Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/1910
Tipo: Tese
Título: Sistema silvipastoril com eucalipto: produtividade do sub-bosque e desempenho de novilhos sob fertilização nitrogenada e potássica
Título(s) alternativo(s): Silvopastoral system with eucalypt: Understory productivity and cattle performance, under nitrogen and potassium fertilization
Autor(es): Bernardino, Fernando Salgado
Primeiro Orientador: Garcia, Rasmo
Primeiro coorientador: Neves, Júlio César Lima
Segundo coorientador: Pereira, Odilon Gomes
Primeiro avaliador: Paulino, Mário Fonseca
Segundo avaliador: Queiroz, Domingos Sávio
Abstract: O estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito da adubação nitrogenada e potássica, e de ofertas de forragem, sobre o desempenho animal, a produção de matéria seca e a composição químico-bromatológica do sub-bosque de um sistema silvipastoril. Para isto, três experimentos foram conduzidos na Fazenda Riacho, localizada no município de Paracatu-MG, em um sistema silvipastoril constituído por eucalipto e Brachiaria brizantha cv. Marandu. No primeiro experimento foram avaliados os efeitos de três doses de fertilizante nitrogenado (0, 75 e 150 kg ha-1 de N, na forma de uréia) e duas doses de fertilizante potássico (0 e 100 kg ha-1 de K2O, na forma de KCl) sobre o a produção de matéria seca e composição químico-bromatológica do sub-bosque. O estudo foi conduzido no delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. Os resultados da avaliação das doses de N elevaram significativamente a produção de matéria seca e a taxa de acúmulo de matéria seca. A aplicação de fertilizante potássico potencializou o efeito de N no sub-bosque, aumentando a resposta das plantas ao nitrogênio. Os teores e o conteúdo de nitrogênio na planta foram elevados com as doses de adubo nitrogenado, porém não foi detectada influência de K2O sobre esta variável. Os fertilizantes elevaram as taxas de acúmulo de N na planta, enquanto que as taxas de acúmulo de K foram influenciadas apenas pelos tratamentos compostos por N mais K2O. Os teores de fibra em detergente neutro não foram influenciados pelos tratamentos. No segundo experimento avaliou-se o desempenho de animais pastejando o sub-bosque do sistema silvipastoril adubado com as mesmas doses de N e K2O do ensaio anterior. O estudo foi conduzido sob delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições e três períodos de avaliação. Foi observado incremento no ganho de peso para o primeiro período de avaliação, variação quadrática no segundo período e redução linear no terceiro período, à medida que se elevaram as doses de N. As variações no ganho médio individual não prejudicaram o ganho por unidade de área, observando-se ganhos crescentes à medida que foram adicionadas doses crescentes de N. Foram verificados, também, maiores ganhos por unidade de área quando o fertilizante potássico foi adicionado. O terceiro experimento foi conduzido com o objetivo de se avaliar o desempenho de bovinos de corte pastejando o sub-bosque de um sistema silvipastoril com eucalipto, adubado com fertilizante nitrogenado e duas ofertas de forragem. Os tratamentos consistiram de três doses de fertilizante nitrogenado (0, 75 e 150 kg ha-1 de N, na forma de uréia), e duas ofertas de forragem (10 e 15% PV). O estudo foi conduzido sob delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições e três períodos de avaliação. Foi observado incremento no ganho de peso apenas para o primeiro período de avaliação, à medida que se elevaram as doses de fertilizante nitrogenado. A variação na oferta de forragem não influenciou os ganhos médios individuais. Os valores de ganho por unidade de área foram crescentes à medida que foram adicionadas doses crescentes de fertilizante nitrogenado. Com estes resultados, conclui-se que a aplicação de N e K eleva o rendimento de matéria seca do sub-bosque do sistema silvipastoril, aumentando a capacidade de suporte do sistema, sem comprometer a quantidade de nutrientes disponível aos animais. Os ganhos de peso por unidade de área são elevados como conseqüência da fertilização. A oferta de forragem de 15% é mais adequada quando se utilizam menores doses de N na pastagem. Para doses mais elevadas, a intensificação da utilização, representada pela oferta de forragem de 10%, é superior, com maiores ganhos por unidade de área. A fertilização do sub-bosque é eficiente e necessária para a intensificação do uso de sistemas integrados eucalipto-pastagem.
The study was conducted to evaluate silvopastoral understory dry matter production, chemical composition, and the animal performance under different nitrogen and potassium fertilization and forage offers. Three experiments were conducted at Riacho Farm, located in the region of Paracatu, Minas Gerais Brazil, in a silvopastoral system constituted by eucalyptus and Brachiaria brizantha cv. Marandu. In the first experiment, the understory dry matter production and chemical composition were evaluated in response to three N levels (0, 75 and 150 kg ha-1) and two K2O levels (0 and 100 kg ha-1), in a completely random design. Nitrogen levels increased dry matter production and accumulation rate. Potassium fertilization increased the N effect, potentializing N effects. Fertilizers increased plant N accumulation rates whereas K accumulation rates were influenced by N plus K treatments. Neutral detergent fiber (NDF) percents were not affected by treatments. The second experiment was conducted to evaluate animal performance, grazing silvopastoral understory fertilized with N and K, with same levels used in first experiment. The individual liveweight gain (LWG) was influenced by N levels, which showed linear increase in first period, quadratic variation on second period, and linear decrease on third period. The variations on LWG did not compromise liveweight gain per hectare. Higher N levels, combined with K, resulted in higher liveweight gain per hectare. The third experiment was conducted to evaluate animal performance, grazing silvopastoral understory fertilized with N (0, 75 and 150 kg ha-1), combined with two forage offers (10 and 15% bodyweight). The N levels increased LWG only on first evaluation period, but resulted in higher liveweight gain per hectare. The forage offer did not affect LWG. The experiments results evidenced that N and K fertilization increase dry matter production and the stocking rate, but did not compromise nutrient availability to the animals. LWG per hectare increases in consequence of fertilization. Forage offer of 15% is adequate when lower levels of N are applied on understory. For higher N levels, the forage offer of 10% results in higher LWG per hectare. Understory fertilization is efficient and necessary to intensifying silvopastoral systems.
Palavras-chave: Luminosidade
Sub-bosque
Qualidade
Luminosity
Understory
Quality
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::ZOOTECNIA::PASTAGEM E FORRAGICULTURA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul
Programa: Doutorado em Zootecnia
Citação: BERNARDINO, Fernando Salgado. Silvopastoral system with eucalypt: Understory productivity and cattle performance, under nitrogen and potassium fertilization. 2007. 112 f. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Animais Domésticos; Nutrição e Alimentação Animal; Pastagens e Forragicul) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/1910
Data do documento: 23-Abr-2007
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,48 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.