Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7036
Tipo: Dissertação
Título: Retardantes de crescimento na produção, qualidade e plasticidade anatômica de roseiras de vaso
Growth retardants in the production, quality and leaf plasticity of potted roses
Autor(es): Carvalho, Maristela Pereira
Abstract: A aplicação da maioria dos retardantes de crescimento, como paclobutrazol e daminozide, em espécies ornamentais, bloqueia etapas da via de biossíntese das giberelinas. O uso desses retardantes tem se revelado uma metodologia adequada para a manipulação da arquitetura de plantas de maior porte cultivadas em vasos, sem diminuição da produtividade. Objetivou-se com este estudo avaliar a produção, qualidade floral e os efeitos fisiológicos de cultivares de roseira (Yellow Terrazza® e Shiny Terrazza®) cultivadas em vaso em função da aplicação no substrato de doses de paclobutrazol (0; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 mg/vaso); e detectar as alterações anatômicas quantitativas e os teores de clorofila das folhas de cultivares de roseira (Yellow Terrazza® e Red White Terrazza®) cultivadas em vaso em função da pulverização de doses de paclobutrazol (0, 40, 60, 80 mg L-1) em um experimento, e de doses de daminozide (0, 2000, 4000, 6000, 8000 mg L-1) em outro. Os experimentos foram conduzidos em casa de vegetação e os tratamentos dispostos em esquema fatorial (cultivares x doses dos retardantes), em delineamento de blocos casualizados. Os dados foram submetidos à análise de variância e ajustadas equações de regressão para o efeito das doses dos retardantes com uso de variáveis indicadoras (Dummy). Nas cultivares Yellow Terrazza® e Shiny Terrazza®, com o aumento da dose de paclobutrazol aplicado no substrato, houve redução da produção de matéria seca da parte aérea e de folhas, área foliar, altura das plantas, altura do botão e diâmetro floral, e incremento da fotossíntese, transpiração, condutância estomática, teor de clorofila total e longevidade floral. Com aplicação foliar de paclobutrazol e daminozide, as cultivares Yellow Terrazza® e Red White Terrazza® apresentaram plasticidade anatômica da lâmina foliar. As maiores alterações foram observadas no tecido parenquimático. O aumento da dose pulverizada de paclobutrazol e daminozide para ambas cultivares promoveu mudanças na proporção dos tecidos, aumentando a espessura da lâmina foliar, mesofilo e dos parênquimas paliçádico e lacunoso, além dos teores de clorofila. A aplicação via substrato de paclobutrazol foi eficiente em reduzir a altura, conferindo relação harmoniosa entre a planta e o vaso, sem causar sintomas de toxidez. Sugere-se a aplicação no substrato de 2 mg/vaso de paclobutrazol para Yellow Terrazza® e Shiny Terrazza® cultivadas em vasos.
The application of most growth retardants such as paclobutrazol and daminozide in ornamental species, blocks steps in the gibberellins biosynthesis. The use of these growth retardants have been shown to be a suitable method for manipulating the architecture of large size plants grown in pots, without reducing productivity. The objective of this study was to evaluate the production, flower quality and physiological effects of rose cultivars (Yellow Terrazza® and Shiny Terrazza®) grown in pots in function of paclobutrazol doses (0, 0.5, 1.0, 1.5 and 2.0 mg/pot) applied in drench; and detect quantitative anatomical and the chlorophyll content of leaves of rose cultivars (Yellow Terrazza® and Red White Terrazza®) grown in pots in function of the spraying of paclobutrazol doses (0, 40, 60, 80 mg L-1) and daminozide doses (0, 2000, 4000, 6000, 8000 mg L-1). The experiments were conducted in a greenhouse and the treatments were arranged in a factorial scheme (genotype x retardant doses) in a randomized block design. Data were subjected to analysis of variance and regression equations were adjusted for the effect of retardant doses with the use of Dummy variables. In the cultivars Yellow Terrazza® and Shiny Terrazza®, the increasing of paclobutrazol doses applied in drench decreased the shoot and leaf dry matter production, leaf area, plant height, height and flower diameter also increased photosynthesis, transpiration, stomatal conductance, chlorophyll content and flower longevity. With foliar application of paclobutrazol and daminozide, cultivars Yellow Terrazza® and Red White Terrazza® showed leaf anatomical plasticity. The larger alterations were observed in the parenchyma tissue. Increasing the paclobutrazol and daminozide doses sprayed for both cultivars promoted changes in the proportion of tissues by increasing the leaf, mesophyll, palisade and spongy parenchyma thickness also chlorophyll content. The application of paclobutrazol in drench was effective in reducing the height, giving a harmonious relationship between plant and pot, without phytotoxicity. We suggest the application of 2 mg/pot of paclobutrazol in drench to potted Yellow Terrazza® and Shiny Terrazza® cultivars.
Palavras-chave: Plantas - Reguladores
Rosa hybrida
Cultivo em vaso
Paclobutrazol
Daminozide
Plantas ornamentais
Fotossíntese
Clorofila
CNPq: Fitotecnia
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: CARVALHO, Maristela Pereira. Retardantes de crescimento na produção, qualidade e plasticidade anatômica de roseiras de vaso. 2010. 54f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7036
Data do documento: 30-Mar-2010
Aparece nas coleções:Fitotecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo880,27 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.