Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7163
Tipo: Dissertação
Título: Influência da suplementação de ferro e vitaminas hematopoiéticas (vitamina B12 e ácido fólico) no tempo de recuperação do hematócrito em cães após doação de sangue
The influence of iron supplementation and hematopoietic vitamins (vitamin B12 and folic acid) in the recovery time of the hematocrit levels in dogs after blood donation
Autor(es): Baeta, Juliana Santana Valente
Abstract: Este trabalho teve como objetivo determinar o período de recuperação do hematócrito de cães doadores após múltiplas doações de sangue, além de avaliar a resposta reticulocitária de animais suplementados e não suplementados com ferro e vitaminas de influência hematopoiética. Para isto, foram utilizados 10 cães adultos, de ambos os sexos, com peso variando entre 25 e 30 kg, de comportamento dócil, com hematócrito igual ou superior a 40% e em boas condições de saúde. Os animais foram separados em dois grupos, contendo cinco cães cada, sendo um grupo (G1) formado por cães que não receberam suplementação de vitaminas e minerais, além das contidas na alimentação e o outro grupo (G2) formado por cães que receberam suplementação à base de ferro e vitaminas do complexo B. Foram realizadas três coletas de 16 ml/kg de sangue de cada animal em intervalos de 15 dias entre as coletas. Foi mensurado o hematócrito antes de cada doação (T0) e imediatamente após a doação (T1) seguidas de mensurações diárias, em conjunto com a contagem de reticulócito, até que os animais recuperassem o hematócrito inicial. A análise dos resultados mostrou redução significativa de até 2% do hematócrito de T0 para T1, no entanto a redução máxima só pode ser observada pós 24 horas. O grupo dos animais não suplementados apresentou o início de recuperação do hematócrito no quarto dia, na primeira e na segunda doação, porém na terceira doação essa recuperação iniciou no quinto dia. Já o grupo dos animais suplementados apresentou o início de recuperação no quarto dia após primeira coleta, porém na segunda e terceira doação a recuperação iniciou no terceiro dia. Os cães não suplementados recuperaram o hematócrito após 10 dias da doação, enquanto os cães suplementados em apenas 7 dias. A análise dos reticulócitos mostrou que o grupo que não recebeu suplementação atingiu pico de produção em 5 dias enquanto o grupo que recebeu suplementação atingiu o pico em 3 dias. Os valores máximos de reticulócitos não foram afetados pelo tratamento. Entretanto, houve diminuição desses valores entre a segunda e a terceira doação e entre a primeira e a terceira para ambos os grupos. Conclui-se que os cães do grupo suplementado apresentaram uma recuperação do hematócrito mais rápida após a doação, além disto, os cães foram capazes de doar 3 vezes em intervalos de 15 dias sem danos aparentes a saúde, embora aparentemente houvesse indício desgaste medular.
This present work aimed at determining the recovery period of the hematocrit level in blood donor dogs after multiple blood donations. It also intended to evaluate the reticulocyte response in animals receiving and animals not receing supplementation with iron and vitamins of hematopoietic influence. For this purpose, 10 adult dogs of both sexes were studied. Their weights varied between 25 and 30 kg, all of them were well behaved and docile, with the hematocrit levels at 40% or higher, and all in perfect good health. The animals were divided into two groups, with five dogs in each. The first group (G1) consisted of dogs that did not receive any supplementation of vitamins and minerals in addition to the ones already contained in their diet. The second group (G2) was formed by dogs that received iron and B complex vitamin supplementation. There were three blood collections of 16 ml/kg each, in each animal, every 15 days. The hematocrit was measured immediately before each donation (T0) and immediatly after as well (T1). In the following days the hematocrit and reticulocyte were measured to the point when the animals recovered their initial levels of hematocrit. The analysis of the results revealed a significant hematocrit decline of up to 2% from T0 to T1. However, the maximum reduction could only be noticed after 24 hours. The group of animals without supplementation exhibited the begining of hematocrit recovery in the fourth day in the first and second donations. However, in the third donation the recovery only started in the fifth day. In the group of animals with supplementation the begining of the recovery was observed in the fourth day after the first donation, but in the second and third donations the recovery began in the third day. The dogs that did not receive the supplementation recovered the hematocrit levels 10 days after the donations, while the dogs that received the supplementation recovered the initial volume in just 7 days. The analysis of the reticulocyte showed that the group that did not receive the supplementation reached a reticulocyte production peak in approximately 5 days, whereas the group that received the supplementation reached the production peak in approximately 3 days. The maximum values of reticulocyte were not affected by the treatment. However, there was a decrease of those values between the second and the third donation and between the first and the third donation in both groups. Thus, it can be concluded that the dogs from the group that received the supplementation showed time optimization in their blood recovery after each donation. Furthermore, the dogs were able to donate blood 3 times in an 15-day interval with no apparent damage the their health.
Palavras-chave: Hematologia veterinária
Cães
Doadores de sangue
Sangue - Transfusão
CNPq: Medicina Veterinária
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: BAETA, Juliana Santana Valente. Influência da suplementação de ferro e vitaminas hematopoiéticas (vitamina B12 e ácido fólico) no tempo de recuperação do hematócrito em cães após doação de sangue. 2015. 30f. Dissertação (Mestrado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7163
Data do documento: 22-Set-2015
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo552,63 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.