Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6258
Tipo: Dissertação
Título: Capacidade institucional de apoio à inovação dos Institutos Federais e das Universidades Federais no estado de Minas Gerais: um estudo comparativo
Institutional capacity to support innovation of Federal Institutes and Federal Universities in Minas Gerais: a comparative study
Autor(es): Rodrigues, Flávia Couto Ruback
Abstract: A Teoria da Hélice Tripla (HT), desenvolvida por Henry Etzkovitz e Loet Leydesdorff em meados dos anos 1990, descreve o modelo de inovação com base na relação governo-universidade-indústria. Nesse contexto, as atribuições dos Institutos Federais (IFs) e as Universidades Federais (UFs) – Instituições de Ciência e Tecnologia - vão além do ensino e pesquisa, pois, além de criarem e difundirem o conhecimento, elas incorporam a responsabilidade de colaborar para o desenvolvimento econômico por meio da criação de conhecimento científico e tecnológico aplicado, contribuindo diretamente para a inovação. Com a finalidade de gerir a política de inovação e propriedade intelectual das ICTs, em 2004 foi promulgada a Lei de Inovação, que criou os Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs). Esses órgãos se configuram como uma interface entre as ICTs e o ambiente produtivo. Sabe-se que IFs e UFs possuem suas peculiaridades, apesar de serem consideradas ICTs e estarem regidas sob a mesma Lei de Inovação. A diferença mais notória entre as duas está relacionada à oferta de vagas, uma vez que os IFs devem reservar, no mínimo, metade de suas vagas para a educação profissional técnica de nível médio. Assim sendo, o objetivo desta pesquisa é analisar, comparativamente, como tem sido o apoio à inovação dos IFs e das UFs situados no estado de Minas Gerais nas questões de inovação, propriedade intelectual e transferência de tecnologia. A autora parte da suposição que, apesar dos IFs representarem um modelo institucional voltado para a pesquisa aplicada, inovação e transferência de tecnologia, acredita-se que eles não estejam tão bem preparados quanto às UFs para assumir esse preponderante papel na chamada economia do conhecimento em função da pouca maturidade daqueles e, consequentemente, pelo fato de suas estruturas organizacionais ainda estarem sendo consolidadas. Quanto ao recorte da pesquisa, foram entrevistados os coordenadores dos NITs dos IFs e das UFs situados em Minas Gerais. Também foram utilizadas fontes documentais, tais como regulamentos e regimentos. Diante do exposto, espera-se que os resultados deste trabalho possam nortear a formulação de políticas para os grupos de atores que compõem o estudo.
The Theory of Triple Helix (TH), developed by Henry Etzkovitz and Loet Leydesdorff in the mid-1990s, describes the innovation model based on the relation government- university-industry. In this background, the responsibilities of Federal Institutes (FIs) and the Federal Universities (FUs) - Institutions of Science and Technology (ICTs) - go beyond education and research, because, in addition to disseminate knowledge, they have the responsibility to contribute to the economic development through scientific and technological knowledge applied, directly contributing to innovation. In order to manage innovation policy and intellectual property of ICTs, in 2004 was enacted Innovation Law, which created the Technological Innovation Centers (TICs). These centers act as an interface between ICTs and the productive environment. It is known that FIs and FUs have their peculiarities, although they are considered ICTs and they are under the same Innovation Law. Therefore, this research aim is to analyze, comparatively, how has been the innovation support of the FIs and FUs located in Minas Gerais state about innovation, intellectual property and technology transfer. The author says that, despite the IFs represent an institutional model for applied research, innovation and technology transfer, it is believed that they are not as well prepared as the FUs to take on this important role in the so-called knowledge economy due to the lack of maturity and consequently by the fact that their organizational structures are still being consolidated. As for the excerpt of the research, the coordinators of TICs of FIs and FUs located in Minas Gerais. Furthermore, were used secondary data sources, such as rules and regulations. As presented, it is expected that this study results can lead the formulation of specific policies for groups of figures that are the study focus.
Palavras-chave: Universidades públicas
Universidades e faculdades
Inovação tecnológica
CNPq: Administração Pública
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: RODRIGUES, Flávia Couto Ruback. Capacidade institucional de apoio à inovação dos Institutos Federais e das Universidades Federais no estado de Minas Gerais: um estudo comparativo. 2015. 146f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6258
Data do documento: 30-Mar-2015
Aparece nas coleções:Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,23 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.