Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/542
Tipo: Tese
Título: Mamíferos em unidades de conservação na região do Cristalino, Mato Grosso – composição, estrutura e avaliação de impactos ambientais
Título(s) alternativo(s): Mammals in conservation units in the Cristalino Region, Mato Grosso - composition, structure and assessment of environmental impacts
Autor(es): Rocha, Ednaldo Cândido
Primeiro Orientador: Silva, Elias
Primeiro coorientador: Giudice, Gisele Mendes Lessa Del
Segundo coorientador: Dalponte, Júlio César
Primeiro avaliador: Martins, Sebastião Venâncio
Segundo avaliador: Ribeiro, Guido Assunção
Abstract: Este estudo foi desenvolvido nas Reservas Particulares do Patrimônio Natural Cristalino e Lote Cristalino (7.209,4 ha) e no Parque Estadual Cristalino (184.900 ha). Essas unidades de conservação são contíguas e estão localizadas no extremo centronorte do estado do Mato Grosso, em locais considerados prioritários para a conservação, em função da alta biodiversidade e endemismos, além da elevada pressão antrópica, por se encontrarem no “arco do desmatamento da Amazônia”. Desta forma, este trabalho objetivou conhecer, avaliar e comparar a estrutura das populações de mamíferos de médio e grande porte, em termos de riqueza e abundância das espécies em ambientes sem turismo e com atividades de ecoturismo na região do Cristalino. Além disto, buscou-se estimar a densidade populacional de primatas e de outros mamíferos de médio e grande porte de hábitos noturnos, bem como propor recomendações para a condução de amostragem noturna de distâncias em transectos lineares. Para tanto, no período compreendido entre maio de 2008 a fevereiro de 2010 foram amostrados ambientes com floresta primária, os quais apresentavam dois níveis de perturbação antrópica: sem turismo e com atividades de ecoturismo. Os dados foram coletados utilizando a amostragem de distâncias em transectos lineares, que totalizou 468,3 km percorridos nos períodos diurno e noturno, e o registro de pegadas em parcelas previamente preparadas (n = 660 parcelas vistoriadas), além de percursos fluviais no rio Cristalino e buscas aleatórias nos locais onde não ocorriam caminhos. Registros de 38 espécies de mamíferos simpátricas foram obtidos, sendo 34 de médio e grande porte e quatro de pequeno porte. Não houve diferença estatisticamente significativa na riqueza em espécies dos ambientes sem turismo e com ecoturismo, sendo que a similaridade de espécies entre eles foi alta (94%). No entanto, três táxons apresentaram abundância inferior nos ambientes com turismo: cutia Dasyprocta leporina (Linnaeus, 1766), veados Mazama spp. e tatu-15-quilos Dasypus kappleri Krauss, 1862. Sete espécies simpátricas de primatas foram registradas e cinco delas tiveram suas densidades populacionais estimadas. Macaco-prego Cebus apella (Linnaeus, 1758) foi o primata mais abundante (densidade – D = 5,27 grupos/km2; intervalo de confiança - IC = 4,11 – 6,75), porém não houve diferença estatisticamente significativa entre os valores estimados de densidade de grupos para coatá-de-cara-branca Ateles marginatus (É. Geoffroy, 1809) (D = 1,39 grupos/km2; IC = 0,91 – 2,11), cuxiú Chiropotes albinasus (Geoffroy & Deville, 1848) (D = 1,03 grupos/km2; IC = 0,62 – 1,72), mico Mico emiliae (Thomas, 1920) (D = 2,03 grupos/km2; IC = 1,07 – 3,86) e zogue-zogue Callicebus moloch (Hoffmannsegg, 1807) (D = 1,47 grupos/km2; IC = 0,77 – 2,78). Em levantamentos noturnos nove espécies de mamíferos de médio e grande porte foram registradas, das quais três tiveram suas densidades populacionais estimadas: jupará Potos flavus (Schreber, 1774) (D = 7,08 indivíduos/km2; IC = 3,99 – 12,57), paca Cuniculus paca (Linnaeus, 1766) (D = 8,13 indivíduos/km2; IC = 4,12 – 16,06) e veado-mateiro Mazama americana (Erxleben, 1777) (D = 4,43 indivíduos/km2; IC = 2,39 – 8,22). Percebe-se, portanto, que o impacto negativo das atividades de ecoturismo desenvolvidas na área de estudo foi de pequena magnitude, em termos de riqueza e abundância de mamíferos de médio e grande porte. Assim, empreendimentos de ecoturismo se apresentam como importante atividade econômica a ser desenvolvida em áreas com potencial turístico na Amazônia. Além disto, a amostragem de distâncias em transectos lineares se mostrou uma ferramenta aplicável para estimar a densidade populacional de mamíferos de hábitos noturnos, desde que se tomem alguns cuidados na condução dos levantamentos, no intuito de cumprir as premissas teóricas do método.
This study was developed in the Private Reserves of Cristalino Natural Patrimony and Cristalino Plot (7209.4ha) and in Cristalino State Park. (184.900ha). These protected areas are contiguous and are located in the extreme north-central State of Mato Grosso, in areas considered priorities for conservation due to the high biodiversity and endemism and the high human pressure, as being in the "Amazon deforestation Arc.” Thus, this study focused to evaluate and compare the structure of populations of medium and large mammals in terms of wealth and abundance in environments without tourism and with ecotourism activities in Cristalino region. Moreover, we attempted to estimate the population of primates and other large and medium-sized nocturnal mammals as well as propose recommendations for conducting nocturnal distance samplings in linear transects. Therefore, in the period from May 2008 to February 2010, primary forest environments with two levels of anthropogenic disturbance were sampled: no tourism at all and ecotourism activities. Data were collected by using the distance samplings in linear transect, totalizing 468.3 kilometers traveled during daytime and nighttime, and the record of footprints in previously prepared plots (n = 660 surveyed plots), in addition to river corridors in Cristalino River and random searches in places with difficult access due to the lack of roads. Records of 38 species of sympatric mammals were obtained, which 34 were medium and large size and 4 small ones. There was no statistically significant difference concerning the abundance of species in the environments without tourism and with ecotourism, and the similarity of species among them was pretty high (94%). However, three taxa were less abundant in environments with tourism: Agouti Dasyprocta leporina (Linnaeus, 1766) deer Mazama spp. and 15-pound armadillo Dasypus kappleri Krauss, 1862. Seven primate sympatric species were recorded and five of them had their densities estimated. Capuchin monkey Cebus apella (Linnaeus, 1758) was the most abundant primate (density - D = 5.27 groups/km2; confidence interval - CI = 4.11 to 6.75), but there was no statistically significant difference between the estimated values of density groups for white-faced spider monkey -Ateles marginatus (É. Geoffroy, 1809) (groups/km2 D = 1.39, CI = 0.91 - 2.11), bearded saki Chiropotes albinasus (Geoffroy & Deville, 1848) (groups/km2 D = 1.03, CI = 0.62 to 1.72), tamarin Mico emiliae (Thomas, 1920) (groups/km2 D = 2.03, CI = 1.07 to 3 , 86) and dusky titi Callicebus moloch (Hoffmannsegg, 1807) (groups/km2 D = 1.47, CI = 0.77 to 2.78). A survey of nine species of medium and large nocturnal mammals were registered, of which three had their densities estimated: Kinkajou Potos flavus (Schreber, 1774) (D individuals/km2 = 7.08, CI = 3.99 - 12 57), Paca Cuniculus paca (Linnaeus, 1766) (D individuals/ km2 = 8.13, CI = 4.12 to 16.06) and brocket Mazama americana (Erxleben, 1777) (D = 4.43individuals / km2, CI = 2.39 to 8.22). Therefore, it can be observed that the negative impact of ecotourism activities developed in the study area presented a small magnitude, in terms of richness and abundance of medium and large mammals. Thus, ecotourism ventures are presented as important economic activity to be developed in areas with touristic potential in the Amazon. Moreover, the distance sampling in linear transects showed an applicable tool for estimating the population density of nocturnal mammals, as long as some special attention in the conduct of surveys is paid in order to meet the theoretical assumptions of the method.
Palavras-chave: Amazônia Meridional
Mastofauna
Ecoturismo
Southern Amazon
Mammalogy
Ecotourism
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Doutorado em Ciência Florestal
Citação: ROCHA, Ednaldo Cândido. Mammals in conservation units in the Cristalino Region, Mato Grosso - composition, structure and assessment of environmental impacts. 2010. 118 f. Tese (Doutorado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/542
Data do documento: 20-Ago-2010
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf4,42 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.