Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1782
Tipo: Tese
Título: Uso do complexo enzimático solid state fermentation (SSF) em rações para tilápia do Nilo
Título(s) alternativo(s): Use of enzyme complex solid state fermentation (SSF) in diets for Nile tilapia
Autor(es): Moura, Guilherme de Souza
Primeiro Orientador: Lanna, Eduardo Arruda Teixeira
Primeiro coorientador: Donzele, Juarez Lopes
Segundo coorientador: Oliveira, Maria Goreti de Almeida
Primeiro avaliador: Abreu, Márvio Lobão Teixeira de
Segundo avaliador: Seixas Filho, José Teixeira de
Terceiro avaliador: Albino, Luiz Fernando Teixeira
Abstract: No primeiro experimento, objetivou-se avaliar a estabilidade ao processamento de ração e ao tempo de estocagem do complexo enzimático SSF (solid state fermentation). Foram formuladas duas dietas com composição nutricional idêntica, sendo uma dieta isenta de SSF e a outra contendo 50g/Kg de inclusão deste complexo enzimático. As amostras foram coletadas durante as seguintes etapas de processamento: mistura, após a peletização e após secagem em estufa. Para avaliação do tempo de estocagem, foi considerado como dia um, a ração pronta após secagem. Neste dia, foram feitas duas amostragens, sendo uma mantida em sala com temperatura ambiente de 25oC e outra mantida em freezer a -18oC. Foram feitas sub-amostragens no 15o, 30o, 45o e 60o dia. Em todas as amostras foram mensuradas a atividade das seguintes enzimas: α-galactosidase, endoglucanase (carboxi-metil-celulase), xilanase, sacarase, amilase, lipase e tripsina. Para todas as amostras de controle, não foram observados atividades das enzimas analisadas. Entre as etapas de mistura e pós estufa não houve diferenças, exceto para a α-galactosidase e a lipase que foram observados redução na atividade e a sacarase que foi observado aumento na atividade. Não foram verificados efeitos para as atividades de endoglucanase, sacarase, xilanase, amilase e tripsina entre o primeiro (após estufa) e o 60o dia de experimento para a temperatura de estocagem de 25ºC. Para à temperatura de estocagem de -18ºC, não foi observado diferenças somente em relação às atividades de endoglucanase e xilanase entre o primeiro e o último dia. Quanto à comparação entre os dois tratamentos térmicos (25oC e -18oC), somente foi observada efeito para a atividade de galactosidase e tripsina aos 60 dias. Para todas as enzimas do SSF não houve diferença no período de 30 e 45 dias de estocagem. Conclui-se que as enzimas estudadas do complexo enzimático SSF permanecem estáveis durante o processamento de rações peletizadas à 55oC, mantendo a atividade por no mínimo 60 dias quando estocadas em ambiente de até 25oC. Para o segundo experimento, objetivou-se avaliar os efeitos do complexo enzimático SSF em rações para tilápias do Nilo e a disponibilização de sacarose e monossacarídeos no quimo destas. Foram utilizados 360 peixes com peso médio variando entre 70g ± 4,43 em um delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos (0, 50, 100, 150, 200 e 250 ppm), seis repetições, totalizando 10 peixes por unidade experimental. Aos 60 dias do experimento foi avaliado: peso inicial, peso final, ganho de peso, conversão alimentar, taxa de crescimento específico e sobrevivência. Para avaliação de sacarose, glicose e frutose presente no quimo, a cada 15 dias, foi sacrificado um exemplar de cada unidade experimental. Os níveis destes carboidratos foram mensurados por meio de HPLC. Observou-se efeito linear em função do tratamento para peso final e ganho de peso. Para os demais parâmetros de desempenho, não foi verificado efeito. Quanto aos níveis de sacarose e de glicose no quimo foi observado efeito quadrático em função do tratamento, enquanto os níveis de frutose aumentaram linearmente. Conclui-se que o complexo enzimático SSF melhora o desempenho e aumenta a disponibilidade de sacarose e monossacarídeos no quimo de tilápias do Nilo. O terceiro experimento avaliou os efeitos do complexo enzimático SSF sobre a digestibilidade de nutrientes e de energia bruta em rações para tilápias do Nilo. Um total de 72 machos de tilápia do Nilo com peso médio de 204,30 ± 17,2 g foram distribuídas aleatoriamente em seis cubas adaptadas para ensaio de digestibilidade. As rações experimentais foram isoprotéicas (30% PB) e isoenergéticas (3.000 kcal de ED/ kg), sendo adicionado o complexo enzimático SSF nos níveis de 0, 50, 100, 150, 200 e 250 ppm. A digestibilidade aparente foi mensurada pelo método indireto sendo usado o óxido de cromo (Cr2O3) como indicador de digestibilidade. Cada cuba recebeu um tratamento e as coletas das fezes foram realizadas durante a noite (19:00, 11:00, 02:00 e 05:00). O estudo foi realizado durante nove dias, com seis tratamentos e 3 repetições. Conclui-se que a adição de complexo enzimático na ração melhora o coeficiente de digestibilidade aparente da matéria seca, proteína bruta, energia bruta, cálcio e fósforo.
In the first experiment aimed to evaluate the stability of the enzyme complex SSF (solid state fermentation) during the feed processing and storage time. Two diets were formulated with the same nutritional composition, being a diet free of SSF and the other containing 50g of SSF/kg of diet. The samples were collected during the following processing steps: mixing, after pelleting and then dried. To evaluate the storage time, was considered as day one, ready to feed after drying. On this day, two samples were being kept in a room with ambient temperature of 25oC and another kept in a freezer at-18oC. Sub-samples were taken in the 15th, 30th, 45th and 60th day. All samples from the processing stage and storage period were sent to the laboratory, measured the activity of the following enzymes: α-galactosidase, endoglucanase (carboxy-methyl-cellulase), xylanase, sucrase, amylase, lipase and trypsin. For all control samples, were not observed activities of the enzymes analyzed. Among the steps of mixing and post oven there were no differences, except for α-galactosidase and lipase activities that were observed reduction and sucrase that was observed increase in activity. There were no effects for the activities of endoglucanase, sucrase, xylanase, amylase and trypsin between the first (after oven) and the 60th day of the trial for the storage temperature of 25°C. For the storage temperature of -18°C, no differences were observed only in relation to the activities of endoglucanase and xylanase between the first and last day. Comparison between the two treatments (-25oC and 18oC) was only observed effect on the activity of galactosidase and trypsin at 60 days. For all enzymes of the SSF there was no difference in the period from 30 to 45 days of storage. It is concluded that the enzymes studied the SSF enzyme complex remain stable during the processing of pelleted feed at 55°C, maintaining activity for at least 60 days when stored at temperatures up to 25oC. For the second trial aimed to evaluate the effects of enzyme complex SSF in diets for Nile tilapia and the availability of sucrose and monosaccharides in these chime. We used 360 fish with an average weight ranging from 4.43 ± 70g in a completely randomized design with six treatments (0, 50, 100, 150, 200 and 250 ppm), six replicates, totaling 10 fish per experimental unit. At 60 days of the experiment was evaluated: initial weight, final weight, weight gain, feed conversion, specific growth rate and survival. For evaluation of sucrose, glucose and fructose present in the chyme, every 15 days, it was sacrificed a fish of each experimental unit. The levels of these carbohydrates were measured by HPLC. There was a linear effect of treatment according to final weight and weight gain. For the other performance parameters, no effect was observed. For sucrose and glucose levels of chime was observed quadratic effect as a function of treatment, while levels of fructose increased linearly. It is concluded that the enzyme complex SSF improves performance and increases the availability of sucrose and monosaccharides in the chime of Nile tilapia. The third trial evaluated the effects of the enzyme complex SSF on nutrient and gross energy digestibility in diets for Nile tilapia. A total of 72 males of Nile tilapia with average weight of 204.30 ± 17.2 g were randomly assigned to six tanks adapted for digestibility trial. The experimental diets were isonitrogenous (30% CP) and isocaloric (3,000 kcal DE / kg), supplemented with the enzyme complex SSF levels of 0, 50, 100, 150, 200 and 250 ppm. The apparent digestibility was measured by the indirect method using chromium oxide (Cr2O3) as an indicator of digestibility. Each tank received a treatment and stool collections were performed during the night (19:00, 11:00, 02:00 and 05:00). The study was conducted during nine days, with six treatments and three replicates. It is concluded that the addition of the enzyme complex in the diet improves the apparent digestibility of dry matter, crude protein, gross energy, calcium and phosphorus.
Palavras-chave: Oreochromis niloticus
Enzimas
Fisiologia de peixes
Oreochromis niloticus
Enzyme
Fish physiology
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::NUTRICAO E ALIMENTACAO ANIMAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: MOURA, Guilherme de Souza. Use of enzyme complex solid state fermentation (SSF) in diets for Nile tilapia. 2011. 80 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1782
Data do documento: 22-Set-2011
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf276,27 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.