Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1729
Tipo: Tese
Título: Desempenho nutricional de bovinos em pastejo durante o período das águas com suplementação protéica ou protéico-energética
Título(s) alternativo(s): Nutritional performance of cattle under grazing during rainy season with protein or protein-energy supplementation
Autor(es): Costa, Viviane Aparecida Carli
Primeiro Orientador: Detmann, Edenio
Primeiro coorientador: Valadares Filho, Sebastião de Campos
Segundo coorientador: Paulino, Mário Fonseca
Primeiro avaliador: Valadares, Rilene Ferreira Diniz
Segundo avaliador: Pina, Douglas dos Santos
Abstract: A presente tese foi elaborada com base em dois experimentos com bovinos suplementados em regime de pastejo em capim-braquiária (Brachiaria decumbens Stapf.) durante o período das águas. No primeiro experimento, objetivou-se avaliar os efeitos de diferentes formas químicas de compostos nitrogenados (protéicos e não protéicos) e de carboidratos (amiláceos e fibra solúvel) sobre o consumo, a digestibilidade, a síntese ruminal de proteína microbiana, o balanço de compostos nitrogenados e sobre as dinâmicas de trânsito e degradação ruminal da fibra em detergente neutro (FDN) da forragem. Foram utilizados cinco novilhos mestiços Holandês x Zebu, com peso vivo (PV) médio inicial de 211±35 kg, fistulados no rúmen e abomaso. Os tratamentos foram: controle (somente pasto); e suplementos formulados à base de milho + farelo de soja; milho + uréia; polpa cítrica + farelo de soja; e polpa cítrica + uréia. Os suplementos foram balanceados para apresentarem 30% de proteína bruta (PB), com base na matéria seca (MS), e fornecidos na quantidade de 3 g/kg PV. O experimento foi conduzido segundo delineamento em quadrado latino 5 x 5, com cinco períodos experimentais de 15 dias cada. Adotou-se esquema fatorial 2 x 2 + 1 (duas fontes de compostos nitrogenados, duas fontes de carboidratos e tratamento controle). Não foi verificado efeito de interação entre as fontes de carboidratos e compostos nitrogenados (P>0,10) para nenhuma das variáveis analisadas. Não foram observados efeitos das diferentes fontes de carboidratos e compostos nitrogenados sobre as estimativas de consumo total dos componentes da dieta (P>0,10),com exceção do consumo de FDN indigestível, que foi inferior (P<0,10) com a suplementação com polpa cítrica em comparação ao milho (kg/dia e g/kg PV) e inferior (P<0,10) com a suplementação com uréia em relação ao farelo de soja (g/kg PV). Contudo, observou-se redução (P<0,10) do consumo de pasto com o fornecimento de suplementos, com coeficiente médio de substituição de 2,11 g de MS de pasto/g de MS de suplemento. A suplementação não alterou (P<0,10) os coeficientes de digestibilidade aparente total e ruminal da MS, da matéria orgânica (MO) e da FDN e o teor dietético de nutrientes digestíveis totais (NDT). Porém, os animais suplementados apresentaram maiores (P<0,10) coeficientes de digestibilidade aparente total e ruminal para PB em relação aos animais não suplementados. Os coeficientes de digestibilidade aparente intestinal, o pH ruminal, a concentração de nitrogênio amoniacal ruminal (NAR) e o balanço de compostos nitrogenados (BN) não foram influenciados (P>0,10) pela suplementação. A eficiência de síntese de proteína microbiana (EFIM) não foi alterada (P>0,10) pela suplementação, obtendo-se média de 123,1 g PB microbiana/kg de NDT. Contudo, os animais suplementados com milho apresentaram maior EFIM (P<0,10) em comparação aos animais suplementados com polpa cítrica (137,6 e 106,1 g PB microbiana/kg de NDT, respectivamente). A suplementação reduziu (P<0,10) a taxa de degradação da FDN da forragem basal; contudo, não foram verificadas diferenças significativas (P>0,10) entre os diferentes suplementos. As estimativas médias da taxa comum de latência e degradação (&#955;) foram de 0,0486 e 0,0417 h-1 para animais suplementados e não suplementados, respectivamente. Concluiu-se que a suplementação protéicoenergética para bovinos mantidos em pastos tropicais durante o período das águas não causa benefícios nutricionais, o que reflete o alto coeficiente de substituição da forragem pelo suplemento. No segundo experimento, objetivou-se avaliar o efeito de diferentes relações entre proteína verdadeira e nitrogênio não-protéico sobre o consumo e a digestibilidade dos componentes da dieta, a síntese ruminal de proteína microbiana, o balanço de compostos nitrogenados e a dinâmica de trânsito e degradação ruminal da FDN da forragem. Foram utilizados cinco novilhos mestiços Holandês x Zebu, castrados, com PV inicial de 335±35 kg fistulados no rúmen e no abomaso. Os tratamentos foram: controle (somente pasto); e suplementos com uréia; com 2/3 de compostos nitrogenados oriundos da uréia e 1/3 de compostos nitrogenados oriundos da albumina; com 1/3 de compostos nitrogenados oriundos da uréia e 2/3 de compostos nitrogenados oriundos da albumina; e com albumina. Foram fornecidos 200 g/dia de PB a partir dos suplementos. O experimento foi conduzido segundo delineamento em quadrado latino 5 x 5, com cinco períodos experimentais de 15 dias cada. Não foram observados efeitos da suplementação sobre o consumo voluntário (P>0,10), com exceção do consumo de PB, que foi ampliado pela suplementação (P<0,10). A substituição da uréia por albumina nos suplementos apresentou efeito linear sobre o consumo de PB e efeito cúbico sobre o consumo de FDN digerida (P<0,10). Os consumos dos demais componentes da dieta não foram afetados pela composição dos suplementos (P>0,10). A suplementação não afetou (P>0,10) os coeficientes de digestibilidade total ou o teor de NDT da dieta. A suplementação elevou (P<0,10) as estimativas do coeficiente de digestibilidade aparente ruminal da PB, que migraram de negativa (P<0,10), para o tratamento controle, para positivas, porém não diferentes de zero (P>0,10), para os tratamentos envolvendo suplementação. O fornecimento de suplementos aumentou o pH e a concentração de NAR (P<0,10). O BN foi ampliado com a suplementação (P<0,10). A substituição da uréia por albumina influenciou de forma cúbica o BN (P<0,10), com maior estimativa observada para o suplemento com 1/3 de PB oriunda da uréia. A EFIM não foi influenciada (P>0,10) pelo fornecimento ou pela composição dos suplementos. O fornecimento de suplementos ampliou, em média, as estimativas de &#955; (P<0,10). A suplementação de bovinos em pastejo com fontes de compostos nitrogenados degradáveis durante o período das águas amplia a eficiência de uso do pasto principalmente por ampliar a retenção de compostos nitrogenados no organismo.
This thesis was prepared from two experiments with cattle grazing signal grass (Brachiaria decumbens Stapf.) pasture during the rainy season. The first experiment aimed to evaluate the effects of different chemical forms of nitrogenous compounds (protein and non-protein) and carbohydrates (starch and soluble fiber) on intake, digestibility, ruminal synthesis of microbial protein, nitrogenous compounds balance, and the transit and degradation dynamics of forage neutral detergent fiber (NDF). Five crossbred Holstein x Zebu steers, averaging 211±35 kg of body weight (BW) and fitted with rumen and abomasum canullae, were used. The treatments were: control (only pasture), and supplements based on corn plus soybean meal, corn plus urea, citrus pulp plus soybean meal, and citrus pulp plus urea. The supplements were balanced to present 30% of crude protein (CP), on dry matter (DM) basis, and provided at 3 g/kg BW. The experiment was carried out according to a 5 x 5 Latin square design, with five 15-day experimental periods. It was adopted a 2 x 2 + 1 factorial arrangement (two sources of nitrogenous compounds, two sources of carbohydrates and a control treatment). There was no interaction effect between sources of carbohydrates and nitrogenous compounds (P>0.10) for any variable. There were no effects of different sources of carbohydrates and nitrogen compounds on the estimates of diets components intake (P>0.10), except for indigestible NDF intake, which was lower (P<0.10) with supplementation with citrus pulp compared to corn (kg/d and g/kg BW) and lower (P<0.10) with supplementation with urea than soybean meal (g/kg BW). However, pasture intake decreased (P <0.10) with supplementation. The average substitutive coefficient was 2.11 g of DM of pasture/g of DM of supplement. Supplementation did not alter (P<0.10) the total and ruminal digestibility coefficients of DM, organic matter (OM) and NDF, and the dietary content of total digestible nutrients (TDN). However, the supplemented animals presented higher (P<0.10) ruminal and total digestibility coefficients of CP. The intestinal digestibility coefficients, rumen pH, rumen ammonia nitrogenous (RAN) concentration, and the nitrogenous compounds balance (NB) were not affected (P>0.10) by supplementation. The efficiency of microbial protein synthesis (EFIM) was not changed (P>0.10) by supplementation, averaging 123.1 g microbial CP/kg of TDN. However, supplementation based on corn caused higher EFIM (P<0.10) compared to citrus pulp (137.6 and 106.1 g microbial CP/kg of TDN, respectively). The degradation rate of forage NDF was decreased (P<0.10) by supplementation, but no significant differences were observed (P>0.10) among supplements. The average estimates of common rate of lag and degradation (&#955;) were 0.0486 and 0.0417 h-1 for not supplemented and supplemented animals, respectively. It was concluded that proteinenergy supplements for grazing cattle during rainy season do not improve nutritional performance, which reflects the high substitutive effect caused by supplements. The second experiment aimed to evaluate the effect of different true protein:non-protein nitrogen ration in supplements on intake, digestibility, ruminal synthesis of microbial protein, nitrogenous compounds balance, and the transit and degradation dynamics of NDF. Five crossbred Holstein x Zebu steers, averaging 335±35 kg of BW and fitted with rumen and abomasum canullae, were used. The treatments were: control (only pasture), and supplements based on urea (U), 2/3 of nitrogenous compounds from urea and 1/3 of nitrogenous compounds from albumin, 1/3 of nitrogenous compounds from urea and 2/3 of nitrogenous compounds from albumin, and albumin (A). It were supplied 200 g/d of CP from supplements. The experiment was carried out according to a 5 x 5 Latin square design, with five 15-day experimental periods. There were no effects of supplementation on voluntary intake (P>0.10), except on CP intake, which was increased by supplementation (P<0.10). The replacement of urea by albumin in the supplements caused linear and cubic effects (P<0.10) on the CP and digested NDF intakes, respectively. Other diet components intakes were not affected by the supplement composition (P>0.10). Supplementation did not affect (P>0.10) the total digestibility coefficients or the diet content of TDN. Supplementation increased (P<0.10) ruminal apparent digestibility coefficient of CP, which moved from negative (P <0.10) for the control treatment to positive, but not different from zero (P> 0.10), for treatments involving supplementation. The supplementation increased the rumen pH and RAN concentration (P<0.10). The NB was enhanced by supplementation (P<0.10). The replacement of urea by albumin caused a cubic effect on the BN (P<0.10), with the higher value obtained at 1/3 of supplemental CP as urea. The EFIM was not influenced (P>0.10) by supplementation or supplement composition. The supplementation increased the estimates of &#955; (P<0.10). The supplementation with ruminal degradable nitrogenous compounds for grazing cattle during rainy season increases the efficiency of use of pasture mainly by improve the body nitrogenous compounds retention.
Palavras-chave: Suplementação a pasto
Composto nitrogenados
Fontes de carboidratos
Pasture supplementation
Nitrogenous compounds
Sources of carbohydrates
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: COSTA, Viviane Aparecida Carli. Nutritional performance of cattle under grazing during rainy season with protein or protein-energy supplementation. 2009. 103 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1729
Data do documento: 20-Out-2009
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf698,94 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.