Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1275
Tipo: Tese
Título: Potencial genético de famílias de feijoeiro da população Ouro Negro x BRS Valente
Título(s) alternativo(s): Genetic potential of population Ouro Negro x BRS Valente bean families
Autor(es): Oliveira, Glauco Vieira de
Primeiro Orientador: Carneiro, Pedro Crescêncio Souza
Primeiro coorientador: Carneiro, José Eustáquio de Souza
Segundo coorientador: Cruz, Cosme Damião
Primeiro avaliador: Paula Júnior, Trazilbo José de
Segundo avaliador: Caixeta, Eveline Teixeira
Abstract: Neste trabalho foi realizada a avaliação de 192 famílias segregantes, oriundas da população Ouro Negro e BRS Valente , visando ao desenvolvimento de linhagens de feijão do tipo preto resistentes à antracnose (Colletotrichum lindemuthianum) e ferrugem (Uromyces appendiculatus) e com características agronômicas desejáveis, tais como: alta produtividade de grãos, arquitetura ereta das plantas e peso de 100 grãos acima de 23 gramas. Estas famílias foram avançadas e avaliadas em campo nas gerações F2:4 e F2:5, nas safras de inverno de 2006 e seca de 2007, utilizando o delineamento em látice triplo. Considerando a análise conjunta das duas gerações, observou-se que a interação famílias x safras foi significativa e de natureza predominantemente complexa. A incidência de ferrugem na safra de inverno influenciou diretamente no desempenho das famílias, reduzindo a produtividade daquelas mais suscetíveis. Foi detectada variabilidade genética para produtividde de grãos, porte de planta, peso de 100 grãos e reação aos patógenos da antracnose e ferrugem, evidenciando sucesso na seleção para esses caracteres na referida população. Cinco famílias (32, 80, 126, 143 e 187) reuniram fenótipos favoráveis das cultivares Ouro Negro e BRS Valente, sendo, portanto, promissoras para extração de linhagens superiores. Dentre estas, a família 143 é a que mais se destacou com base em todos os caracteres avaliados. Cento e dez plantas selecionadas dentro das melhores famílias apresentaram a marca molecular associada aos genes Ur-ON (resistência à ferrugem) e Co-10 (resistência à antracnose), presentes na cultivar Ouro Negro. Com o intuito de proporcionar alternativas ao pesquisador para a escolha de famílias com ganhos equilibrados para a maioria das características avaliadas, foi realizado um estudo comparativo de onze índices não-paramétricos. O índice de discriminação baseado nas distâncias genótipo-ideótipo destacou-se como o mais promissor em relação aos demais, pois o mesmo proporcionou ganhos satisfatórios e equilibrados, considerando os 11 caracteres estudados das 20 famílias selecionadas.
This work shows the analysis of 192 segregating families derived from the crossing of Ouro Negro and BRS Valente cultivars. The purpose is to develop black beans lines that are resistant to antracnose (Colletotrichum lindemuthianum) and rust (Uromyces appendiculatus), and also to have desirable agronomic traits such as high productivity of grain, erect architecture and weight of 100 grains above of the 23 grams. These families were advanced and evaluated in field for generations F2:4 and F2:5, from harvests of the 2006 winter and 2007 dry, using triple lattice design. The interaction families x harvests was significant with predominantly complex nature. The rust incidence in the winter harvest directly influenced the performance of the families, diminishing the grain productivity of those most susceptible to disease. Genetic variability for productivity of grains, architecture of plant, weight of grains and diseases resistance of antracnose and rust was detected, evidencing success in the election for these characters in the related population. Five families (32, 80, 126, 143 and 187) had congregated favorable phenotypes of Ouro Negro and BRS Valente, being, therefore, promising for extration of superior ancestries. Among the promising families, the number 143 was the more distinguished family on the basis of all evaluated tracts One hundred and ten selected plants of the best families had inside presented the associated molecular mark to the genes Ur-ON (resistance to the rust) and Co-10 (resistance to antracnose), gifts in Ouro Negro. Also, a comparative study of eleven non-parametric indexes was done with the objective to provide alternatives for choosing families with balanced profits for the majority of the analyzed characteristics. The selection index based on the genotype to ideotype distances was the most promising one. It provided satisfactory and balanced profits, considering the 11 studied characters of the 20 selected families.
Palavras-chave: Feijão
Melhoramento
Genética molecular
Resistência a doenças
Beans
Breeding
Molecular genetics
Resistance to diseases
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::GENETICA::GENETICA QUANTITATIVA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me
Programa: Doutorado em Genética e Melhoramento
Citação: OLIVEIRA, Glauco Vieira de. Genetic potential of population Ouro Negro x BRS Valente bean families. 2008. 139 f. Tese (Doutorado em Genética animal; Genética molecular e de microrganismos; Genética quantitativa; Genética vegetal; Me) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1275
Data do documento: 28-Fev-2008
Aparece nas coleções:Genética e Melhoramento

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf580,14 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.