Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1794
Tipo: Tese
Título: Avaliação de características reprodutivas de bovinos da raça Holandesa do Estado de Minas Gerais
Título(s) alternativo(s): Evaluation of fertility traits of Holstein cattle from Minas Gerais State
Autor(es): Freitas, Marcelo Silva de
Primeiro Orientador: Torres, Robledo de Almeida
Primeiro coorientador: Lopes, Paulo Sávio
Segundo coorientador: Euclydes, Ricardo Frederico
Primeiro avaliador: Costa, Cláudio Nápolis
Segundo avaliador: Sá, Wanderlei Ferreira de
Abstract: Foram utilizadas 6.980 lactações de vacas holandesas, de até cinco partos, filhas de 287 touros, distribuídas em 181 rebanhos de Minas Gerais, com partos ocorridos entre 1998 e 2003, no estudo dos padrões de sazonalidade das características reprodutivas e, em uma segunda etapa, utilizando somente registros de primeiras lactações, na obtenção das estimativas dos componentes de variância e dos parâmetros genéticos das características reprodutivas, e na verificação da influência dos critérios de edição dos registros de reprodução sobre essas estimativas. No estudo de sazonalidade, foi utilizado um modelo fixo contendo os efeitos de idade da vaca ao parto, rebanho-ano de parto, mês de parto, classe de produção de leite até 305 dias e composição genética, além do efeito residual. Para a avaliação genética, entretanto, foi ajustado um modelo animal bicaracter, para cada uma das características reprodutivas com a produção de leite até 305 dias, em que foram considerados os efeitos fixos de idade da vaca ao parto, rebanho-ano de parto, mês de parto e composição genética, e os efeitos aleatórios de animal e residual. Foi observada uma tendência fenotípica de deterioração das características reprodutivas, ao longo dos anos de parto, e pelo aumento do nível de produção de leite até 305 dias. A estimativa da sazonalidade de partos obtida nesse estudo foi igual a 72%, indicando que há, provavelmente, uma tendência de atrasos de inseminações, determinada pelo manejo reprodutivo adotado nos rebanhos, para evitar inseminações nos meses mais quentes e privilegiar maiores produções e durações de lactação. As estimativas de herdabilidade das características período de serviço, intervalo de partos, taxa de prenhêz e produção de leite até 305 dias foram de, respectivamente, 3%, 4%, 4% e 24%, e as correlações genéticas dessas características reprodutivas com a produção de leite foram de 0,12, 0,16 e -0,19, respectivamente. O período de serviço foi mais influenciado pela variação do limite máximo dos registros de período de serviço, do que a taxa de prenhêz, e os limites máximos de 250 e 365 dias exibiram resultados semelhantes, sendo possível, portanto, utilizar o limite máximo de 250 dias, sem prejudicar as estimativas dos parâmetros genéticos. A taxa de prenhêz foi mais afetada pelas mudanças no período de espera voluntário, em que o valor de 50 dias é, provavelmente, o mais adequado para a utilização em futuras avaliações genéticas dos rebanhos de Minas Gerais. As amplitudes médias dos valores genéticos, para o período de serviço, o intervalo de partos e a taxa de prenhêz, foram de 19 dias, 0,94 meses e 11%, respectivamente, indicando baixa variabilidade genética nessas características. As tendências genéticas exibidas nesse estudo, apesar de conservadoras, evidenciaram um leve declínio da eficiência reprodutiva dos animais da raça Holandês de Minas Gerais, ao longo dos anos, sendo conseqüência, provavelmente, de decisões de manejo, estresse térmico e aumento da produção de leite.
6,980 lactations of Holstein cows, with up to five parities, daughters of 287 sires, from 181 Minas Gerais herds, in which parities occurred between 1998 and 2003, were used to study seasonality patterns of fertility traits and, in a second phase, considering only first lactation records, to estimate variance components and genetic parameters and to verify the effect of the editing criteria of fertility records over these estimates. In the seasonality study, a fixed model was fitted, accounting for the effects of age of the cow at calving, herd-year of calving, month of calving, 305d milk yield level, genetic composition and the residual. However, in the genetic evaluation, a bivariate animal model was fitted, for each one of the fertility traits with milk yield, in which were considered the fixed effects of age of the cow at calving, herdyear of calving, month of calving and genetic composition, and the random effects of animal and residual. A deteriorating phenotypic trend of fertility traits was observed, over the years of calving, and due to the increasing trend of 305d milk yield. Seasonality of calving estimate, observed in this study, was 72%, indicating that there is a service delay trend due to management decisions, to avoid inseminations at hot months and to favor greater yields and lactation lengths. Heritability estimates for days open, calving interval, pregnancy rate and 305d milk yield were 3%, 4%, 4% and 24%, respectively, and genetic correlations between these traits and milk yield were 0,12, 0,16 and -0,19, respectively. Days open was more affected by the threshold of days open than pregnancy rate, and maximum limits of 250 and 365 days exhibited similar results, so forth it is possible to use a threshold of 250 days, without compromising genetic parameters estimates. Pregnancy rate was more affected by changes on voluntary waiting period values, in which 50 days is the value that, probably, is more feasible to use in the genetic evaluation of Minas Gerais herds. Breeding values average ranges for days open, calving interval and pregnancy rate were 19 days, 0.94 months and 11%, respectively, indicating low genetic variability for these traits. Genetic trends exhibited in this study, even if they were conservative, showed a light trend of deterioration of the reproductive efficiency of Holstein animals from Minas Gerais, over the years, as a consequence, probably, of sound management decisions, heat stress and increasing milk yield level.
Palavras-chave: Melhoramento animal
Genética
Reprodução
Raça européia
Seleção
Animal breeding
Genetics
Reprodution
European cattle
Selection
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::GENETICA E MELHORAMENTO DOS ANIMAIS DOMESTICOS
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: FREITAS, Marcelo Silva de. Evaluation of fertility traits of Holstein cattle from Minas Gerais State. 2006. 88 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2006.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1794
Data do documento: 17-Jul-2006
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf248,63 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.