Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8218
Tipo: Dissertação
Título: Crenças, motivações e identidades de alunos de língua inglesa de uma escola particular
Beliefs, motivations and identities of english learners of a private school
Autor(es): Oliveira, BRUNA MARTINS DE
Abstract: Diversos estudos (ANDRADE, 2004; BARCELOS, 2006, 2008; COELHO, 2005; LIMA & CANDIDO-RIBEIRO, 2014, ZOLNIER, 2007) têm investigado as crenças comuns a respeito da aprendizagem de inglês em escolas regulares, trazendo informações interessantes sobre o que os alunos acreditam. Entretanto, esses estudos não investigam a relação entre crenças, motivações e identidades de alunos de escolas particulares. Esta pesquisa vem suprir parte dessa lacuna, tendo em vista a estreita relação entre crenças e identidades (BARCELOS, 2015) e motivação (DÖRNYEI 2005; DÖRNYEI & USHIODA, 2009; DÖRNYEI & KUBANYIOVA, 2014), bem como a escassez de estudos em contextos de escolas particulares. O objetivo geral foi identificar as crenças e as motivações de alunos do ensino médio de uma escola particular e como estas se relacionam com suas identidades de usuários de língua inglesa (LI). O referencial teórico baseou-se nos estudos de crenças sobre ensino e aprendizagem de línguas (BARCELOS, 2011, 2015; PITKÃNEN-HUHTA & NIKULA, 2014; KEHRWALD, 2013), motivação (DÖRNYEI, 2005, 2008; DÖRNYEI & USHIODA, 2009; DÖRNYEI & KUBANYIOVA, 2014; FALOUT, 2013), comunidades imaginadas (MURPHEY & JIN & LI-CHIN, 2005; OLIVEIRA & PAIVA, 2011) e identidades (BOHN, 2005; MASTRELLA-DE-ANDRADE, 2007, 2011; MOITA LOPES, 2002; NORTON, 2000, 2013). Os instrumentos de coleta de dados utilizados foram dois questionários, uma narrativa escrita, uma narrativa visual e uma entrevista. A análise de dados seguiu os parâmetros de Patton (1990), Creswell (1998) e Guba (1985) por meio da redução, da codificação dos dados e do agrupamento das unidades similares em categorias que foram revisadas continuamente. Os resultados sugerem que as crenças dos aprendizes estão relacionadas à motivação para aprender a LI e as identidades de usuários da LI. Essa motivação, por sua vez, está relacionada às crenças sobre a LI como língua universal e todos os benefícios advindos desse status, tais como o uso dessa LI em situações fora da escola, nas mídias em viagens, no mercado de trabalho e intercâmbios.
Different studies (Andrade, 2004; Barcelona, 2006, 2008; Coelho, 2005; Lima & Candido-Ribeiro, 2014 Zolnier, 2007) have investigated the common beliefs about English learning in regular schools, bringing interesting information on the beliefs of students. However, these studies have not investigated the relationship between beliefs, motivations and identities of private school students. This research intends to fill part of this gap based on the close relationship between beliefs about language learning, identities (Barcelos, 2015) and motivation (Dörnyei, 2005; Dörnyei & Ushioda, 2009; Dörnyei & Kubanyiova, 2014) as well as the lack of studies in the context of private schools. The general objective was to identify the beliefs and motivations high school students from a private school have and how they relate to their identities as English users. The theoretical framework was based on studies of beliefs about language learning (BARCELOS, 2011, 2015; PITKÃNEN- Huhta & NIKULA, 2014; KEHRWALD, 2013) motivation (DÖRNYEI, 2005, 2008; DÖRNYEI & Ushioda, 2009; DÖRNYEI & KUBANYIOVA, 2014; FALOUT, 2013) imagined communities (Murphey & JIN & LI-CHIN, 2005; OLIVEIRA & PAIVA, 2011) and identities (BOHN, 2005; Mastrella-DE-ANDRADE, 2007, 2011; MOITA LOPES, 2002; Norton, 2000, 2013). The data collection instruments were two questionnaires, a written narrative, visual narrative and an interview. Data analysis followed the parameters of qualitative research by reducing data, coding and grouping of similar units in categories that were revised continuously (Patton, 1990, Creswell, 1998 and Guba, 1985). The results suggested that learners’ beliefs were related to their motivation to learn English as well as to their identities as English users. This motivation, in turn, was related to their beliefs about the English language as a universal language and all the benefits that derive from that status, such as the use of English in situations outside the school, in the media, travelling, the labor market and interchange opportunities.
Palavras-chave: Estudante - Aspectos psicológicos
Língua inglesa - Estudo e ensino
Escolas particulares
CNPq: Lingüística, Letras e Artes
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: OLIVEIRA, BRUNA MARTINS DE. Crenças, motivações e identidades de alunos de língua inglesa de uma escola particular. 2016. 137 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8218
Data do documento: 31-Mar-2016
Aparece nas coleções:Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo4,01 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.