of the chemical treatment with dicloroisocianurato of sodium (65%) in the clogging prevention and to identify the ironbacteria that causes the emitters clogging. This experiment was carried through at Escola Agrotécnica Federal de Santa Teresa, Espirito Santo. To evaluate the effect of the organic chlorination in the water distribution uniformity and the discharge of three models of tubedrippers (M1; M2 and M3), four levels chlorination was tested: level N1 (without chlorine application), level N2 (15 mg L-1 of free chlorine), level N3 (30 mg L-1 of free chlorine) and level N4 (45 mg L-1 of free chlorine). The evaluations were performed in the beginning of experiment and every 100 hours of operation, totalizing 8 evaluations. The product was applied by one hour, after each evaluation. At the end of the experiment, samples of the tubedrippers had been removed to identify the presence of causing ironbacteria of clogging. After 700 hours of operation, in the subunit with no dicloro treatment (level - N1); the values of CUC, CUD, US and the discharge for the tubedripper M1, reduced of 23; 30,2; 28,35 and 26,13%, respectively; for the model M2 the reductions the reductions were: 12,3; 19,5; 16,25 and 27.4%, respectively; and for the model - M3 the reductions in the values of CUC, CUD and US were 8,2; 15,17; 12,5%, respectively, however, differently from the other models, the discharge increased 1%. The CVq in the N1 level, it had an increase in the variation for the three tubedrippers. The distinct chloride treatments (N2, N3 and N4) were efficients to prevent clogging. The discharge for the tubedrippers M1 and M3 were more constant in the different evaluations. The three models of tubogotejadores presented lower discharge variations in the subunits treated with organic chlorine. The bacterias of the gender Gallionella and Leptpthrix were found in tubedrippers, presenting 1 the 10 filaments for cell in all the samples analysed.
Palavras-chave: Irrigação por gotejamento
Emissores
Ferro
Cloro
Drip irrigation
Emitters
Iron
Chlorine
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ENGENHARIA AGRICOLA::ENGENHARIA DE AGUA E SOLO::IRRIGACAO E DRENAGEM
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ
Programa: Mestrado em Engenharia Agrícola
Citação: MARTINS, Cristiani Campos. Effect of the organic chlorination in the uniformity of water distribution in system of irrigation for dripping using water high in iron content. 2007. 99 f. Dissertação (Mestrado em Construções rurais e ambiência; Energia na agricultura; Mecanização agrícola; Processamento de produ) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3669
Data do documento: 15-Fev-2007
Aparece nas coleções:Engenharia Agrícola

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf530,74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.