Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4362
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização morfológica e bioquímica de isolados de Clavibacter michiganensis subsp. michiganensis e avaliação de meios semi-seletivos para sua detecção
Título(s) alternativo(s): Morphological and biochemical characterization of Clavibacter michiganensis subsp. michiganensis and evaluation of semi- selective media for its detection
Autor(es): Lima, Hyanameyka Evangelista de
Primeiro Orientador: Oliveira, José Rogério de
Primeiro coorientador: Romeiro, Reginaldo da Silva
Segundo coorientador: Lopes, Carlos Alberto
Primeiro avaliador: Oliveira, Rosângela D arc de Lima
Segundo avaliador: Pereira, Olinto Liparini
Abstract: Seis meios semi-seletivos utilizados para detecção de Clavibacter michiganensis subsp. michiganensis (Cmm), desenvolvidos em outras localidades e relatados na literatura, foram avaliados quanto à sua eficácia em permitir o crescimento de 20 isolados de Cmm, provenientes de diferentes regiões do Brasil. Quando as substâncias antimicrobianas foram excluídas dos meios semi-seletivos, houve crescimento dos isolados de Cmm em todos os meios básicos. Quando da adição desses compostos, apenas os meios MB1M, D2ANX e KBT permitiram o crescimento dos isolados, indicando, que os isolados brasileiros apresentam sensibilidade a alguns compostos antimicrobianos usados nos meios semi-seletivos. Devido os meios SCM, mSCM e CNS terem reprimido o crescimento de todos os isolados de Cmm, estes não devem ser utilizados em estudos epidemiológicos no Brasil, tais como detecção em lotes de sementes. Avaliou-se a supressividade nos meios MB1M, D2ANX e KBT, sendo que todos foram mais eficientes que o meio padrão (meio 523) em suprimir o crescimento de contaminantes associados a sementes e folhas de tomateiro, em todas as amostras testadas. Realizou-se, também, a caracterização morfológica das colônias de cada isolado de Cmm nesses três meios semi- seletivos e no meio padrão. Houve variação no tamanho, cor e tempo necessário para formação das colônias nos diferentes meios. Porém, as características típicas das colônias, como forma circular, superfície elevada, textura lisa e bordos inteiros foram as mesmas para todos os isolados, em todos os meios. Assim, o formato de colônias é uma característica estável para a identificação do patógeno. Os testes diagnósticos realizados permitiram verificar a variabilidade bioquímica e fisiológica entre os isolados brasileiros, bem como em relação a outros isolados relatados na literatura. Algumas características se mostraram consistentes e devem, portanto, ser utilizadas na confirmação da identidade de isolados, após a comprovação da fitopatogenicidade. Estudos de reação de hipersensibilidade (HR) foram conduzidos em três espécies de plantas não-hospedeiras de Cmm, como: Mirabilis jalapa, Phaseolus vulgaris e Coffea arabica. Reações típicas de HR foram observadas somente em Mirabilis jalapa e Phaseolus vulgaris.
Six semi-selective media used for detection of Clavibacter michiganensis subsp. michiganensis (Cmm), developed elsewhere and reported in international literature, were evaluated for their efficacy to recover 20 Cmm isolates collected in different regions of Brazil. From these, only MB1M, D2ANX, and KBT allowed the growth of Cmm isolates, thus indicating differential resistance of Brazilian isolates to the antimicrobials used in the semi-selective media. Because they restrict the pathogen, the media SCM, mSCM and DCNS cannot be used for epidemiological studies in Brazil, such as detection on seed lots. MB1M, D2ANX and KBT also proved to be suppressive to contaminants associated with three tomato seed samples and two tomato leaf samples. The morphological characterization of colonies of each isolated was performed in these semi-selective media in comparison with the 523 media (Kado & Heskett, 1970). There was variation in the size, color and necessary time for formation of the colonies in the different semi-selective media. However, the typical characteristics of the colonies, as circular form, raised surface, smooth texture and smooth edges had been same for all the isolates, in all the semi-selective media. Thus, the format of colonies is a solid characteristic for the identification of Cmm. The biochemical tests proved to be useful to detect variability among the Brazilian isolates, as well among other isolates reported in the literature. The characteristics which showed consistency could be recommended for confirmation of the identity of Cmm isolates. In a complementary study, hypersensitivity reaction (HR) of all 20 Cmm isolates were positive on Mirabilis jalapa and Phaseolus vulgaris, but not on Coffea arabica.
Palavras-chave: Clavibacter michiganensis subsp. michiganensis
Morfologia
Cultura e meios de cultura
Metabolismo
Inoculação
Clavibacter michiganensis subsp. michiganensis
Morphology
Culture and culture media
Metabolism
Innoculation
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Etiologia; Epidemiologia; Controle
Programa: Mestrado em Fitopatologia
Citação: LIMA, Hyanameyka Evangelista de. Morphological and biochemical characterization of Clavibacter michiganensis subsp. michiganensis and evaluation of semi- selective media for its detection. 2008. 69 f. Dissertação (Mestrado em Etiologia; Epidemiologia; Controle) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4362
Data do documento: 22-Fev-2008
Aparece nas coleções:Fitopatologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf368,45 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.