Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3919
Tipo: Dissertação
Título: Schizotetranychus hindustanicus (Hirst, 1924) (ACARI: TETRANYCHIDAE): rotas de risco e potencial de impacto para a citricultura brasileira
Título(s) alternativo(s): Schizotetranychus hindustanicus (Hirst, 1924) (ACARI: TETRANYCHIDAE): routes of risk and potential impact on brasilian citrus
Autor(es): Fantine, Andreza Kerr
Primeiro Orientador: Vilela, Evaldo Ferreira
Primeiro coorientador: Pallini Filho, ângelo
Segundo coorientador: Sugayama, Regina Lúcia
Primeiro avaliador: Yamamoto, Pedro Takao
Segundo avaliador: Costa, Emerson Luis Nunes
Abstract: A introdução do ácaro praga exótico dos citros, Schizotetranychus hindustanicus (Hirst), na cidade de Boa Vista-Roraima em 2008, representa riscos à comercialização e produção da citricultura no Brasil. As informações sobre esse ácaro-praga são escassas, para tanto, foi elaborada uma avaliação de risco para o S. hindustanicus assim como obtidas informações a respeito de aspectos biológicos do ácaro quanto a seus hospedeiros e à tipificação do dano e estabelecimento de populações em substratos alimentares. Utilizou-se de metodologia qualitativa adequada para entender seu potencial de entrada, estabelecimento, dispersão e possível impacto econômico, para efetivar a avaliação de risco.Para os testes fisiológicos, foi quantificado a perda de clorofila, nitrogênio e a área foliar específica de plantas de laranja atacadas. Para teste em substratos alimentares alternativos foram utilizadas as plantas de acácia, Acacia mangium, e nim, Azadirachta indica. O efeito da alimentação dos S. hindustanicus resulta na perda de cerca de 30% de clorofila, porém não afeta o teor de nitrogênio e a área foliar específica das folhas de laranja 'Pera'. As plantas de acácia não são favoráveis ao crescimento populacional de S. hindustanicus, enquanto que em plantas de nim há sobrevivência das formas ativas do ácaro, atividade reprodutiva e danos às folhas. Quanto a avaliação de risco, o potencial de introdução do ácaro em outros estados do Brasil , por frutos infestados provenientes de Roraima, parece ser baixo. Entretanto deve-se atentar ao trânsito de pessoas que podem ser potenciais transportadores de materiais vegetais infestados. Caso o ácaro seja introduzido e consiga se estabelecer em estados como São Paulo, Bahia, e Sergipe, o potencial de impacto econômico poderá ser considerado alto, devido aos danos ocasionados nos frutos e sua perda no valor comercial, aumento dos custos de controle e restrições de mercado nacionais.
The introduction of exotic mite pest of citrus, Schizotetranychus hindustanicus (Hirst) in city of Boa Vista, Roraima in 2008, poses risks to production and marketing of citrus in Brazil. Information about this mite pest is scarce, however, a risk assessment for S. hindustanicus has been drafted, as well as information collected about the biological aspects of the mite and their hosts and the damage to the definition and the establish populations in food substrates. We used an appropriates qualitative methodology to understand their potential for entry, establishment, spread and potential economic impact, to carry out the risk assessment. For the physiological tests the loss of chlorophyll, nitrogen and specific leaf area of orange ​​plants attacked were quantified. To test substrates in alternative food plants, we used acacia, Acacia mangium, and neem, (Azadirachta indica A. Juss). The effect of the S. hindustanicus feeding on orange Pear trees resulted in a loss of about 30% of chlorophyll but did not affect its nitrogen content and the specific leaf area of ​​orange trees. Acacia plants are not conducive to population growth of S. hindustanicus, while in neem plants there are the survival of active forms of the mite , reproductive activity and damaging to the leaves. Considering the risk assessment, the potential introduction of mite in other states of Brazil, infested by fruit coming from Roraima, seems to be low. However we most be attentive to the commuting ofpeople who may be potential carriers of infested plant material. However If, somehow, the mite is introduced and estabilished in states like as São Paulo, Bahia and Sergipe, the potential economic impact could be considered high, due to the damage caused of the fruit (produce) and its loss in market value, increased control cost and restrictions to nationwide markets.
Palavras-chave: Ácaro
Ácaro exótico
Avaliação de risco
Defesa fitossanitária
Citricultura.
Mite
Exotic mite
Risk assessment
Plant defense
Citrus.
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência entomológica; Tecnologia entomológica
Programa: Mestrado em Entomologia
Citação: FANTINE, Andreza Kerr. Schizotetranychus hindustanicus (Hirst, 1924) (ACARI: TETRANYCHIDAE): routes of risk and potential impact on brasilian citrus. 2011. 74 f. Dissertação (Mestrado em Ciência entomológica; Tecnologia entomológica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Embargado
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3919
Data do documento: 28-Fev-2011
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo42,1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.