Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3934
Tipo: Dissertação
Título: Biologia e manejo de Chalcodermus bicolor Fiedler (Col.: Curculionidae: Molytinae), em plantios de eucalipto
Título(s) alternativo(s): Biology and management of Chalcodermus bicolor Fiedler (Col.: Curculionidae: Molytinae), in eucalypt plantations
Autor(es): Loja, Pedro Emilio Cedeño
Primeiro Orientador: Silva, Norivaldo dos Anjos
Primeiro avaliador: Matrangolo, Carlos Augusto Rodrigues
Segundo avaliador: Leite, Hélio Garcia
Abstract: Este trabalho teve como objetivo registrar as características biológicas de Chalcodermus bicolor, ou “Podador-do-eucalipto” e avaliar técnicas de manejo que contribuam para minimizar os efeitos de correntes de seu ataque sobre o crescimento de árvores híbridas de eucalipto. Os estudos foram realizados no Laboratório de Manejo de Pragas Florestais (temperatura = 25,29±0,20°C, umidade relativa = 78,26±0,94% e fotofase = 10 horas), Departamento de Entomologia, na Universidade Federal de Viçosa, em Viçosa, Minas Gerais. Os insetos foram coletados nos municípios de Mucuri e Caravelas, estado da Bahia, Brasil. Os plantios comerciais foram constituídos de árvores híbridas de Eucalyptus urophylla vs. E. grandis. As técnicas de manejo integrado avaliadas foram catação dos ponteiros e controle com inseticidas. Como resultados, obtiveram-se ovos de formato oblongo, cório transparente, membranoso e liso, coloração bege-clara, comprimento de 2,03±0,06 mm e de largura 1,00±0,04 mm, período de eclosão variando de 4 a 5 dias. As larvas apresentaram três ínstares e comprimento de 2,16±0,05 mm, 3,11±0,07 mm e 5,5±0,15 mm para o primeiro, segundo e terceiro, respectivamente. Ao completar o desenvolvimento dentro do ponteiro, a larva o abandona para enterrar-se no solo, à profundidade média de 1,11 cm, onde constrói uma câmara pupal e se transforma em pupa. Constataram-se inimigos naturais das famílias Eulophidae Westwood, 1929 e Pteromalidae Dalman, 1820. Os mesmos podem ser considerados como uma ferramenta útil no manejo integrado do podador-do- eucalipto. Registrou-se pela primeira vez para o continente Americano, especialmente para a Região Neotropical, um himenóptero parasitóide, do gênero Pseudosecodes Girault, 1915, além de indicar seu hospedeiro. As pupas do podador apresentaram cor bege-clara, que escurecem paulatinamente durante o desenvolvimento e se diferenciam quanto ao sexo por uma protuberância arredondada no último segmento abdominal, presente apenas no macho. As pupas apresentaram comprimento de 6,45±0,61 mm e 2,13±0,11 mm de largura em machos; em fêmeas, comprimento de 6,23±0,68 mm e 2,25±0,17 mm de largura o período pupal variou de 7 a 12 dias. O adulto permaneceu por um período de quatro a oito dias na câmara pupal, antes de sua emergência à superfície do solo. A proporção sexual foi de uma fêmea para cada 1,52 machos. A diferença sexual entre machos e fêmeas foi constatada pela presença de pre-mucro nas pernas anteriores e medianas nas fêmeas e ausência dele nos machos. No laboratório, os adultos apresentaram tanatose, mas não apresentaram cortejo nupcial e nem cópula. O ataque em plantações jovens de Eucalyptus urophylla vs. E. grandis, depois de passados doze meses, resultou em diferença significativa para a altura e diâmetro das árvores e se constataram má formação no fuste. Foram constatados sete ponteiros podados por árvore, no máximo. Fêmeas apresentaram preferência para podar ponteiros laterais mais do que o principal. A técnica de controle de catação apresentou, no máximo, 23,90% de eficiência. Os inseticidas neonicotinóides usados para testar o efeito curativo mostraram-se eficientes na dosagem menor de Imidacloprido (Confidor 700WG) (100 g/ha). Já no teste preventivo, obteve-se 100% de mortalidade das larvas com todas as dosagens menores dos inseticidas (Actara, Confidor e Mospilan), avaliados neste estudo. Estas informações básicas sobre a biologia do podador-do-eucalipto contribuirão para melhorar as estratégias de manejo integrado desta praga.
This work deals to the biology and pest management aspects of the “Eucalypt-trimmer”, a new leaf beetle in the Brazilian eucalypt plantations. Works were developed under lab conditions (Temperature = 25.29 ± 0.20°C; RH = 78.26 ± 0.94%; photophase: scotophase = 10:14 hours). Insects were collected from cloned eucalypt in the Mucuri and Caravelas counties, Bahia State, Brazil, during November/2010 to February/2011 period. Females laid eggs, oblong shaped, smooth, membranous and translucent white- yellowish, 2.03±0.06 mm long and 1.0±0.04 mm wide; 4 to 5 days of incubation time. Larvae were 2.16 ± 0.05 mm, 3.11 ± 0.07 mm and 5.5 ± 0.15 mm long for the first, second and third instars, respectively. As a full grown larva, the insect leave the main shoot tip, where it developed, and drop down to the soil for pupation. Each larva built a chamber at 1.1cm deep in the soil, where it develops to a pupa. Eulophidae Westwood, 1929 and Pteromalidae Dalman, 1820 were killing larvae, and may useful as natural enemies in the biological control of this pest, under plantation conditions. The parasitoid Pseudosecodes Girault, 1915 is recorded for the first time as a natural enemy of this pest in the Neotropical Region. Young pupa was white-yellowish, dark becoming at final stage. Male differs from female by an protuberance located at the final portion of the female abdomen. Male pupae were 6.45 ± 0.61 mm long and 2.13 ± 0.11 mm wide; female pupae were 6.23 ± 0.68 mm long and 2.25 ± 0.17 mm wide. Pupal period ranged from 7 to 12 days. The adult remained for a period of 4 to 8 days in the pupal chamber before its emergence to the soil surface. Sex ratio was 1.52 males for each female. The sexual difference was verified, as well, by the absence of pre-mucro on the hind and medium legs in males. At laboratory, adults had tanatose, but did not copulate. After three months past from the insect attack to young plantations of Eucalyptus urophylla vs. E. grandis, damage resulted in significant difference for height and xvi diameter of the trees, and trunk malformation. As a maximum, we found seven pruned shoots per tree. Females pruned more side shoots than main shoots. “Hand collection” technique presented control efficiency by 23.90%. Neonicotinoid insecticides used to evaluate the curative effect were efficient at lower dose of imidacloprid (Confidor 700WG) (100g/ha). As a preventative test, we obtained 100% mortality of larvae with lower dosages of insecticides (Actara, Confidor and Mospilan). Such basic information about the biology of the eucalypt-trimmer will help to improve integrated management strategies for this new Brazilian pest in the eucalypt plantations.
Palavras-chave: Entomologia florestal
Besouro desfolhador
Podador-do-eucalipto
Forest entomology
Beetle defoliator
Eucalypt-trimmer
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::PARASITOLOGIA::ENTOMOLOGIA E MALACOLOGIA DE PARASITOS E VETORES
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Ciência entomológica; Tecnologia entomológica
Programa: Mestrado em Entomologia
Citação: LOJA, Pedro Emilio Cedeño. Biology and management of Chalcodermus bicolor Fiedler (Col.: Curculionidae: Molytinae), in eucalypt plantations. 2011. 99 f. Dissertação (Mestrado em Ciência entomológica; Tecnologia entomológica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3934
Data do documento: 27-Jul-2011
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.