Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/10071
Tipo: Dissertação
Título: Injúria mecânica e qualidade pós-colheita da banana Prata Anã produzida no Norte de Minas Gerais
Mechanical injury and postharvest quality of Prata Anã banana produced in the North of Minas Gerais
Autor(es): Costa, Franciscleudo Bezerra da
Abstract: O objetivo do trabalho foi quantificar e avaliar a intensidade de injúrias mecânicas na banana Prata Anã em função do tipo de embalagem, da época de colheita e do manuseio pós-colheita. Frutos colhidos verdes em plantios comerciais de Janaúba- MG, em julho e em novembro de 2003, foram acondicionados em caixas “torito” revestido com papelão, “plástico” e “papelão” e transportados para Viçosa-MG, a 800 km de distância. Entre os frutos com índice de cor da casca 1 (verde) e 6 (amarela), não houve diferença significativa da área injuriada na superfície da casca. A área injuriada foi estimada em frutos com índice de cor da casca 6, por permitir melhor contraste de cor da casca (amarela) e da injúria (escura). Cerca de 93% dos frutos embalados na caixa de “papelão” e 100% dos frutos embalados nas caixas “torito” e “plástica” apresentaram algum tipo de dano físico na superfície da casca. Para a quantificação de área injuriada utilizaram-se as técnicas de pesagem, quadrículas, integrador de área foliar e Programa Quant 1.0.1. Os frutos colhidos em novembro de 2003 apresentaram maior nível de dano físico, do que aqueles de julho. Os frutos colhidos e mantidos em Janaúba, em dezembro de 2003, apresentaram, na etapa de colheita cerca de 3% da casca injuriada, aumentando para 4, 6 e 12%, nas etapas do “cabo aéreo”, “antes do despencamento” e “após a embalagem em caixa de papelão”, respectivamente. O amadurecimento dos frutos injuriados foi acompanhado com base na evolução do índice de cor da casca e do teor de sólidos solúveis totais da polpa. Os frutos com maior nível de injúria mecânica (13% da casca) mostraram aumento em torno de 15 e 20%, na taxa de respiratória e na evolução de etileno, respectivamente, em relação os frutos com menor nível de injúria mecânica (5% da casca).
The purpose of the present work was to evaluate the mechanical injury intensity in Prata Anã bananas as related to packaging type, at harvesting and during postharvest handling steps. Fruits were harvested at green unripe stage from a commercial plantation in Janaúba-MG, in July and in November 2003, and were transported to Viçosa-MG, about 800 km far way, packed in wood crates “torito” lined with cardboard, “plastic” and “cardboard” boxes. There were observed no differences between green unripe fruits (stage 1) and ripe fruits (stage 6) injured areas, such as estimates were done only in ripe fruits, with allowed clear distinction of yellow ripe peel and the dark injured areas. Approximately 93% fruits packed in “cardboard” boxes and 100% in “torito” and in “plastic” boxes, showed some type of physical damage on the peel surfaces. Evaluations of injured areas were accomplished though techniques of paper weighting, small squares, leaf area integrator and Quant 1.0.1 Program. Fruits harvested in November 2003 showed higher physical damage levels, than those harvested in July. Fruits harvested and kept in Janaúba, in December 2003, showed at harvest time about 3% injured peel, increasing to 4, 6 and 12%, during the “aerial cable”, “before removal of bunches” and “after cardboard box packing” steps, respectively. Evolution of peel color index followed the same trend as pulp ripening measured as soluble solids content, in injured fruits. Fruits with higher mechanical injury levels (13% of the peel) showed about 15 and 20% increase, in the respiratory rate and ethylene evolution, respectively, than fruits with lower level of mechanical injury (5% of the peel).
Palavras-chave: Banana - Pós-colheita
Banana - Armazenamento - Doenças e danos
Banana - Fisiologia
Banana - Maturação
Banana - Comercialização
Banana - Vida de prateleira
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: COSTA, Franciscleudo Bezerra da. Injúria mecânica e qualidade pós-colheita da banana Prata Anã produzida no Norte de Minas Gerais. 2005. 37 f. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/10071
Data do documento: 18-Fev-2005
Aparece nas coleções:Fisiologia Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo222,15 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.