Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/3154
Tipo: Dissertação
Título: Crescimento e eficiência nutricional de leguminosas arbóreas pioneiras e não pioneiras
Título(s) alternativo(s): Growth and nutrition efficiency in pioneer tree and non pioneers
Autor(es): Vieira, Túlio Anselmo Sacramento
Primeiro Orientador: Paiva, Haroldo Nogueira de
Primeiro coorientador: Neves, Júlio César Lima
Primeiro avaliador: Barros, Nairam Félix de
Abstract: Objetivou-se com o presente trabalho avaliar a produção de biomassa, os parâmetros morfológicos da parte aérea e raízes, a partição de nutrientes minerais, a eficiência de absorção e utilização de macro (N, P, K, Ca, Mg e S) e micronutrientes (Mn, Cu, Fe e Zn), bem como os parâmetros cinéticos (Vmax e Km) de absorção iônica para P, N, Ca e Mg, em espécies leguminosas arbóreas nativas pertencentes a diferentes grupos de sucessão ecológica. O experimento foi conduzido em casa de vegetação e câmara de crescimento do Departamento de Solos da Universidade Federal de Viçosa (MG), utilizando-se mudas de seis leguminosas arbóreas pertencentes a diferentes grupos de sucessão ecológica (Pioneiras: Mimosa caesalpiniaefolia e Senna multijuga / Não pioneiras: Anadenanthera peregrina, Apuleia leiocarpa, Hymenaea courbaril e Machaerium nictitans), cultivadas em solução nutritiva. Os tratamentos, representados por mudas das seis espécies, foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. Foram determinados a produção de biomassa; os parâmetros morfológicos de parte aérea e raízes; os teores e acúmulos nutricionais; a eficiência de absorção, translocação e utilização; e os parâmetros cinéticos. Para produção de biomassa, quando agrupadas em função do grupo ecológico, as espécies pioneiras destacaram-se em relação às não pioneiras, esse comportamento também foi observado para área foliar, comprimento radicular e área de superfície radicular. Não foi observado distinção entre grupos de sucessão ecológica quanto à partição de nutrientes minerais, entretanto houve distinção entre as espécies. Para eficiência nutricional, foram identificadas diferenças na eficiência de absorção, translocação e utilização dos nutrientes em relação às espécies, contudo foi identificado distinção para os grupos de sucessão ecológica somente para eficiência de utilização. Dentre os parâmetros cinéticos de absorção iônica somente Vmax de P, N, e Mg variaram entre espécies e nutrientes, não apresentando relação contrastante de acordo com grupo de sucessão ecológica, enquanto que o Km apresentou-se estatisticamente distinto entre espécies somente para N. Apuleia leiocarpa destacou-se entre as demais leguminosas arbóreas por apresentar maior eficiência de absorção, maiores influxos e poder de absorção (α), fato este que pode estar correlacionado às maiores áreas foliares e radiculares específicas apresentadas por esta espécie. Foram confeccionados diagramas para as relações entre eficiência de absorção e eficiência de utilização, assim como para Vmax e Km, permitindo a classificação das espécies quanto a eficiência nutricional e cinética de absorção iônica. As diferenças identificadas no presente trabalho em leguminosas arbóreas nativas pertencentes à diferentes grupos sucessionais na fase de mudas, sugere a possibilidade de seleção de espécies para diferentes condições de sítio, possibilitando um melhor manejo da adubação de acordo com demandas nutricionais das espécies vegetais.
The objective of this study was to evaluate the production of biomass, morphological parameters of shoots and roots, the partition of nutrients, the absorption efficiency and utilization of macro (N, P, K, Ca, Mg e S) and micronutrients (Mn, Cu, Fe e Zn), well as the kinetic parameters (Vmax and Km) of ion absorption to P, N, Ca and Mg in native legume species belonging to different groups of ecological succession. The experiment was conducted in greenhouse and growth chamber of the Department of Soil Science, Federal University of Viçosa (MG), using six leguminous plants belonging to different groups of ecological succession (Pioneer: Mimosa caesalpiniaefolia e Senna multijuga / Non-pioneer: Anadenanthera peregrina, Apuleia leiocarpa, Hymenaea courbaril e Machaerium nictitans), cultivated in nutrient solution. The treatments were represented by six species of seedlings were distributed in a completely randomized design with four replications. Biomass production, morphological parameters of shoots and roots, nutritional contents accumulations; efficiency of absorption, translocation and utilization and the kinetic parameters were determined. For biomass production, when grouped according to the environmental group, the pioneer species stood out in relation to non-pioneer, this behavior was also observed for leaf area, root length and root surface area. No distinction between groups of ecological succession considering mineral nutrient partitioning, however there is distinction between species. For nutritional efficiency, differences in the efficiency of absorption, translocation and utilization of nutrients in relation to species were stated, however was identified distinguish groups of ecological succession for efficiency of utilization. Among the kinetic parameters of ion absorption, only Vmax of P, N, and Mg varied between species and nutrients, showing no contrast ratio according to group of ecological succession, while the Km was statistically different only for N and different species. Apuleia leiocarpa stands out among the other tree legume due to its higher absorption efficiency, greater inflows and power absorption (α), a fact that can is correlated with higher specific leaf and root areas shown by this species. Diagrams were made from the relationships between absorption efficiency and utilization efficiency, and Vmax and Km, allowing classification of the species as the nutritional efficiency and kinetics of ion uptake. The differences identified in this study in native leguminous trees belonging to different successional groups in the seedling stage, suggests the possibility of selection of species for different site conditions, allowing better management of fertilizer according to nutrient demands of the plant species.
Palavras-chave: Eficiência de absorção
Eficiência de translocação
Eficiência de utilização
Macronutrientes
Micronutrientes
Parâmetros
Absorption efficiency
Translocation efficiency
Efficiency of use
Macronutrients
Micronutrients
Parameters
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::SILVICULTURA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Mestrado em Ciência Florestal
Citação: VIEIRA, Túlio Anselmo Sacramento. Growth and nutrition efficiency in pioneer tree and non pioneers. 2013. 85 f. Dissertação (Mestrado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/3154
Data do documento: 29-Jul-2013
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf673,5 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.