Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/54
Tipo: Dissertação
Título: Análise do risco de liquidez em cooperativas de crédito de economia solidária
Título(s) alternativo(s): Analysis of liquidity risk in credit unions of solidarity economy
Autor(es): Melo, Edson Santos
Primeiro Orientador: Lima, João Eustáquio de
Primeiro avaliador: Gomes, Marília Fernandes Maciel
Segundo avaliador: Ferreira, Marco Aurélio Marques
Terceiro avaliador: Bressan, Valéria Gama Fully
Abstract: As cooperativas de crédito rural sempre foram apontadas como uma das principais alternativas para democratizar o acesso ao crédito, principalmente para os pequenos agricultores familiares. No entanto, tais cooperativas estão sujeitas as normalizações vigentes no Sistema Financeiro Nacional e, também, a todos os riscos inerentes da atividade financeira. Assim, o objetivo principal deste estudo foi analisar os principais indicadores que podem contribuir para a probabilidade de ocorrência do risco de liquidez nas cooperativas de crédito rural com interação solidária do Sistema Cresol, durante o período de 2001 a 2009. O referencial teórico baseou-se na assimetria de informação presente no cenário cooperativista, no risco relacionado às instituições financeiras e na importância das demonstrações contábeis na análise econômica e financeira das cooperativas de crédito. Para se atingir o objetivo geral proposto, utilizou-se como referencial analítico um modelo logit binário com dados em painel e um modelo logit multinomial, sendo que neste último consideraram-se várias faixas de risco de liquidez. Entre os modelos analisados no logit binário, o modelo logit em painel com efeitos aleatórios foi o que melhor se ajustou aos dados, sendo a variável dependente a ocorrência da cooperativa ser classificada como líquida ou ilíquida. Verificou-se por este modelo os indicadores que contribuíram para determinar a ocorrência do risco de liquidez nas cooperativas analisadas, quais sejam: utilização de capital de terceiros, provisionamentos, volume de crédito, relação entre depósitos totais e operações de crédito e a idade da cooperativa. Enquanto os indicadores de utilização de capital de terceiros e provisionamentos contribuíram para elevar o risco de liquidez, os demais indicadores exerceram influência contrária no mesmo. Ao analisar o risco de liquidez por meio do modelo logit multinomial, classificaram-se as cooperativas numa faixa que compreendia um risco muito baixo a um risco muito alto de liquidez. Utilizou-se neste modelo as mesmas variáveis estimadas no modelo logit binário. O indicador utilização de capital de terceiros destacou-se como aquele que mais contribui para elevar a probabilidade das cooperativas analisadas estarem em alto risco de liquidez, seguido pelo indicador provisionamentos. Entre os indicadores que mais contribuíram para reduzir a probabilidade da existência do risco de liquidez, destacou-se o indicador relação entre depósitos totais e operações de crédito, que reduzia em até 11 pontos percentuais a probabilidade das cooperativas de crédito rural com interação solidária do Sistema Cresol estarem em alto risco de liquidez. Por fim, apesar de algumas limitações presentes no trabalho, o mesmo vem contribuir para preencher uma lacuna existente em relação ao entendimento do risco de liquidez nas cooperativas de crédito rural que operam sob o sistema de economia solidária.
Rural credit unions have always been pointed as one of the main alternatives to democratize credit access, especially to small family farmers. Nevertheless, those cooperatives are subjected to regulations established in the National Financial System and, also, to all inherited risks of financial activity. Therefore, this study main objective was to analyze the chief indicators that can to contribute to the probability of liquidity risk occurrence on the rural credit unions with solidary interaction in the Cresol system, on the period of 2001 to 2009. The technical referential was based on information asymmetry present in the cooperative scenario, on the risk related to the financial institutions and on the importance of financial statements in the economic and financial analysis of credit unions. To reach the main objective proposed, it was utilized as analytical referential the binary logit model with panel data and a multinomial logit model, in the last one considering some liquidity risk bands. Among the models analyzed in the logit binary, the panel logit model with random effects was the best in adjusting to the data, being the dependent variable the occurrence of the cooperative to be classified as liquid or illiquid. It was verified in this model the indicators that contribute to determine liquidity risk occurrence on the analyzed cooperatives, that are: the The third part capital utilization, provisioning, credit volume, ratio of total deposits and credit operations and the age of the cooperative. While the third part capital utilization and provisioning indicators contributed to rise the liquidity risk, the others had a contrary influence. Once evaluating the liquidity risk by the multinomial logit model, the cooperatives were classified in a band that comprehended a very low and a very high liquidity risk. On this model it was utilized the same variables that were used in the binary logit. The third part capital utilization indicator detached as the one that contributed most to rise the probability that the analyzed cooperatives reach the high liquidity risk, followed by the provisioning indicator. Among the indicators that contributed most to low the probability of the occurrence of liquidity risk, detached the relation between total deposit and credit operations indicator, that lowered on even 11 perceptual points the probability of the rural credit unions with solidary interaction on the Cresol System to be with high liquidity risk. At last, beside some limitation present in this work, it come to contribute to fill an existing gap regarding the understanding liquidity risk of the rural credit unions that operate by the solidarity economy system.
Palavras-chave: Risco de liquidez
Cooperativa de crédito
Economia solidária
Liquidity risk
Credit unions
Solidarity economy
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::METODOS QUANTITATIVOS EM ECONOMIA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos
Programa: Mestrado em Economia Aplicada
Citação: MELO, Edson Santos. Analysis of liquidity risk in credit unions of solidarity economy. 2011. 126 f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/54
Data do documento: 8-Dez-2011
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf605,76 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.