Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8540
Tipo: Dissertação
Título: Frutas alimentícias não convencionais da zona rural de Viçosa, Minas Gerais: levantamento etnobotânico e valor nutricional
Unconventional edible fruits from the rural area of Viçosa, Minas Gerais: an ethnobotanical survey and its nutritional value
Autor(es): Paula Filho, Galdino Xavier de
Abstract: Estudos etnobotânicos e nutricionais são necessários para o resgate e registro do potencial disponível na flora nativa, que podem ser utilizados como recursos alimentícios e medicinais, e contribuir com a segurança e soberania alimentar da população. Objetivou-se realizar levantamento etnobotânico (estudo 1) e investigar o valor nutricional de frutas não convencionais (estudo 2) na zona rural do município de Viçosa, Minas Gerais. O estudo 1 foi realizado de outubro a dezembro de 2012, visitando in loco as comunidades, por meio de entrevistas semi-estruturadas, totalizando nove comunidades rurais caracterizadas predominantemente por vegetação de fragmentos florestais e de pastagem. Trabalhou-se com um universo de 20 entrevistados compostos por 75% de pessoas acima de 65 anos, sendo que 80% residiam na localidade há mais de 30 anos. As espécies de frutas alimentícias não convencionais foram coletadas junto aos informantes e, posteriormente, fez-se a identificação botânica, encontrando-se 23 frutas não convencionais pertencentes a 11 famílias botânicas, sendo a família Myrtaceae a mais representativa (sete espécies). A maioria das espécies citadas (87%; n=20) ocorre de forma espontânea e 13%; (n=3) era cultivada em pomares. As espécies com maior frequência relativa de citação foram jabuticaba de rama (Diclidanthera elliptica Miers.), maracujá mirim (Passiflora vitifolia L.) e maracujá do mato (Passiflora amethystina J. C. Mikan). Os índices de diversidade encontrados (Shannon-Wiener = 1,38 e equidade de Pielou = 0,84) indicam que há riqueza dessas espécies nas localidades pesquisadas e que o conhecimento está uniformemente distribuído entre os informantes. No estudo 2 investigou-se o valor nutricional das espécies: ananás do mato (Ananas bracteatus (Lindl.), var. albus); coco licuri (Syagrus coronata (Mart.) Becc.) (polpa e amêndoa), melão croá (Sicana sphaerica Vell.) e maracujina (Sicana odorifera Naud.). Determinou-se as características físicas (massa, diâmetro, comprimento e rendimento), a composição química e centesimal, a ocorrência e a concentração de carotenoides ( - - -criptoxantina e licopeno), vitamina C (ácido ascórbico e ácido desidroascórbico), vitamina E ( óis e tocotrienóis) e minerais (P, K, Ca, Mg, Cu, Mn, Fe, Zn, Cr, Na, Se, e Mo). Acidez titulável foi realizada por volumetria de neutralização. O potencial hidrogeniônico foi determinado por medida direta de pH. Vitamina C e carotenoides foram analisados por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), com detector de arranjo de diodos e vitamina E por CLAE, com detecção por fluorescência. Os minerais foram analisados por espectrometria de emissão atômica em plasma indutivamente acoplado (ICP-AES). O rendimento da polpa das frutas variou entre 39,6 e 66,2% para a amêndoa do coco licuri e o melão croá, respectivamente. Os sólidos solúveis nas frutas variaram de 4 oBrix (maracujina) a 16 oBrix (ananás do mato). A umidade variou entre 30 e 83 g 100g-1, para coco licuri (amêndoa) e melão croá, respectivamente. O coco licuri (polpa) apresentou a maior concentração de fibra alimentar (6,1 g 100g-1). A concentração de lipídios variou de 0,72 g 100g-1 no melão croá a 44,2 g 100g-1 no coco licuri (amêndoa). A densidade calórica variou de 62,5 kcal 100g-1 no melão croá, a 486,8 kcal 100g-1 no coco licuri (amêndoa). As maiores concentrações de carotenoides foram observadas no coco licuri (polpa) (9,2 mg 100g-1) (p<0,05), o qual mostrou-se excelente fonte de vitamina A. O ananás do mato mostrou-se boa fonte de vitamina C, sendo observada concentração de 18,7 g 100g-1. A maior concentração de vitamina E foi encontrada na amêndoa de coco licuri (1.302 μg 100g-1). O ananás do mato foi considerado fonte de Zn e excelente fonte de Cu, Fe, Mn e Mo. A polpa do coco licuri foi considerada fonte de Zn e excelente fonte de Cu, Fe, Mn, Cr e Mo. A amêndoa do coco licuri foi considerada fonte de Fe, boa fonte de Cu e excelente fonte de Mn e Mo. A maracujina foi considerada fonte de Zn e excelente fonte de Cu, Fe e Mo. O melão croá foi considerado boa fonte de Zn e excelente fonte de Cu, Fe e Mo. Verificou-se que na zona rural de Viçosa ainda encontram-se diferentes espécies de frutas alimentícias não convencionais, cujo conhecimento sobre as mesmas concentra-se nos idosos e que a transmissão destes às gerações mais novas ocorre com dificuldade, tornando-se uma ameaça à preservação destes conhecimentos. As frutas investigadas são fontes de nutrientes, especialmente vitaminas e minerais, o que as torna importantes pela sua contribuição para a soberania e segurança alimentar e nutricional das famílias que as consomem, especialmente aquelas dos agricultores.
Ethnobotanical and nutritional studies are required to rescue and record the available potential in the native flora, which can be used as food and medicinal resources, and contribute wich security and food sovereignty of the population. Aimed to make ethnobotanical survey (study 1) and investigate of the nutritional value of unconventional fruits (study 2) of the rural area of the municipality of Viçosa, Minas Gerais (Brazil) were performed. The study 1 was conducted from October to December 2012, visiting on the spot and semi-structured interviews in 9 rural communities, predominantly characterized by vegetation of forest fragments and pasture. We worked with in a universe of 20 people over 65 years old and 80% lived in the town for over than 30 years. The species unconventional edible fruit were collected along with the informants and subsequently, botanical identification was performed. Twenty three unconventional fruits lying, which belonged to 11 botanical families. The most representative family was Myrtaceae (seven species). Most of the cited species (87%; 20) occurs spontaneously and 13.1% (n=3) was cultivated in orchards. The species with the highest relative frequency of citation were jabuticaba de rama (Diclidanthera elliptica Miers.), maracujá mirim (Passiflora vitifolia L.) and maracujá do mato (Passiflora amethystina J. C. Mikan). The indices of diversity (Shannon-Wiener 1.38 and equity Pielou 0.84) indicate that there is wealth of these species in the investigated locations and that knowledge is evenly distributed among the informants. In study 2, the nutritional value of the following species: ananás do mato (Ananas bracteatus (Lindl.), var. albus); coco licuri (Syagrus coronata (Mart.) Becc.) (pulp and almond), melão croá (Sicana sphaerica Vell.) e maracujina (Sicana odorifera Naud.). Physical characteristics (mass, diameters, length and yield) were determined, as well as the chemical and proximate composition and the occurrence and concentration of carotenoids ( - carotene, -carotene, -cryptoxanthin and lycopene), vitamin C (ascorbic acid and dehydroascorbic acid), vitamin E ( , , , and ; tocopherols and tocotrienols) and minerals (P, K, Ca, Mg, Cu, Mn, Fe, Zn, Cr, Na, Se, e Mo). Vitamin C and carotenoids were analyzed by high performance liquid chromatography (HPLC) with diode array detector and vitamin E by HPLC with fluorescence detection. The minerals were analyzed by atomic emission spectrometry in inductively coupled plasma (ICP-AES). The fruit pulp yield ranged between 39.6 and 66.2% for almond of coco licuri and the melão croa, respectively. Soluble solids in fruits ranged from 4 o Brix (maracujina) to 16 °Brix (ananás do mato). The moisture ranged between 30 and 83 g 100g-1 for coco licuri (almond) and melão croa, respectively. Coco licuri (pulp) presented the highest concentration of dietary fiber (6.1 g 100g-1). The lipid concentration ranged from 0.72 g 100g-1 in melão croá, to 44.2 g 100g-1 in coco licuri (almond). The caloric density ranged from 62.5 kcal 100g-1 in melão croa, to 486.8 kcal 100g-1 in coco licuri (almond)). The largest concentrations of carotenoids were observed in coco licuri (pulp) (9.2 mg 100g-1) (p < 0.05), which was an excellent source of vitamin A. The ananás do mato was a good source of vitamin C, with a content of 18.7 g 100g-1. The highest concentration of vitamin E was verified in almond of coco licuri. (1,302 μg 100g-1). The ananás do mato was a source of Zn and an excellent source of Cu, Fe, Mn and Mo. The pulp of coco licuri was a source of Zn and an excellent source of Cu, Fe, Mn, Cr and Mo. Almond of coco licuri was a source of Fe, good a source of Cu and an excellent source of Mn and Mo. The maracujina was a source of Zn and an excellent source of Cu, Mo and Fe. The melão croa was good a source of Zn and an excellent source of Cu, Mo and Fe. It was verified that in the rural area of Viçosa different species of unconventional edible fruit are still found, of which knowledge on these fruits concentrates in elderly people. The transmission of this knowledge to younger generations occurs with difficulty, making it a threat to its preservation. The fruits investigated were sources of nutrients, vitamins and minerals, which makes them important for their contribution to the sovereignty and food and nutrition security of the families who consume it, especially of farmers and their families.
Palavras-chave: Frutas - Viçosa (MG)
Frutas - Teor vitamínico - Viçosa (MG)
Cromatografia a líquido de alta eficiência
Etnobotânica - Viçosa (MG)
Frutas - Classificação - Viçosa (MG)
CNPq: Nutrição
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: PAULA FILHO, Galdino Xavier de. Frutas alimentícias não convencionais da zona rural de Viçosa, Minas Gerais: levantamento etnobotânico e valor nutricional. 2013. 117f. Dissertação (Mestrado em Agroecologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8540
Data do documento: 18-Dez-2013
Aparece nas coleções:Agroecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,56 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.