Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9971
Tipo: Tese
Título: Amostragem de Liriomyza trifolii (Burgess) (Diptera: Agromyzidae) no tomateiro
Sampling of Liriomyza trifolii (Burgess) (Diptera: Agromyzidae) in tomatoes
Autor(es): Gusmão, Marcos Rafael
Abstract: O manejo de mosca minadora, Liriomyza trifolii (Burgess) (Diptera: Agromyzidae), é uma medida importante como forma de evitar a mudança de status desta praga na cultura do tomateiro. Este trabalho objetivou determinar a unidade amostral que melhor representa a variabilidade de minas com larvas na planta e propor planos de amostragem convencionais e seqüenciais de contagem e de presença-ausência para L. trifolii no tomateiro. A unidade amostral ideal foi determinada com o registro do tempo gasto para a contagem de minas com larvas nas unidades amostrais compostas por uma, duas e três folhas consecutivas ao longo do dossel da planta. Foram calculadas as variâncias relativas das unidades amostrais e realizadas análises de correlação e de regressão linear simples entre o as densidades absolutas (no de minas/terço do dossel e n de minas/planta) e densidades relativas (no de minas/unidade amostral e no de minas/terço do dossel). A unidade amostral com uma folha inserida entre os terços mediano e basal do dossel do tomateiro foi a que melhor representou a variabilidade e o número total de minas de L. trifolii na planta de tomate. Os números de minas de L. trifolii/folha e de folhas infestadas com densidades acima de zero, uma, duas e três minas/folha foram utilizados para se determinar os planos de amostragem. Os dados amostrais foram ajustados ao modelo de distribuição binomial negativo e obtido parâmetro de dispersão comum (Kcomum ). As proporções de unidades amostrais infestadas com densidades acima de zero, uma, duas e três minas/folha foram determinadas com o modelo de probabilidade de distribuição binomial negativa. Os planos de amostragem foram obtidos com o valor de Kcomum igual a 0,835, nível de controle igual a 3,0 minas/folha e os valores das proporções de unidades amostrais infestadas. Os planos convencionais de contagem e de presença-ausência foram determinados aos níveis de erro de 5, 10, 15, 20 e 25%. Os planos de amostragem seqüencial de contagem e de presença-ausência foram determinados através do teste da razão de probabilidade seqüencial de Wald. Foram requeridas 24 e 96 amostras/talhão para a amostragem convencional ao nível de erro de 25% pela contagem do número de minas e avaliação da presença- ausência, respectivamente. Os planos de amostragem seqüencial, através da contagem de minas e da avaliação de presença-ausência foram consistentes, precisos e requereram o máximo de 15 e 27 amostras para tomada de decisão correta, respectivamente. O plano seqüencial de contagem proporcionou uma economia de 37,5% no tempo de amostragem em relação ao plano convencional. Verificaram- se economias de 93, 84, 75 e 66% no tempo de amostragem com os planos seqüenciais de presença-ausência em relação aos planos convencionais com densidades de infestação acima de zero, uma, duas e três minas/folha, respectivamente. Em lavouras com baixas infestações, recomenda-se os planos seqüenciais de presença-ausência com densidades de infestação da amostra acima de zero mina/folha.
The management of leaf miner, Liriomyza trifolii (Burgess) (Diptera: Agromyzidae), is an important tool to avoid the change of status of this insect in the tomato crop. This work aimed to determine the sample unit that best represents the variability of mines with larvae in the plant and to propose conventional and sequential sampling plans with counting and binomial evaluation for L. trifolii in tomatoes. The ideal sample unit was determined considering the time spent for counting mines with larvae in the sample units composed by one, two and three consecutive leaves inserted in the canopy. The relative variance of the sample units were calculated and subjected to correlation and linear regression analyses among the absolute densities (number of mines/ canopy section and number of mines/plant) and relative densities (number of mines/ sample unit and number of mines/ canopy section). The leaf inserted between the medium and basal section of the canopy was the sample unit that best represented the variability and the total number of mines of L. trifolii in the tomato plant. The number of mines of L. trifolii/leaf and the number of leaves infested with densities above zero, one, two and three mines/leaf were used to determine the sampling plans. The sample data were adjusted to binomial negative frequency model and the parameter of common dispersion (K common) was obtained. The proportion of sample units infested with densities above zero, one, two and three mines/leaf were determined using the binomial negative distribution model. The sampling plans were obtained with the Kcommon value of 0,835, economic injury level equal to 3.0 mines/leaf and the proportion values of the sample units infested. The conventional plans of counting and of presence- absence were developed at the error levels of 5, 10, 15, 20 and 25%. The sequential sampling plans of counting and of presence-absence were developed through the Wald Sequential Probability Ratio Test. Twenty four and 96 samples/crop were required for the conventional sampling at the level of error of 25% through the counting of the number of mines and through the evaluation of the presence-absence, respectively. The sequential sampling plans based in the counting of mines and the presence-absence evaluation were consistent, precise and required the maximum of 15 and 27 samples for making correct decisions, respectively. The sequential sample plan by counting provided an economy of 37.5% in the sampling time in relation to the conventional sampling plan. Economies in the sampling time of the 93, 84.75 and 66% were verified with the sequential sampling plan for presence-absence compared with the conventional sampling plans with densities infestations above zero, one, two and three mines/leaf, respectively. In crops with low infestations, the sequential sampling plan based in the presence-absence with densities of sample infestation above zero mines/leaf should be preferred.
Palavras-chave: Liriomyza trifolii
Amostragem seqüencial
Distribuição binomial - Modelos matemáticos
Tomate - Doenças e pragas
Mosca-minadora
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: GUSMÃO, Marcos Rafael. Amostragem de Liriomyza trifolii (Burgess) (Diptera: Agromyzidae) no tomateiro. 2004. 83f. Tese (Doutorado em Entomologia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2004.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9971
Data do documento: 29-Jan-2004
Aparece nas coleções:Entomologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,65 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.