Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4159
Tipo: Dissertação
Título: A trajetória da pesquisa e da intervenção em Biologia da Conservação: avaliação de projetos financiados pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente
Título(s) alternativo(s): Research and intervention trajectories in Biological Conservation: evaluating projects funded by National Environmental Fund
Autor(es): Lima, Flávia Pereira
Primeiro Orientador: Muniz, José Norberto
Primeiro avaliador: Doula, Sheila Maria
Segundo avaliador: Mendes, Sérgio Lucena
Terceiro avaliador: Soares, Jeferson Boechat
Quarto avaliador: Marco Junior, Paulo de
Abstract: A proposta dessa pesquisa é avaliar projetos de pesquisa científica e de intervenção financiados pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA),entre os anos de 1990 a 2003. A pesquisa de avaliação é comumente realizada em projetos que buscam mudanças sócio-econômicas, mas nesse trabalho ela foi utilizada para se compreender a pesquisa e a intervenção ambientais, tendo como unidade de análise projetos com características técnicas e científicas. A referência empírica foi o FNMA, um órgão do Ministério do Meio Ambiente que tem como missão a implementação da Política Nacional de Meio Ambiente. A área temática da investigação foi a Biologia da Conservação, reconhecida como uma disciplina de crise, oficializada na década de 1980. Tendo como referência a pesquisa avaliativa, se propôs nesse trabalho verificar: i) a evolução temporal das orientações em pesquisa e intervenção dos projetos, pela avaliação de 710 objetivos de projetos; ii) os conceitos de intervenção e de conservação utilizados, assim como a interação desses, pela avaliação de 118 objetivos de projetos da linha temática Manejo Sustentável da Flora e da Fauna; iii) a presença dos princípios de Biologia da Conservação (BC), da incorporação dos Princípios para a Conservação de Recursos de Biodiversidade e a inclusão de mecanismos de avaliação, pela avaliação de 30 projetos de demanda espontânea e induzida. Verificou-se que houve uma predominância de projetos com orientação intervencionista, existindo apenas 19,2% de projetos com objetivos de pesquisa e intervenção. A relação entre conceitos de pesquisa e conceitos de intervenção também é pequena, só sendo observada entre os conceitos de conservação ex situ e infra-estrutura e entre os de conservação de habitat e manejo de habitat. A maioria dos projetos é dirigida à manutenção da biodiversidade, motivados principalmente por valores intrínsecos de conservação. Dos sete Princípios para a Conservação de Recursos de Biodiversidade, apenas três estiveram presentes em mais de 50% dos projetos, sendo os que se remetiam ao reconhecimento da necessidade de conservação, da interação entre ciências naturais e sociais e que previam formas de comunicação. Em apenas um projeto foi verificada a existência de formas de avaliação. Esses resultados destacam que muitas das intervenções conservacionistas não estão sendo amparadas pelo conhecimento científico podendo resultar em ações simplistas na direção de objetivos conservacionistas. Além disso, deve-se considerar que na área da conservação biológica é indispensável que exista uma relação entre ciência natural e social para o não comprometimento das ações. Muitos dos problemas práticos não resolvidos poderiam tratados se questões sócias e biológicas fossem inseridas num contexto interdisciplinar. A formação dos pesquisadores também pode explicar a ênfase dada, nos projetos avaliados, ao objetivo de manutenção de biodiversidade, em detrimento dos que tratam de integridade biótica e saúde dos ecossistemas. Por sua vez, a baixa presença dos Princípios para a Conservação de Recursos de Biodiversidade reflete a existência de poucos trabalhos com uso sustentável de recursos naturais, área que exige o envolvimento de questões políticas e sociais, reforçando a necessidade de uma formação mais ampla dos conservacionistas. A falta de mecanismos de avaliação nos projetos dificulta saber o que realmente é efetivo em conservação, aumentando as incertezas sobre essa prática e comprometendo processos decisórios.
The research proposal is to evaluate the research and intervention projects funded by the National Environmental Fund, between 1990 and 2003. Usually, evaluation research concern is on changing socioeconomic projects, but here it is used to understand the research and intervention projects under environmental science. The empirical reference was restricted to the National Environmental Fund (NEF), an organization of the Ministry of Environment that has the implementation of the National Environmental Policy as its primary mission. The thematic area of this investigation was the Conservation Biology (CB), widely recognized as a crisis discipline, mainly established in the 1980 decade. Using evaluation research as general framework, the main objectives were : i) to verify the temporal development of the research and intervention orientation through the evaluation of 710 project objectives; ii) to verify the concepts applied to intervention and conservation as the interaction between them, through the evaluation of 118 project objectives of the sub-theme Sustainable Management of Fauna and Flora; iii) to verify the presence of the Conservation Biology Principles and the incorporation of the Principles for the Conservation of Wild Living Resources (considered an important framework for CB) and the inclusion of evaluation mechanisms through the evaluation of 30 spontaneous and inductive demands. It was observed a dominance of interventionist orientation, with only 19,2% of the projects with research and interventionist objectives. The relationship between concepts of research and intervention is weak, only observed between the concepts of ex situ conservation and infra-structure and between habitat conservation and habitat management. The majority of the projects are directed toward the maintenance of biodiversity, mainly motivated by intrinsic values for conservation. From the seven of the Principles for the Conservation of Wild Living Resources, only three were present in more than 50% of the projects, being those related to the recognizing the need for conservation, the interaction between natural and social sciences and the need for communication. In only one project it was verified the existence of mechanisms for project evaluation. These results highlighted that many conservationist interventions are not being based on the scientific knowledge, which could result in simplistic actions toward conservative ends. Besides, it should be considered that in Conservation Biology it is essential a close relationship between natural and social sciences. Many unresolved practical problems might be attended whether interrelation between biological and social questions could be faced within this interdisciplinary context. The researcher training tradition could also explain the emphasis on the biodiversity maintenance, in spite of Biological integrity and ecosystem heath. The low frequency of the Principles for the Conservation of Wild Living Resources also portraits the existence of few works in natural resource sustainable use, which demands the involvement of political and social questions, reinforcing the need for a open-minded education of the conservationists. The lack of evaluation mechanisms turns difficult to know what is effective in conservation terms, increasing the uncertainty about this practice and compromising the decision making process.
Palavras-chave: Fundo Nacional do Meio Ambiente
Biologia de conservação
Pesquisa
Diversidade biológica
National Environmental Fund
Biological conservation
Research
Biological diversity
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Instituições sociais e desenvolvimento; Cultura, processos sociais e conhecimento
Programa: Mestrado em Extensão Rural
Citação: LIMA, Flávia Pereira. Research and intervention trajectories in Biological Conservation: evaluating projects funded by National Environmental Fund. 2006. 124 f. Dissertação (Mestrado em Instituições sociais e desenvolvimento; Cultura, processos sociais e conhecimento) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4159
Data do documento: 20-Fev-2006
Aparece nas coleções:Extensão Rural

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf756,24 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.