Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7225
Tipo: Dissertação
Título: Análise citogenética de Thrichomys apereoides (Lund, 1839) E Kannabateomys amblyonyx (Wagner, 1845) (Rodentia, Echimydae) provenientes do Estado de Minas Gerais, Brasil
Análise citogenética de Thrichomys apereoides (Lund, 1839) E Kannabateomys amblyonyx (Wagner, 1845) (Rodentia, Echimydae) provenientes do Estado de Minas Gerais, Brasil
Autor(es): Rabelo, Pedro Henrique Fonseca
Abstract: A família Echimyidae é uma das famílias de maior diversidade taxonômica, morfológica e ecológica dentre os roedores, com 20 gêneros e 90 espécies válidas. Os roedores possuem alta variabilidade cariotípica, permitindo que os dados citogenéticos contribuam com a descoberta de novas espécies ou de grupos de espécies mais aparentadas, além de permitirem estudos de variação geográfica intra-específicos. O seguinte trabalho teve como objetivo realizar o estudo citogenético em Kannabateomys amblyonyx (N=2) em Minas Gerais e a descrição cariotípica da população de Thrichomys apereoides (N=10) coletado em Lagoa Santa (MG). Foram realizadas as técnicas de coloração com Giemsa, bandeamento CBG, Ag-NOR e hibridizações in situ (FISH) com sondas de DNAs repetitivos microssatélites GA (15), CA (15) e CAA (10) em K. amblyonyx e GA (15), CGG (10) e GAG (10) em T. apereoides. Kannabateomys amblyonyx apresentou 2n=98 cromossomos, com 13 pares metacêntricos, 2 submetacêntricos e 33 acrocêntricos, X metacêntrico e Y acrocêntrico. Thrichomys apereoides apresentou 2n=28, com 11 pares de metacêntricos, 1 submetacêntrico, 1 acrocêntrico, X acrocêntrico e Y submetacêntrico. A Ag-NOR apresentou marcação telomérica no par 8 em K. amblyonyx e na constrição secundária do par 2 em T. apereoides. O bandeamento CBG apresentou padrões de heterocromatina nas regiões pericentroméricas dos autossomos e o Y totalmente heterocromático em ambas as espécies, marcação pericentromérica no cromossomo X de K. amblyonyx e intersticial em T. apereoides. Todas as sondas de DNA microssatélite se acumularam em regiões intersticiais em diferentes pares cromossômicos em K. amblyonyx, enquanto T. apereoides apresentou padrões geralmente associados às regiões heterocromáticas. Os resultados ampliaram o conhecimento citogenético das citadas espécies, com rearranjos como fusões/fissões e inversões sendo importantes nas mudanças cariotípicas de ambas as espécies. A adição de novas técnicas de bandeamento e hibridização permitiu comparações citogenéticas com grupos mais próximos, definindo os caminhos da evolução cromossômica de ambas as espécies.
The Echimyidae family is one of the families with largest taxonomic, morphological and ecological diversity among rodents, with 20 genera and 90 valid species. Rodents have a high variable karyotypes, so cytogenetic data contribute to the discovery of new species or more groups of related species, as well as allowing specific study of intra- geographic variation. The following study conducted the cytogenetic study of Kannabateomys amblyonyx (N = 2) in Minas Gerais and the karyotype description of the population of Thrichomys apereoides (N = 10) collected in Lagoa Santa (Minas Gerais), its type locality. The techniques performed were Giemsa staining, CBG banding, Ag-NOR and in situ hybridization (FISH) with microsatellite repetitive DNA probes GA (15) , CA (15) and CAA (10) in K. amblyonyx and GA (15) , CGG (10) and GAG (10) in T. apereoides. Kannabateomys amblyonyx presented 2n = 98 chromosomes, with 13 metacentric pairs, 2 submetacentric and 33 acrocentric, metacentric X and Y acrocentric. Thrichomys apereoides presented 2n = 28, with 11 pairs of metacentric, 1 submetacentric, 1 telocentric, acrocentric X and Y submetacentric. The Ag-NOR presented telomeric marking at the pair 8 in K. amblyonyx and on the secondary constriction on pair 2 in T. apereoides. The CBG banding patterns showed heterochromatin in the pericentromeric regions of autosomes and the Y totally heterochromatic in both species, pericentromeric marking on chromosome X in K. amblyonyx and interstitial in T. apereoides. All microsatellite DNA probes have built up in interstitial regions in different chromosome pairs in K. amblyonyx while T. apereoides presented repetitive DNA patterns usually associated with heterochromatic regions. The results expanded the cytogenetic knowledge of the above species with rearrangements, such as fusions/fissions and inversions, important factors on karyotype changes in the evolution of both species. The addition of new techniques of banding and hybridization allowed cytogenetic comparisons with nearby groups, defining the ways of chromosomal evolution of both species.
Palavras-chave: Roedores
Citogenética
Thrichomys apereoides
Kannabateomys amblyonyx
CNPq: Taxonomia dos Grupos Recentes
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: RABELO, Pedro Henrique Fonseca. Análise citogenética de Thrichomys apereoides (Lund, 1839) E Kannabateomys amblyonyx (Wagner, 1845) (Rodentia, Echimydae) provenientes do Estado de Minas Gerais, Brasil. 2015. 49 f. Dissertação (Mestrado em Biologia Animal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2015.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7225
Data do documento: 19-Out-2015
Aparece nas coleções:Biologia Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,24 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.