Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/2714
Tipo: Dissertação
Título: Análise de folatos em hortaliças folhosas por cromatografia líquida de alta eficiência, com detecção por fluorescência
Título(s) alternativo(s): Folate analysis in leafy vegetables by high performance liquid chromatography and detection by fluorescence
Autor(es): Della Lucia, Ceres Mattos
Primeiro Orientador: Sant ana, Helena Maria Pinheiro
Primeiro coorientador: Brandão, Sebastião César Cardoso
Segundo coorientador: Ribeiro, Sônia Machado Rocha
Primeiro avaliador: Chaves, José Benício Paes
Segundo avaliador: Martino, Hércia Stampini Duarte
Abstract: A baixa ingestão de folatos tem sido apontada como possível causa de doenças graves que atingem o homem, como as doenças cardíacas, o câncer e as malformações congênitas. Informações na literatura sobre a concentração de folatos em hortaliças são escassas e muitas vezes contraditórias, devido às dificuldades associadas à análise dessa vitamina, que por sua vez estão relacionadas à sua baixa estabilidade, presença em pequenas concentrações em sistemas biológicos, complexos procedimentos de extração e variedade de formas. Esse estudo teve como objetivo otimizar uma metodologia para determinação da concentração natural de diferentes formas de folatos (tetraidrofolato THF, 5- metiltetraidrofolato 5-MTHF e 5-formiltetraidrofolato 5- FTHF) em hortaliças de elevado consumo no Brasil e cultivadas em Viçosa, MG (couve, espinafre, mostarda, floretes e folhas de brócolis). Visou ainda comparar as concentrações de folatos entre duas estações do ano (inverno e primavera) e avaliar sua estabilidade a diferentes práticas culinárias comuns de cocção (cocção a vapor, cocção sob imersão em água e refogamento em óleo). A metodologia otimizada no preparo das hortaliças consistiu de homogeneização das mesmas em um sistema tampão (tampão fosfato 0,1 M, pH 6,0), seguido por aquecimento e centrifugação, procedendo-se a desconjugação enzimática dos poliglutamatos para monoglutamatos, utilizando conjugase proveniente de plasma de rato. Após a fase de extração, o extrato contendo os monoglutamatos foi purificado utilizando coluna de troca iônica. A análise dos folatos foi feita por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE), utilizando gradiente de eluição e fase móvel composta de acetonitrila e solução tampão fosfato (30 mM, pH ajustado para 2,3 com ácido fosfórico). Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado com duas estações do ano (inverno e primavera), cinco hortaliças e quatro repetições em cada estação. Realizou-se a análise de variância (α= 5%) para verificar diferenças entre as duas estações. Para verificação de diferenças entre a concentração dos compostos nas hortaliças cruas e submetidas à cocção, foi aplicado o teste t pareado, ao nível de 5% de probabilidade, sendo as hortaliças comparadas duas a duas (hortaliça crua x hortaliça cozida/refogada). Para essa análise, foram consideradas oito repetições (quatro repetições no inverno e quatro na primavera). A concentração média de folatos totais encontrado foi de 549,67 ± 467,07 μg/100 g em couve; 754,57 ± 564,16 μg/100 g em floretes de brócolis; 731,51 ± 384,01 μg/100 g em folhas de brócolis; 241,04 ± 121,80 μg/100 g em espinafre e 568,76 ± 383,20 μg/100 g em mostarda. Não foram encontradas diferenças significativas na concentração de folatos das hortaliças entre o inverno e a primavera. O 5-FTHF foi o isômero encontrado em maior quantidade nas hortaliças estudadas, sendo os floretes de brócolis considerados a melhor fonte desse isômero e o espinafre, a hortaliça que apresentou as menores concentrações. O refogamento em óleo preservou a concentração das três isoformas de folatos em couve, espinafre e mostarda. Por outro lado, a cocção sob imersão em água foi o método que menos preservou a concentração de 5-FTHF e THF em floretes de brócolis (retenção de 17,01% para THF e de 57,68% para 5-FTHF). A cocção a vapor também não se mostrou eficiente na preservação de THF em floretes de brócolis (41,83% de retenção). A metodologia otimizada mostrou-se confiável para determinação simultânea das três formas mais importantes de folatos (THF, 5- MTHF e 5-FTHF) em hortaliças folhosas cruas e cozidas. A estabilidade de folatos mostrou-se fortemente dependente de cada hortaliça, do método de cocção e da forma isomérica. Todas as hortaliças mostraram-se como boas fontes de folatos, sendo que seu consumo pela população deve ser estimulado.
The low intake of folate has been identified as a possible cause of serious diseases that affect man, such as heart disease, cancer and congenital malformations. Information in the literature about the concentration of folate in vegetables are rare and often contradictory, due to difficulties associated with analysis of this vitamin, which are related to its low stability, the presence in small concentrations in biological systems, complex procedures of extraction and variety of forms. This study aimed to optimize a methodology for determining the concentration of different natural forms of folate (tetrahydrofolate - THF, 5-methyl tetrahydrofolate - 5-MTHF and 5-formyl tetrahydrofolate - 5-FTHF) in vegetables of high consumption in Brazil and grown in Viçosa , MG (kale, spinach, mustard, flowers and sheets of broccoli). Also aimed to compare the concentrations of folate between two seasons (winter and spring) and assess its stability to various common culinary cooking practices (steam cooking, cooking on immersion in water and stir frying). The optimized method to prepare the vegetables consisted of homogenization in a buffer system (0.1 M phosphate buffer, pH 6.0), followed by heating and centrifugation, and enzymatic deconjugation of poliglutamate to monoglutamate using conjugase from rat plasma. After the stage of extraction, the extract containing the monoglutamate was purified using ion exchange column. The folate analysis was carried out by high performance liquid chromatography (HPLC) using gradient elution and mobile phase consisting of acetonitrile and phosphate buffer (30 mM, pH adjusted to 2.3 with phosphoric acid). We used a completely randomized design with two seasons (winter and spring), five vegetables and four replications in each season. Analysis of variance (α = 5%) was used to determine differences between the two seasons. To check differences between the concentration of compounds in raw and cooked vegetables it was applied the paired t test, at 5% level of probability, and the vegetables compared two by two (vegetable raw x vegetables cooked). For this analysis, we used eight replicates (four replicates in winter and four replicates in x spring). The average concentration of total folate was 549.67 ± 467.07 μg/100 g in kale; 754.57 ± 564.16 μg/100 g in flowers of broccoli; 731.51 ± 384.01 μg/100 g in leaves of broccoli, 241.04 ± 121.80 μg/100 g in spinach and 568.76 ± 383.20 μg/100 g in mustard. There were no significant differences in the concentration of folate in vegetables analyzed in winter and spring. 5-FTHF was found in greater quantity in vegetables studied, and the flowers of broccoli were considered the best source of this isomer. Spinach was vegetable that had the lowest concentrations. Stir frying preserved the concentration of the three isoforms of folate in kale, spinach and mustard. Furthermore, cooking under immersion in water was the method that less preserved the concentration of 5- FTHF and THF in flowers of broccoli (retention of 17.01% for THF and 57.68% for 5-FTHF). Steam cooking also was not effective in preserving THF in flowers of broccoli (41.83% retention). The optimized methodology showed to be reliable for the simultaneous determination of three major forms of folate (THF, 5-MTHF and 5-FTHF) in raw and cooked leafy vegetables. The stability of folate was strongly dependent on the kind of vegetable, the method of cooking and the isomeric form. All the vegetables were considered good sources of folate, and its consumption by the population should be encouraged.
Palavras-chave: Hortaliças
Cromatografia líquida de alta eficiência
Vitaminas
Vegetables
High performance liquid chromatography
Vitamin
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::NUTRICAO
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis
Programa: Mestrado em Ciência da Nutrição
Citação: DELLA LUCIA, Ceres Mattos. Folate analysis in leafy vegetables by high performance liquid chromatography and detection by fluorescence. 2009. 5 f. Dissertação (Mestrado em Valor nutricional de alimentos e de dietas; Nutrição nas enfermidades agudas e crônicas não transmis) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/2714
Data do documento: 17-Mar-2009
Aparece nas coleções:Ciência da Nutrição

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo456,69 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.