Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8564
Tipo: Tese
Título: Manejo de bovinos em unidades familiares em transição agroecológica
Cattle handling in family properties in transition to agroecology
Autor(es): Furtado, Silvia Dantas Costa
Abstract: Este estudo faz parte de um conjunto de estudos realizados com agricultores e agricultoras que trabalham com sistemas agroflorestais na região da Zona da Mata de Minas Gerais e teve como objetivo analisar a produção de bovinos em propriedades da agricultura familiar em transição agroecológica localizadas em municípios da Zona da Mata de Minas Gerais. A caracterização da atividade pecuária foi realizada nos municípios de Araponga e Divino. A opção metodológica foi a pesquisa etnográfica. Foi observado que o padrão racial predominante nas propriedades familiares avaliadas foi de animais cruzados Holandês–Zebu. Em Araponga e Divino, o rebanho existente nas propriedades é em média 5 e 14 animais por família, respectivamente. A atividade pecuária na maioria das propriedades é exercida pelos homens. As vacinas utilizadas para imunização dos animais são contra febre aftosa, raiva, brucelose e carbúnculo sintomático. Em relação às enfermidades dos animais, a diarreia em bezerros foi apontada como um dos principais problemas sanitários existentes. A presença de ectoparasitas, como carrapatos e bernes foi outro problema apontado pelos agricultores. Em Divino, observou-se que o tratamento dos animais ocorreu principalmente através do uso de medicamentos alopáticos, enquanto que em Araponga, prevaleceu os tratamentos fitoterápicos e homeopáticos. A principal dificuldade relatada em relação ao manejo reprodutivo dos animais foi a ausência de touro nas propriedades. Em relação à compra, venda ou troca de animais, os agricultores relataram que geralmente recorrem a pessoas conhecidas, com as quais possuem relação de confiança. No estudo sobre alimentos alternativos para bovinos, as espécies selecionadas foram: Sollanun mauritianum (capoeira branca), Senna macranthera (fedegoso), Aegiphila sellowiana (papagaio), Inga subnuda (ingá), Machaerium hirtum (Vell.) Stellfeld (bico-de-andorinha), Persea americana Mill. (abacate), Musa sp. cv. Prata (banana) e Musa sp. cv. Maçã (banana). Amostras desses alimentos foram coletadas para definição da composição nutricional em duas propriedades localizadas na comunidade de Pedra Redonda, município de Araponga. Foram determinados os teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE), carboidratos não-fibrosos (CNF), fibra insolúvel em detergente neutro corrigida para cinzas e compostos nitrogenados (FDNcp), cinzas (CZ), fibra insolúvel em detergente neutro indigestível (FDNi), fibra insolúvel em detergente ácido (FDA), lignina (lig) e digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS) e obtidas informações sobre as formas de uso dos alimentos na dieta dos animais. Os agricultores fornecem os alimentos alternativos nos currais e, em relação às espécies presentes nas pastagens, essas geralmente são consumidas no próprio local pelos animais. Dentre as espécies arbóreas, a capoeira branca foi a mais procurada para consumo pelos animais e em relação às bananeiras, os animais demonstraram maior preferência pelo cultivar maçã, pelo pseudocaule em relação às folhas, e pelas plantas mais jovens. Em relação à composição nutricional, as espécies arbóreas apresentaram teores consideráveis de proteína bruta (12,82% a 24,5%), mas, com exceção da capoeira branca, também apresentaram conteúdos consideráveis de lignina (13,42% a 30,61%) e baixos teores de EE. A capoeira branca foi a espécie que apresentou maior conteúdo médio de PB (24,5%), cinzas (8,26%), e menores de FDNcp (36,3%), FDA (24,79%), Lig (8,38%) e maior DIVMS (74,02%). O ingá foi a espécie que apresentou os teores mais elevados de FDNi, FDA, e Lig, com respectivamente 73,41%, 46,09% e 30,61% na matéria seca, e a menor DIVMS (33,04%). Em relação às bananeiras, as folhas apresentaram maiores conteúdos de proteína bruta (14,08% e 13,99% respectivamente para os cultivares prata e maçã) em relação aos pseudocaules. Os pseudocaules apresentaram maior conteúdo de CNF (44,01% e 57,46%) e menores teores de FDNi (16,7% e 9,37%) e Lig (5,06% e 2,69%) que as folhas. Os resultados obtidos evidenciam que as estratégias desenvolvidas pelos agricultores para contornarem as dificuldades relacionadas ao manejo dos animais potencializam a atividade pecuária leiteira nas propriedades. A importância da atividade pecuária nas propriedades familiares não se restringe somente à questão econômica, possuindo um significado mais amplo para as famílias agricultoras, como contribuição para a segurança alimentar das famílias e para potencializar os sistemas produtivos vegetais na propriedade, possibilitando assim diversificação produtiva nas propriedades e maior autonomia das famílias.
This study is part of a group of studies with small farmers that work with agroforestry systems in the Zona da Mata region of Minas Gerais. The objective of this work was to analyse the production of cattle in family agriculture properties which are in transition to agroecology. The characterization of livestock activity was performed in the municipalities of Araponga and Divino. The methodology of choice was ethnographic research. The most abundant breed in the family properties evaluated was of animals of Holstein-Zebu cross. In Araponga and Divino, the farmers had on average 5 and 14 animals respectively. The cattle-farming activity is typically conducted by men. The cattle are vaccinated against: foot & mouth disease, rabies, brucelosis and carbunculosis. One of the principal sickness issues observed in the study was diaherrea in calves. The presence of ectoparasites, such as ticks and warble disease was another problem that was often seen. In Divino, the animals were mainly treated using conventional veterinary medicines, whereas in Araponga, mainly phytotherapic and homeopathic treatments were applied. The principal problem experienced by the farmers in terms of growing their herds was the lack of bulls on these properties. In general, buying, selling and trading of animal mainly occurred between farmers who know each other and have a basis for mutual trust. In the study on alternative food sources for cattle, the following species were considered: Sollanun mauritianum, Senna macranthera, Aegiphila sellowiana, Inga subnuda, Machaerium hirtum, Stellfeld, Persea americana Mill., Musa sp. cv. Prata and Musa sp. cv. Maca. Samples of these feedstuffs were collected for analysis to define the nutritional composition from two properties in the community of Pedra Redonda, in the Araponga municipality. The contents of the following analyses were performed: dry mass (MS), net protein (PB), ether extract (EE), non-fibrous carbohydrates (CNF), insoluble fiber (including correction for ash and nitrogen- containing compounds) (FDNcp), ash (CZ), insoluble fiber in neutral indigestible detergent (FDNi), insoluble fiber in acid detergent (FDA), lignin (lig) and digestibility in vitro of dry mass (DIVMS), and information was obtained on how these foodstuffs were used in the animals’ diets. The farmers provided the alternative feed to the cattle in their pastures and these were consumed there. Amongst the tree-species, the Sollanun mauritianum was the most sought-after by the cattle. Amongst the banana species, the animals demonstrated a preference for the Musa sp. cv. Maca type, for the stem, and also preferred younger plants. In terms of nutritional value, the species provided considerable quantities of net protein (12,82% to 24,5%), but, with the exception of Sollanun mauritianum, also contained large quantities of lignin (13,42% to 30,61%) and small quantities of EE. The Sollanun mauritianum was the species which contained the largest amount of PB (24,5%), ash (8,26%) and lowest amount of FDNcp (36,3%), FDA (24,79%), lignin (8,38%) and largest amount of DIVMS (74,02%). The Inga subnuda was the species that showed the largest quantity of FDNi, FDA and Lig in the dry mass (73,41%, 46,09% and 30,61% respectively), and the smallest amount of DIVMS 33,04%. In the banana plant species, the leaves contained a higher content of net protein (14,08% and 13,99% for Musa sp. cv. Prata and Musa sp. cv. Maca respectively) compared to the stems. The stems contained more CNF (44,01% and 57,46%) and lower FDNi (16,7% and 57,46%) and Lig (5,06% and 2,69%) than the leaves. The results show that the strategies developed by the farmers for cattle feeding under challenging conditions is advantageous to their cattle production. The importance of cattle raising in these properties is not simply an economic issue, but also provides a security for difficult times and also allows additional optimization of the plant production strategies employed by the farmers on their properties. This allows the farmers and their families to be more successful and more autonomous from outside influences.
Palavras-chave: Bovino - Comércio
Agroecologia
Agricultura familiar - Propriedade
CNPq: Medicina Veterinária
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: FURTADO, Silvia Dantas Costa. Manejo de bovinos em unidades familiares em transição agroecológica. 2016. 125 f. Tese (Doutorado em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8564
Data do documento: 29-Fev-2016
Aparece nas coleções:Medicina Veterinária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,49 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.