Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/5498
Tipo: Dissertação
Título: Mineralogia, suscetibilidade magnética e teores de fósforo e de elementos traço em Latossolos férricos e perférricos de Minas Gerais
Título(s) alternativo(s): Mineralogy, magnetic susceptibility and phosphorus and trace elements contents in ferric and hyper-ferric Oxisols of Minas Gerais
Autor(es): Camêlo, Danilo de Lima
Primeiro Orientador: Ker, João Carlos
Primeiro coorientador: Fontes, Maurício Paulo Ferreira
Segundo coorientador: Costa, Liovando Marciano da
Primeiro avaliador: Fernandes, Raphael Bragança Alves
Segundo avaliador: Andrade, Felipe Vaz
Abstract: Com o objetivo de quantificar a suscetibilidade magnética e os teores totais de elementos traço tanto na TFSA, como nas frações areia silte e argila, e avaliar a dessorção de P, pelos extratores Mehlich-1 e resina de troca iônica mista, foram coletados amostras de horizontes B de Latossolos Vermelhos férricos e perférricos desenvolvidos a partir de diferentes materiais de origem de Minas Gerais. As amostras foram caracterizadas física, química e mineralogicamente, com prioridade para as análises de suscetibilidade magnética e as extrações sequenciais com os extratores Mehlich-1 e resina de troca iônica mista. Os principais resultados foram: a) o valor 8 para a relação molar Fe2O3/TiO2, obtida a partir dos resultados da digestão sulfúrica, pode ser utilizado como limite para distinção de Latossolos Vermelhos desenvolvidos de itabirito daqueles derivados de tufito, basalto, diabásio, gabro e anfibolito; b) a constituição mineralógica da fração argila das amostras dos solos estudados é composta basicamente por caulinita, gibbsita, anatásio, goethita, hematita e maghemita; c) o coeficiente de correlação positiva a 1 % de significância (r = 0,94**) encontrado entre os valores de suscetibilidade magnética das frações areia e argila indicam que a maghemita nos solos estudados é formada a partir da oxidação da magnetita e o mesmo ocorre para suas formas titano-estruturais; d) os teores de Fe2O3 obtidos pelo ataque sulfúrico apresentaram correlação positiva a 1 % de probabilidade com os valores de suscetibilidade magnética, refletindo a importância do material de origem na manifestação das propriedades magnéticas dos solos estudados; e) os teores de Fe2O3 obtidos pela digestão sulfúrica e os valores de suscetibilidade magnética apresentaram tendências de correlação com o conteúdo de elementos traço, no entanto, não podem ser generalizadas para todos os materiais de origem; f) a substituição isomórfica de Fe3+ por Al3+ na estrutura da goethita foi superior à da hematita; g) a hematita apresentou morfologia predominantemente placóide em todos Latossolos Vermelhos e menor valor da área superficial específica em comparação a goethita, refletindo os maiores valores da dimensão média do cristal para a hematita; h) os coeficientes de correlação significativos e positivos observados entre os teores de Ca total e de P extraídos por Mehlich-1 (r = 0,96**) e por resina de troca iônica mista (r = 0,97**), confirmam a presença marcante de P-Ca em Latossolos Vermelhos desenvolvidos de tufito na região do Alto Paranaíba; e i) uma única extração com o extrator Mehlich-1 ou resina de troca iônica mista, não é suficiente para estimar o fator quantidade de P tanto em solos jovens quanto aqueles altamente intemperizados, pois extrações sucessivas com o mesmo extrator continuam retirando fósforo do solo.
Aiming to quantify the magnetic susceptibility and the total contents of trace elements both in the TFSA, as in sand, silt and clay fractions, and evaluate the desorption of P by Mehlich-1 and mixed ion exchange resin samples were collected B horizons of ferric and hyper-ferric Red Oxisols developed from different parent materials of Minas Gerais. The samples were characterized physically, chemically and mineralogically, with priority to the analysis of magnetic susceptibility and sequential extractions with Mehlich-1 and mixed ion exchange resin. The main results were: a) the value 8 to the molar ratio Fe2O3/TiO2, obtained from the results of digestion sulfur, can be used as a threshold for distinction of Red Oxisols developed itabirite those from tuffite, basalt, diabase, gabbro and amphibolites; b) the constitution mineralogical clay fraction of the soil samples studied is composed by kaolinite, gibbsite, anatase, goethite, hematite and maghemita; c) the correlation coefficient positive at 1 % significance level (r = 0.94**) found between the values of magnetic susceptibility of sand and clay fractions indicate that maghemite in the soils is formed from the oxidation of magnetite and the same goes for their titano-structural forms; d) the contents of Fe2O3 obtained by sulfuric attack presented positive correlation at 1 % probability to the values of magnetic susceptibility, reflecting the importance of the parent material in the manifestation of the magnetic properties of soils; e) the contents of Fe2O3 obtained by sulfuric digestion and magnetic susceptibility values exhibited trends of correlation the content of trace elements, however, cannot be generalized for all parent materials; f) the isomorphous substitution of Fe3+ by Al3+ in the structure of the goethite was higher to hematite; g) the hematite showed morphology predominantly placoid in all Red Oxisols and lower value of specific surface area compared to goethite, reflecting the higher values of the crystal medium dimension to hematite; h) the correlation coefficients significant and positive observed between the Ca total levels and of P extracted by Mehlich-1 (r = 0.96**) and mixed ion exchange resin (r = 0.97** ), confirm the strong presence of P-Ca in Red Oxisols developed tuffite in Alto Paranaíba region; and i) a single extraction with the Mehlich-1 or mixed ion exchange resin extractor, is not sufficient to estimate the amount factor of P both young soils and those highly weathered, for successive extractions with the same extractant continue removing phosphorus from soil.
Palavras-chave: Suscetibilidade magnética
Mehlich-1
Resina mista
Magnetic susceptibility
Mehlich-1
Mixed resin
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,
Programa: Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas
Citação: CAMÊLO, Danilo de Lima. Mineralogy, magnetic susceptibility and phosphorus and trace elements contents in ferric and hyper-ferric Oxisols of Minas Gerais. 2013. 122 f. Dissertação (Mestrado em Fertilidade do solo e nutrição de plantas; Gênese, Morfologia e Classificação, Mineralogia, Química,) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/5498
Data do documento: 8-Fev-2013
Aparece nas coleções:Solos e Nutrição de Plantas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,38 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.