Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1860
Tipo: Tese
Título: Níveis de fósforo disponível em rações para frangos de corte suplementadas ou não com fitase
Título(s) alternativo(s): Niveles de fósforo disponíble en raciones para pollos de engorde suplementadas o no con fitasa
Autor(es): Martin, John Armando Parra
Primeiro Orientador: Albino, Luiz Fernando Teixeira
Primeiro coorientador: Hannas, Melissa Izabel
Segundo coorientador: Rostagno, Horácio Santiago
Primeiro avaliador: Silva, Marcelo Dias da
Segundo avaliador: Brumano, Gladstone
Abstract: Foram realizados 2 experimentos na Universidade Federal de Viçosa para validar os níveis de fósforo disponível preconizados nas Tabelas Brasileiras para Aves e Suínos (ROSTAGNO et al., 2011) suplementado a partir de fosfato bicálcico (experimento 1) e de fosfato bicálcico e fitase (500FTU&#8729;kg. -1 de ração) (experimento 2) para frangos de corte machos de desempenho médio no período dos oito aos 21, 33 e 45 dias de idade mantendo-se a relação cálcio:fósforo disponível em 2,13:1. Para cada um dos experimentos foram utilizadas 480 aves da linhagem Cobb®, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, com três níveis, oito repeti- ções e 20 aves por unidade experimental. A dieta foi isoenergética e isoprotéica baseada em milho e farelo de soja. Houve três planos alimentícios: inicial (8-21 dias), crescimento (21-33 dias) e finalização (33-45 dias) mantendo níveis abaixo da exigência (90%); valores da exi- gência (ROSTAGNO et al., 2011) (assumidos como 100%); e acima da exigência (110%). Os percentuais respectivos de Pd por fase foram: inicial: 0,352, 0,391 (100%) e 0,430; cres- cimento:0,308, 0,342 (100%) e 0,376; e finalização 0,268, 0,298 (100%) e 0,328. Cada grupo de animais manteve-se no mesmo nível de proporção (90-100-110%) ao longo dos experi- mentos. Os parâmetros avaliados foram peso final, ganho de peso, consumo de ração, conver- são alimentar, e quantificadas as cinzas, o fósforo e o cálcio nas tíbias (aos 22 e 33 dias) ou fêmures (aos 45 dias). Experimento 1: não houve diferenças nos valores de desempenho aos 21 dias nem aos 33 dias. Aos 45 dias houve piora na conversão alimentar conforme os níveis aumentaram (P<0,05). Em relação aos parâmetros ósseos, aos 21 dias foram observadas dife- renças significativas (P<0,05) somente para o fósforo (% e g). Aos 33 dias não foram obser- vadas diferenças (P>0,05) para nenhum dos parâmetros ósseos. Aos 45 dias houve diferenças significativas (P<0,05) para peso do fêmur, de cinzas (% e g) e quantidade de Ca e de P. Re- comenda-se diminuir os níveis de Pd em 10% até os 33 dias de idade. Experimento 2: em re- lação ao desempenho dos oito aos 21 dias de idade apenas houve diferenças significativas (P<0,05) para a variável consumo sendo menor no nível acima da exigência; os resultados do nível da exigência e o nível acima desta, foram semelhantes (P>0,05). Nem aos 33 dias nem aos 45 dias de idade houve diferenças (P>0,05). Em relação aos parâmetros ósseos: aos 21 viidias os níveis de fósforo disponível abaixo da exigência, reportaram os menores (P<0,05) quando comparados com níveis da exigência para as variáveis: cinzas (%), cálcio (% e g) e fósforo (% e g). Aos 33 dias não houve diferenças significativas (P>0,05). Aos 45 dias de idade os níveis de Pd abaixo da exigência reportaram os menores valores (P<0,05) para peso do fêmur, cinzas (% e g) e fósforo (g). Para cálcio não houve diferenças (P>0,05) sendo que conforme aumentavam os níveis de Pd o percentual de cálcio numericamente diminuía. Re- comenda-se avaliar níveis de Pd menos restritos quanto 10% para o período entre os oito e os 21 dias. Dos oito aos 33 dias de idade o nível de Pd abaixo da exigência (-10%) apresentou resultados similares tanto para desempenho quanto para variáveis ósseas.
Were performed two experiments at the Universidade Federal de Viçosa for assessing levels of available phosphorus (Pd) supplemented from dicalcium phosphate (experiment 1) and dicalcium phosphate and phytase (500FTU&#8729;kg-1) (experiment 2) maintaining the calci- um:phosphorus available ratio in 2,13:1. A number of 480 eight-day-old Cobb ® broilers were distributed into 24 floor pens and reared for 45 days. An isoenergetic and isonitrogenous maize-soja-bean-meal basal diet was formulated according to the Brazilian Tables for Poultry and Swine (ROSTAGNO et al., 2011) recommendations for starter (8-21 d), grower (21-33 d) and finisher (33-45 d) periods. The birds were distributed in a completely randomized se- quence with three levels and eight replicates of 20 birds each. Available phosphorus levels were: 90%; 100% (requirement to standard performance broiler according with Rostagno et al. (2011); and 110%. Based on bird performance the estimated available phosphorus levels, were 0,352, 0,391 (100%) and 0,430 percent for the starter; 0,308, 0,342 (100%) and 0,376 percent for growing; and 0,268, 0,298 (100%) and 0,328 percent for finishing phases, respec- tively. Each group of animals was kept at the same level ratio (90-100-110%) throughout the experiments. The parameters evaluated were final weight, weight gain, feed intake, feed con- version, and quantified ash, phosphorus and calcium in the tibia (at 22 and 33 days) and fe- murs (45 days). Experiment 1: There were no differences in performance values at 21 days or 33 days. At 45 days there was an increase in feed conversion as Pd levels increased (P<0,05). Regarding bone parameters, at 21 days were observed significant differences (P<0,05) only for phosphorus (% and g). At 33 days were not detected differences (P>0,05) for any of the bone parameters. At 45 days there were significant differences (P<0,05) weight of femur ash (% and g) in addition to amount of Ca and P. Consider decreasing the levels of Pd in 10% of 8 to 33 days old. Experiment 2: in relation to the performance of eight to 21 days-old were only significant differences (P<0,05) for food intake being less variable in the 110% level; the lev- els 90% and 100% were similar (P>0,05). At 33 days-old or at 45 days-old was no difference (P>0,05). Regarding bone parameters: at 21 days-old available phosphorus levels below the ixrequirement (90%), reported lower values (P<0,05) when compared with levels of 100% for the variables: ash (%), calcium (% and g) and phosphorus (% and g). At 33 days-old there was no significant difference (P>0,05). At 45 days-old the levels of Pd under the requirement (90%) reported lower values (P<0.05) for femur weight, ash (% and g) and phosphorus (g). For calcium there was no differences (P>0,05) being that as Pd levels increased the percent- age of calcium decreased numerically. It is recommended to assess levels of Pd less restricted to 10% for the period from eight to 21 days-old. From eight to 33 days-old the level of Pd under the requirement (90%) showed similar results for both performance and bone variables.
Palavras-chave: Enzima
Desempenho
Minerais
Cinza
Enzima
Rendimiento
Minerales
Gris
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: MARTIN, John Armando Parra. Niveles de fósforo disponíble en raciones para pollos de engorde suplementadas o no con fitasa. 2013. 154 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1860
Data do documento: 13-Nov-2013
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf1,09 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.