Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4199
Tipo: Dissertação
Título: A filiação sindical rural da mulher: fator de empoderamento?
Título(s) alternativo(s): The union membership rural women: factor of empowerment?
Autor(es): Amorim, érika Oliveira
Primeiro Orientador: Pinto, Neide Maria de Almeida
Primeiro avaliador: Coimbra, Ana Lívia de Souza
Segundo avaliador: Ferreira Neto, José Ambrosio
Abstract: Essa pesquisa teve como objetivo analisar as possibilidades de empoderamento da mulher que vive no campo mediante a sua participação em esferas de representação política, tais como os sindicatos de trabalhadores rurais. Analisou-se se esta participação em esferas de representação política poderia ser mais determinante para o empoderamento das agricultoras familiares do que indicadores socioeconômicos como renda, escolaridade e propriedade de bens. Para tanto, adotou-se uma perspectiva comparativa ouvindo-se as mulheres sindicalizadas e as não sindicalizadas, que moravam tanto no campo quanto na cidade. A pesquisa partiu de duas hipóteses: a primeira, assumia que a participação das mulheres do meio rural em sindicatos de trabalhadores se constituía em uma forma de empoderamento, capaz de promover um processo de ressignificação da sua posição nos espaços públicos. Já a segunda, assumia que a participação das mulheres em uma organização coletiva como o sindicato dos trabalhadores rurais seria capaz de modificar as relações de gênero no âmbito familiar, gerando maior empoderamento para a mulher. A pesquisa foi realizada através de um survey, com entrevistas semiestruturadas, constando de questões abertas e fechadas. Foram aplicados 193 questionários: 97 com mulheres sindicalizadas e 96 com não sindicalizadas. Após a aplicação dos questionários realizou-se o processamento dos dados no software Statistical Package for Social Sciences (SPSS), submetendo-os às análises descritivas e de frequência. Foi identificado que sindicalizadas e não sindicalizadas alcançam empoderamento em esferas diferentes. As primeiras apresentaram indicadores de empoderamento na esfera pública enquanto as segundas evidenciaram indicadores relacionados ao empoderamento em âmbito privado.
This study aimed to examine the possibilities for empowerment of women living in the countryside through their participation in the spheres of political representation, such as rural workers unions. Examined whether participation in this sphere of political representation could be more important for the empowerment of the family farmers that indicators such as income, education and property ownership. To this end, we adopted a comparative perspective by listening to women unionized and non unionized, living both in the field or in the city. The research started from two assumptions: first, assumed that the participation of rural women in trade unions constituted a form of empowerment, able to promote a process of redefinition of their position in public spaces. The second, assumed that women's participation in a collective organization as the union of rural workers would be able to change gender relations within the family, leading to greater empowerment for women. The survey was conducted through a survey, with interviews, consisting of open and closed questions. 193 questionnaires were used: 97 women and 96 with non-unionized unionized. After the questionnaires took place in the data processing software Statistical Package for Social Sciences (SPSS), subjecting them to the descriptive analysis and frequency. It was identified that unionized and non unionized achieve empowerment in different spheres. The first had indicators of empowerment in the public sphere while the latter showed indicators related to empowerment in the private sphere.
Palavras-chave: Mulheres no campo - Brasil - Condições sociais
Sindicalismo
Mulheres na agricultura - Brasil
Agricultura familiar - Aspectos sociais
Gênero
Women in the field - Brazil - Social conditions
Unionism
Women in agriculture - Brazil
Family Agriculture - Social aspects
Gender
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::EXTENSAO RURAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Instituições sociais e desenvolvimento; Cultura, processos sociais e conhecimento
Programa: Mestrado em Extensão Rural
Citação: AMORIM, érika Oliveira. The union membership rural women: factor of empowerment?. 2012. 158 f. Dissertação (Mestrado em Instituições sociais e desenvolvimento; Cultura, processos sociais e conhecimento) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4199
Data do documento: 2-Jul-2012
Aparece nas coleções:Extensão Rural

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,43 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.