Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4624
Tipo: Dissertação
Título: Uso da termometria de infravermelho na predição de tolerância ao calor em trigo em dois ambientes de cultivo
Título(s) alternativo(s): Use of infrared thermometry and the evaluation of agronomic traits in wheat cultivar heat tolerance prediction
Autor(es): Tobar, Laura Maritza Saavedra
Primeiro Orientador: Souza, Moacil Alves de
Primeiro avaliador: Araujo, Wagner Luiz
Segundo avaliador: Carneiro, José Eustáquio de Souza
Terceiro avaliador: Sediyama, Tocio
Abstract: Mesmo o trigo sendo originário de climas frios, o uso de cultivares adaptadas possibilita sua produção em regiões de climas tropicais, mas as altas temperaturas durante seu ciclo podem tornar um dos principais estresses abióticos, limitando seu bom desenvolvimento e, consequentemente, levando a diminuição drástica no potencial produtivo. A produção de trigo na região central do Brasil é afetada devido aos incrementos da temperatura que se apresentam durante os diferentes estados fenológicos da planta. Deste modo, o conhecimento de metodologias de acesso fácil e de uso prático, que sejam eficientes para a seleção de plantas em condições de campo é imprescindível para a identificação e a obtenção de cultivares com tolerância ao calor. O objetivo deste trabalho foi Avaliar a depressão da temperatura do dossel por meio do método da termometria infravermelha e caracteres agronômicos em cultivares de trigo, semeadas em vasos com solo e em cultivo convencional a fim de comparar o comportamento das cultivares nos dois ambientes, visando qual destas apresentam tolerância ao estresse de calor. O experimento foi conduzido na Estação Experimental Prof. Diogo Alves de Melo da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa-MG. Utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado. As cultivares avaliadas foram: Aliança, Anahuac, Embrapa 22, BRS 254, BRS 264 e BRS 207, sendo semeadas no final do mês junho com temperaturas variáveis ao longo do desenvolvimento das plantas. A depressão da temperatura no dossel não apresentou diferenças entre as cultivares. O efeito apresentado foi de local, o que foi atribuído ao fato de que, durante o desenvolvimento das plantas o ambiente não apresentou estresse acentuado pelo calor, considerando que a temperatura média do ar encontrava-se numa faixa entre 18 a 21° considerada adequada para o desenvolvimento da cultura de C, trigo. A ocorrência de ventos possivelmente reduziu a temperatura no dossel das plantas cultivadas em vasos, fazendo com que estas apresentassem maiores valores de depressão de temperatura em comparação com as plantas cultivadas no solo. Para a maioria dos caracteres agronômicos avaliados houve diferença significativa entre ambientes e entre cultivares, apresentando-se o ambiente nos vasos com maiores valores de médias, exceto o índice de colheita e massa de mil grãos que foram maiores no cultivo convencional.
Even though wheat is originated from cold climates, the use of adapted cultivars allows its production in regions with tropical climates, but high temperatures during the crop cycle may become one of the main factors that cause abiotic stress, limiting the well development of the plant and, consequently, a drastic decline in the productivity potential. The wheat production in the central region of Brazil is observed to have been affected because of the increases in temperature which are presented during the different phenological stages, becoming alike to the main limiting factor to its full development. The knowledge of methodologies that are easy to access and are of practical use, which are efficient for plant selection in field conditions is indispensable for the recognition and obtainment of cultivars with tolerance to heat. The objective of this work was to Evaluate canopy temperature depression through the use of infrared thermometry and agronomic traits in wheat cultivars, sown in pots with soil in through conventional cultivation with the intent to compare cultivar reaction to each environment, aiming to confirm which of these present tolerance to heat stress.The experiment was conducted at the Experimental Station Professor Diogo Alves de Melo - of the Federal University of Viçosa (UFV), Viçosa-MG. A completely randomized design was utilized. Six cultivars are utilized for use in the central region of Brazil: Aliança, Anahuac, Embrapa 22, BRS 254, BRS 264 and BRS 207. The cultivars were sown towards the end of July with varying temperatures throughout the development of the plant. There were no significant differences between cultivars when comparing the decline in the temperature of the evaluated plant organs. Only local effects were existent, which was attributed to the fact that, during the general culture development the average air temperature didn't reach values that are considered stressful, being found between 18 and 21° which is considered an C, ideal temperature range for wheat culture. The occurrence of winds may have reduced the canopy temperature of the plants sown in pots, which made these present higher temperature decline values when compared to plants cultivated in the environment's soil. Most of the agronomic traits evaluated present significant differences between environments and between cultivars, being that the pots' environment had the highest average values except for the harvesting index and the weight of one thousand grains, which were bigger in the conventional cultivation.
Palavras-chave: Termometria
Trigo
Tolerância ao calor
Thermometry
Wheat
Heat Tolerance
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: TOBAR, Laura Maritza Saavedra. Use of infrared thermometry and the evaluation of agronomic traits in wheat cultivar heat tolerance prediction. 2013. 40 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4624
Data do documento: 3-Dez-2013
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf700,12 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.