Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/544
Tipo: Tese
Título: Florística e estrutura espacial: 15 hectares de parcelas permanentes na Floresta Densa de Terra Firme na Amazônia Central
Título(s) alternativo(s): Floristic and spatial structure: 15 hectares of permanent plots in a Terra Firme Dense Forest in Central Amazonia
Autor(es): Silva, Kátia Emídio da
Primeiro Orientador: Martins, Sebastião Venâncio
Primeiro coorientador: Ribeiro, Carlos Antônio Alvares Soares
Segundo coorientador: Santos, Nerilson Terra
Primeiro avaliador: Azevedo, Celso Paulo de
Segundo avaliador: Gleriani, José Marinaldo
Abstract: Entender os mecanismos responsáveis pela manutenção da alta diversidade biológica nos trópicos, resultante das interações das espécies com o ambiente natural e entre si, é fundamental para minimizar a escassez de informações no setor florestal, e contribuir para a restauração, conservação e uso múltiplo sustentável das florestas. Esta tese objetivou descrever e analisar a composição florística e estrutura de 15 hectares de uma floresta densa de terra firme, localizada no campo experimental da Embrapa Amazônia Ocidental, Manaus, AM, Brasil. Dois principais tópicos foram desenvolvidos: i. Composição florística, e similaridade comparada a outras nove áreas inventariadas no estado do Amazonas; ii. Estrutura horizontal, incluindo análises espaciais explícitas da comunidade arbórea empregando a função K de Ripley, e, análises de vizinhança de quatro espécies arbóreas de interesse comercial no estado do Amazonas. Foram identificados 8771 indivíduos, distribuídos em 264 espécies e 53 famílias. As famílias com maior riqueza de espécies foram: Fabaceae-Faboideae (22sps.), Fabaceae-Mimosoideae (22), Sapotaceae (22) e Lecythidaceae (15). A família Burseraceae, com a menor diversidade de espécies (07), dentre as 10 primeiras famílias, é a que possui maior número de indivíduos registrados. As dez espécies mais abundantes, as quais possuem 40% do número de indivíduos indentificados foram Protium hebetatum (1037 individuals), Eschweilera coriacea (471), Licania oblongifolia (310), Pouteria minima (293), Ocotea cernua (258), Scleronema micranthum (197), Eschweilera collina (176), Licania apelata (172), Naucleopsis caloneura (170) e Psidium araca (152). Há uma grande ocorrência de espécies raras na área, com aproximadamente 36% ocorrendo com apenas um (01) indivíduo por hectare, bem como de espécies com baixa abundância e de ocorrência restrita a algumas parcelas, especialmente aquelas ocorrendo nas menores classes de IVI. A estrutura diamétrica é similar à encontrada em outros estudos, apresentando distribuição dos diâmetros na forma de J-invertido, com 80% dos indivíduos concentrados nas classes de DAP de 10-30 cm. Observou-se alta similaridade florística (> 60%) entre as parcelas da área de estudo, e de modo geral, a comparação com outras áreas no estado do Amazonas observou-se que quanto maior a distância geográfica, menor a similaridade florística entre as mesmas. As variáveis de solo (fertilidade, umidade e textura) e topografia exerceram forte influencia no arranjo espacial da comunidade de espécies arbóreas, observando-se dependência espacial entre as espécies e as variáveis ambientais. Entretanto, os padrões espaciais somente foram visualizados em parcelas com tamanho mínimo de 10.000 m2, sendo mais evidente a partir de 14.000 m2, sugerindo que a heterogeneidade ambiental e área mínima de estudo devem ser consideradas nos estudos de dinâmica das florestas de terra firme na Amazônia. Os resultados da análise das relações de vizinhança das quatro espécies arbóreas de interesse comercial no estado do Amazonas, Brosimum spp., Eschweilera coriacea, Ocotea cernua e Protium hebetatum, demonstraram grande ocorrência de vizinhos conspecíficos das espécies focais, principalmente a curtas distancias, mostrando que as espécies focais estão mais sob interações intraespecíficas, apresentando um padrão taxonômico associado às espécies focais. A estrutura espacial, mais do que a abundância das espécies focais Brosimum spp. e Ocotea cernua contribuiu para os encontros de conspecíficos nas duas espécies, evidenciando a importância da estrutura espacial nas interações ecológicas. Espécies raras ocorreram associadas às espécies focais, principalmente a Protium hebetatum, ressaltando mais uma vez a importância da definição de estratégias de manejo que evitem extinções locais de espécies raras. Esta tese contribuiu para o conhecimento sobre a composição florística e estrutura espacial das espécies arbóreas da floresta densa de terra firme na Amazônia, subsidiando, assim, as ações de manejo, conservação e restauração das florestas tropicais.
In order to understand the mechanisms responsible for maintaining the high biological diversity in the tropics, resulting from the interactions between the species and the natural environment and among each other, it is essential to minimize the shortage of information in the forestry sector, and to contribute to the restoration, conservation, and sustainable multiple use of the forests. This thesis aimed to describe and analyze the floristic composition and structure of 15 hectares of a dense terra firme forest, located in the experimental site of Embrapa Western Amazonia, Manaus, Amazonas, Brazil. Two main topics were developed: i. Floristic composition and similarity compared to nine other areas inventoried in the state of Amazonas; ii. Horizontal structure, including explicit spatial analyses of the tree community, using the Ripley K function, and neighbor analyses of four tree species of commercial interest in the state of Amazonas. A total of 8771 individuals were identified, representing 264 species and 53 families. The families with the highest species richness were: Fabaceae-Faboideae (22 species), Fabaceae-Mimosoideae (22), Sapotaceae (22), and Lecythidaceae (15). The family Burseraceae, with the lowest species diversity (7), had the highest number of individuals. The ten most abundant species, which comprised 40% of the number of individuals identified, were Protium hebetatum (1037 individuals), Eschweilera coriacea (471), Licania oblongifolia (310), Pouteria minima (293), Ocotea cernua (258), Scleronema micranthum (197), Eschweilera collina (176), Licania apelata (172), Naucleopsis caloneura (170), and Psidium araca (152). There was a high incidence of rare species in the area, with approximately 36% having only 1 individual per hectare; as well as of species with low abundance and occurrence that were limited to some parcels, especially those occurring in the smallest Importance Value Index- IVI classes. The structure of trunk diameters is similar to that found in other studies, with the distribution of diameters having an inverted-J-shaped profile, and 80% of the individuals concentrated in the 10-30 cm DBH classes. The floristic similarity was high (> 60%) among the parcels of the study area, and in general, considering all the plots analyzed, the greater the geographical distance, the lower was the floristic similarity among them. The variables of soil (fertility, moisture, and texture) and topography exerted a strong influence on the spatial arrangement of the tree community, and a spatial dependence was observed between the species and the environmental variables. However, the spatial patterns were only perceived in parcels with a minimum size of 10,000 m2, and were most evident at parcel sizes above 14,000 m2, suggesting that environmental heterogeneity and minimum size of the study area should be taken into account in studies of the dynamics of the terra firme forest in Amazonia. The results of the analysis of the neighbor relationships of the four tree species of commercial interest in the state of Amazonas, Brosimum spp., Eschweilera coriacea, Ocotea cernua, and Protium hebetatum, demonstrated a high occurrence of conspecific neighbors of the focal species, principally at short distances, showing that the focal species are more subject to intraspecific interactions, showing a taxonomic pattern associated with the focal species. The spatial structure, more than the abundance of the focal species Brosimum spp. and Ocotea cernua, contributed to the encounters of conspecifics of the two species, evidencing the importance of spatial structure for ecological interactions. Rare species occurred associated with the focal species, principally with Protium hebetatum, once more emphasizing the importance of defining management strategies to prevent local extinctions of rare species. This thesis contributed to knowledge of the floristic composition and spatial structure of the tree species of the terra firme dense forest in Amazonia, thus supporting actions for the management, conservation, and restoration of tropical forests.
Palavras-chave: Amazônia Central
Distribuição espacial
Análise de gradientes
Central Amazonia
Spatial distribution
Gradient analysis
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Doutorado em Ciência Florestal
Citação: SILVA, Kátia Emídio da. Floristic and spatial structure: 15 hectares of permanent plots in a Terra Firme Dense Forest in Central Amazonia. 2010. 103 f. Tese (Doutorado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2010.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/544
Data do documento: 27-Set-2010
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf2,15 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.