Locus  

Fenótipos metabólicos e fatores associados: um estudo de base populacional com adultos de Viçosa-MG

Show simple item record

dc.contributor Silva, Danielle Cristina Guimarães da
dc.contributor.advisor Juvanhol, Leidjaira Lopes
dc.creator Pereira, Dayana Ladeira Macedo
dc.date.accessioned 2019-12-03T14:20:00Z
dc.date.available 2019-12-03T14:20:00Z
dc.date.issued 2018-07-19
dc.identifier.citation PEREIRA, Dayana Ladeira Macedo. Fenótipos metabólicos e fatores associados: um estudo de base populacional com adultos de Viçosa-MG. 2018. 75 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Nutrição) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2018. pt-BR
dc.identifier.uri https://locus.ufv.br//handle/123456789/27475
dc.description.abstract A obesidade é um distúrbio metabólico crônico que está diretamente relacionado a diferentes agravos, como síndrome metabólica, diabetes mellitus e doenças cardiovasculares. Estudos recentes têm sugerido que a obesidade não representa uma condição homogênea, uma vez que indivíduos de mesmo estado nutricional possuem risco diferenciado de acordo com a presença ou não de alterações metabólicas. Esses diferentes subtipos de indivíduos caracterizam os denominados fenótipos metabólicos. O objetivo deste trabalho é investigar a prevalência dos fenótipos metabólicos e fatores associados na população adulta de Viçosa – MG. O presente estudo foi realizado utilizando-se dados da pesquisa “Síndrome metabólica e fatores associados: um estudo de base populacional em adultos de Viçosa-MG”. Trata-se de um estudo transversal, de base populacional, conduzido na zona urbana de Viçosa–MG, com adultos na faixa etária de 20 a 59 anos, de ambos os sexos. Foi realizado um processo de amostragem por conglomerados, em duplo estágio, e a amostra final do presente estudo foi de 957 indivíduos. A primeira fase de coleta de dados foi composta pela aplicação do questionário estruturado e, na segunda fase, realizou-se coleta de sangue, antropometria e aplicação de questionário de frequência de consumo alimentar. As associações foram testadas por meio de regressão logística multinomial e os padrões alimentares foram identificados através da análise fatorial exploratória e extraídos por meio da análise de componentes principais. Os resultados são apresentados em dois artigos originais. No primeiro artigo, identificou-se elevada prevalência dos fenótipos peso normal metabolicamente não saudável (9,3%) e excesso de peso metabolicamente saudável (23,4%), e que os fatores idade, percentual de gordura, perímetro da cintura e ácido úrico são associados positivamente aos fenótipos metabólicos. No segundo artigo, foram identificados três padrões alimentares: Padrão 1 (bebidas alcoólicas, óleos e gorduras, condimentos, refrigerante e suco,açúcares e doces, lanches, e carne e derivados), Padrão 2 (preparações culinárias, feijão, leite e derivados e café e chá) e Padrão 3 (hortaliças e frutas, cereais integrais, frango e peixe e leite desnatado), o primeiro e terceiro padrão foram associados aos fenótipos com excesso de peso (EPMNS e EPMS). Identificou-se importante prevalência dos fenótipos peso normal metabolicamente não saudável e excesso de peso metabolicamente saudável, e os fatores associados aos fenótipos metabólicos foram idade, ácido úrico, perímetro da cintura e percentual de gordura alterado, e os fenótipos com excesso de peso associaram-se aos padrões compostos por alimentos mais calóricos e mais saudáveis. Ressalta-se a necessidade de definição de um critério para categorização dos fenótipos metabólicos, possibilitando melhor comparabilidade entre os estudos, e de mais estudos sobre os fatores associados aos fenótipos metabólicos, sobretudo na população brasileira. pt-BR
dc.description.abstract Obesity is a chronic metabolic disorder that is directly related to different disorders, such as metabolic syndrome, diabetes mellitus and cardiovascular diseases. Recent studies have suggested that obesity does not represent a homogeneous condition, since individuals of the same nutritional status have different risk according to the presence or absence of metabolic alterations. These different subtypes of individuals characterize the so-called metabolic phenotypes. The objective of this work is to investigate the prevalence of metabolic phenotypes and associated factors in the adult population of Viçosa - MG. The present study was carried out using data from the research "Metabolic syndrome and associated factors: a population-based study in adults from Viçosa-MG". This is a cross-sectional, population- based study conducted in the urban area of Viçosa-MG, with adults between 20 and 59 years of age, of both sexes. A double-stage cluster sampling process was performed, and the final sample of the present study was 957 individuals. The first phase of data collection consisted of the application of the structured questionnaire and, in the second phase, blood collection, anthropometry and questionnaires of food consumption frequency were performed. The associations were tested using multinomial logistic regression and dietary patterns were identified through exploratory factorial analysis and extracted through principal component analysis. The results are presented in two original articles. In the first article, a high prevalence of metabolically unhealthy normal (9.3%) and excess metabolically healthy (23.4%) phenotypes was identified, and that the factors age, fat percentage, waist circumference and acid are positively associated with metabolic phenotypes. In the second article, three food standards were identified: Standard 1 (alcoholic beverages, oils and fats, condiments, soda and juice, sugars and sweets, snacks and meat and derivatives), Standard 2 (culinary preparations, beans, coffee and tea) and Standard 3 (vegetables and fruits, whole grains, chicken and fish and skim milk), the first and third standards were associated with overweight phenotypes (MUOW and MHOW). It was identified a significant prevalence of metabolically unhealthy normal weight and metabolically healthy overweight phenotypes, and the factors associated with the metabolic phenotypes were age, uric acid, waist circumference and altered fat percentage, and overweight phenotypes were associated with patterns composed of higher calorie and healthier foods. It is necessary to define a criterion for the categorization of metabolic phenotypes, allowing a better comparability between studies, and more studies on the factors associated with metabolic phenotypes, especially in the brazilian population. en
dc.language.iso por pt-BR
dc.publisher Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.rights Acesso Aberto pt-BR
dc.subject Obesidade pt-BR
dc.subject Peso Corporal - Regulação pt-BR
dc.subject Doenças cardiovasculares - Fatores de risco pt-BR
dc.subject Alimentos - Consumo pt-BR
dc.title Fenótipos metabólicos e fatores associados: um estudo de base populacional com adultos de Viçosa-MG pt-BR
dc.title Metabolic phenotypes and associated factors: a population-based study with adults from Viçosa-MG en
dc.type Dissertação pt-BR
dc.subject.cnpq Analise nutricional de população pt-BR
dc.creator.lattes http://lattes.cnpq.br/0060456533068888 pt-BR
dc.degree.grantor Universidade Federal de Viçosa pt-BR
dc.degree.department Departamento de Nutrição e Saúde pt-BR
dc.degree.program Mestre em Ciência da Nutrição pt-BR
dc.degree.local Viçosa - MG pt-BR
dc.degree.date 2019-07-19
dc.degree.level Mestrado pt-BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

  • Ciência da Nutrição [307]
    Teses e dissertações defendidas no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Nutrição

Show simple item record

Search DSpace


Browse

My Account