Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/4649
Tipo: Dissertação
Título: Variabilidade genética de acessos de tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill.) com base na avaliação de fotossíntese, partição de fotoassimilados e produção
Título(s) alternativo(s): Genetic variability of tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) accesses on the basis of the evaluation of the photosynthesis, partition of photoassimilates and production
Autor(es): Flores, Milton Edgar Pereira
Primeiro Orientador: Silva, Derly José Henriques da
Primeiro coorientador: Cano, Marco Antonio Oliva
Segundo coorientador: Vale, Francisco Xavier Ribeiro do
Primeiro avaliador: Casali, Vicente Wagner Dias
Segundo avaliador: Puiatti, Mário
Abstract: Foi avaliada a variabilidade genética de nove acessos de tomateiro de tipo indeterminado do Banco de Germoplasma de Hortaliças da Universidade Federal de Viçosa, com base na capacidade fotossintética (A), matéria seca total, partição de fotoassimilados e produção. Tendo sido utilizado como padrão de referencia o cultivar Santa Clara. O experimento foi conduzido em ambiente protegido e condições favoráveis de irrigação, nutrição e temperatura, em delineamento de blocos completos casualizados, com 10 tratamentos e 5 repetições. Mediu-se a fotossíntese, com analisador de gás por infravermelho LI-6400, entre 51 e 56 dias após do transplante (DAT). Aos 83 DAT e no final do ciclo produtivo foi determinado IAF. No final do ciclo produtivo foi obtida a massa seca dos frutos, folhas, caule e raiz por secagem em estufa a 75 ºC até peso constante. Os índices de partição de assimilados às folhas, caule, raiz e fruto foram calculados com base na fração da massa total seca e expressos em valores relativos. Os dados foram submetidos a analise de variância (F; p<0,01), teste de Tukey (p<0,05) e correlação de Pearson (r), utilizando o programa estatístico SAEG 9. Os resultados mostraram significativa variabilidade genética para todas as características avaliadas (Teste F; p< 0,01). Entre os acessos estudados não houve correlação alguma entre A, matéria seca total e produção. A correlacionou negativamente com IAF. Matéria seca e partição de assimilados não tiveram associação alguma. A partição de fotoassilados à parte vegetativa, compete fortemente com a dos frutos. Este conjunto de relações mostra que é possível ter plantas produtivas com menores IAF aos das atuais cultivares, se combinar, elevadas A e índices de partição aos frutos, permitindo visualizar um outro ideotipo de plantas que demandam menos recursos por unidade de planta com produtividade similares às atuais cultivares. Foram identificados acessos promissores para combinações favoráveis das características avaliadas.
The genetic variability of nine accesses of tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) of indeterminate type, of the Vegetable Germplasm Bank of the Viçosa Federal University was evaluated for photosynthetic capacity (A), dry matter, partitioning dry matter and yield, having been used as standard of the cultivating tomato the Santa Clara cultivar. The experiment was lead in protecting environment and favorable conditions of the irrigation, nutrition and temperature requirements, in randomized complete block design, with 10 treatments and 5 repetitions. It was measured photosynthesis with analyzer of gas for infra-red ray, LI-6400, between 51 and 56 days before of the transplanting (DBT). To the 83 DAT and in the end of the productive cycle (EPC), IAF was determined. In EPC the dry mass of the fruits, leaves, roots and shoots was gotten for drying in dryer equipment to 75ºC until constant weight. The partitioning index of leaves, shoot, root and fruit had been calculated that the reason between dry matter of each part and the dry matter total and expresses in relative values. The data had been submitted analyze of variance (F; p<0,01), test of Tukey (p<0,05) and Pearson correlation (r) using statistical software SAEG 9. The results had shown to genetics significant variability (test F, p<0,01) for all the evaluated characteristics. Was determined too, that not exist correlation between A, dry matter total and yield, but IAF correlated negatively with A. The assimilate partitioning to vegetative part competes strong with the one of the fruits. This showed that are possible to have productive plants with small IAF to the ones of the current tomato cultivate, if to combine high A and harvest index, being allowed to visualize one another ideotype of plants that demand little resources for similar unit of plant with current productivity cultivar. Promising accesses for favorable characteristics of the evaluated had been identified.
Palavras-chave: Tomate
Fotossíntese
Partição de fotoassimilados
Acessos
Variabilidade genética
Tomato
Photosynthesis
Partition of photoassimilates
Accesses
Genetic variability
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de
Programa: Mestrado em Fitotecnia
Citação: FLORES, Milton Edgar Pereira. Genetic variability of tomato (Lycopersicon esculentum Mill.) accesses on the basis of the evaluation of the photosynthesis, partition of photoassimilates and production. 2007. 58 f. Dissertação (Mestrado em Plantas daninhas, Alelopatia, Herbicidas e Resíduos; Fisiologia de culturas; Manejo pós-colheita de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/4649
Data do documento: 13-Mar-2007
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf299,08 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.