Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/581
Tipo: Tese
Título: Caracterização hidroambiental e sociocultural da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, região Sudeste do Estado do Acre
Título(s) alternativo(s): Hydroenvironmental and sociocultural characterization of the Riozinho do Rôla watershed on Southeastern Acre
Autor(es): Macêdo, Maria de Nazaré Costa de
Primeiro Orientador: Dias, Herly Carlos Teixeira
Primeiro coorientador: Coelho, France Maria Gontijo
Segundo coorientador: Fernandes Filho, Elpídio Inácio
Primeiro avaliador: Araújo, édson Alves de
Segundo avaliador: Silva, Elias
Abstract: O presente estudo tem como objetivo realizar uma caracterização hidroambiental da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, focado nos recursos naturais e sua relação com a dinâmica dos cursos d água. Adicionalmente procurou-se entender o processo de construção da identidade social da população local, sua relação com o rio e a floresta, as condições socioculturais e analisar a dinâmica da precipitação pluviométrica na bacia utilizando-se os métodos Aritmético e de Thiessen. A coleta de dados foi realizada durante os anos de 2007 e 2008, ocasião em que foram realizadas entrevistas com moradores residentes na região há pelo menos 30 anos. Neste processo buscou-se registrar as várias narrativas, com a finalidade de obter informações captadas pela memória dos moradores relativa as condições socioculturais e ambientais da bacia. Para caracterizar a geomorfologia, vegetação e hidrologia, efetuou-se levantamento de literatura em conjunto com a base de dados cartográfica do Zoneamento Ecológico Econômico do Acre. De maneira a entender o modelo de ocorrência dos solos e ambientes da área, realizou-se estudo expedito na região em que amostras de solo foram coletadas e submetidas a análises físicas e químicas de rotina de laboratório. A fisiografia da área foi estudada a partir de parâmetros morfométricos da bacia, tais como fator de forma, coeficiente de compacidade, índice de circularidade, densidade de drenagem, sinuosidade dos canais, declividade e altitude. Em locais previamente selecionados da bacia foram instalados 14 pluviômetros. Nestes a coleta de dados foi realizada de forma voluntária pelos moradores da região, que foram instruídos no momento da instalação dos pluviômetros de como deveriam proceder para medir e registrar o volume de chuva. Além disso, de modo delimitar e calcular a área dos polígonos de Thiessen fez-se uso do software ArcGis 9.2 e, em ambiente Excel, foram calculadas as médias aritmética e de Thiessen. A partir da base de dados da Agência Nacional de Água (ANA), estimou-se precipitação pluviométrica média e a vazão da bacia para o período de 1998 a 2005. Os resultados obtidos mostram que a ocupação da bacia teve distintos períodos no Acre. No primeiro momento a borracha foi o principal motor desse processo, no entanto, com o passar do tempo, em razão da busca pela sobrevivência, novos grupos surgiram, a exemplo dos marreteiros, que configuraram novas relações e consolidaram novas estratégicas de sobrevivência. Quanto à morfometria, os resultados indicam tratar-se de uma bacia de natureza alongada, com precipitação menos concentrada e não suscetível a enchentes. O baixo valor encontrado para densidade de drenagem de 0,93 km/km2 sugere estar relacionado com a gênese dos solos da região, em sua maioria, de natureza pelítica, pouco profundos, de argila de atividade alta. Estes fatores dificultam a formação de novos canais, resultando em rios de natureza intermitente. Os valores encontrados para a precipitação média anual foram de 1.428 mm pelo método aritmético e de 1.450 mm pelo método de Thiessen. Associado a precipitação, a vazão atinge picos de 1.276,9 m³/s em período de cheia do rio e 4,1 m³/s em períodos com menor pluviosidade. Este comportamento sugere estar associado à baixa permeabilidade dos solos, a sazonalidade das chuvas e a intensificação do desmatamento no interior da bacia.
This study was conducted to accomplish the hydroenvironmental characterization of the hydrographic watershed of the Riozinho do Rôla, as focusing on the natural resources and their relationship with the dynamics of the watercourses. In addition, it was attempted to understand the construction process of the local population social identity, their relationship with the river and forest, the sociocultural conditions as well as to analyze the dynamics of the rainfall in the watershed, by using both Arithmetic and Thiessen methods. The data collections were carried out during the years 2007 and 2008, when the interviews were accomplished with those residents who were living at least 30 years in the area. In this process, it was tried to register the narratives in order to obtain the information captured by the residents' memory relative to the sociocultural and environmental conditions in the watershed. To characterize the geomorphology, vegetation and hydrology, the survey of the literature together with the database mapping of the Economic Ecological Zoning in Acre. In order to understand the model of occurrence of the soils and environments in the area, a expedite study was accomplished in the region, as being the soil samples collected and subjected to physical and chemical routine analyses in the laboratory. The area physiography was studied from the morphometric parameters of the watershed, such as shape factor, compactness coefficient, circularity index, drainage density, channel sinuosity, slope and altitude. Fourteen pluviometers were set up in previously selected locations of the basin. In those pluviometers, the collection of data were voluntarily accomplished by the residents in the area. At the moment to setting up the pluviometers, those residents were given orientation concerning to the procedure to be followed for measuring and registering the rain volume. The delimitation and calculation of the area of the Thiessen polygons were determined, by using the software ArcGis 9.2. Both arithmetic and Thiessen averages were calculated in Excel environment. From the data base of the Agência Nacional de Água (ANA), the average rainfall and the average flow rate of the basin were estimated for the period from 1998 to 2005. According to the results, the occupation of the watershed had different periods in Acre. At the first moment, the rubber was the main driver of this process. In the course of time and due to the search for survival, however, new groups appeared such as the marreteiros , who configured new relationships and consolidated new strategies for survival. Concerning to morphometry, the results indicate this is an elongatednatured watershed with less concentrated precipitation and unsusceptible to floods. The low value (0.93 km/km2) found for density of drainage rather suggests to be related with the genesis of the soils in the area, from which the majority are pelictic, little deep, and of high activity clay. Those factors hamper the formation of new channels, as resulting the intermittentnatured rivers. The values found for the mean annual rainfall were 1.428 mm by the arithmetic method as well as 1.450mm for the Tiessen method. Associated to precipitation, the flow rate reaches peacks of 1.276,9 m³/s during the flood period of the river and 4,1 m³/s during periods with lower pluviosity. This behavior suggests to be associated with the low permeability of the soils, the seasonableness of the rains and the intensification of the deforestation within the basin.
Palavras-chave: Amazônia Ocidental
Bacia hidrográfica
Hidrologia florestal
Western Amazon
Hydroenvironmental
Forest hydrology
CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL::CONSERVACAO DA NATUREZA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de
Programa: Doutorado em Ciência Florestal
Citação: MACÊDO, Maria de Nazaré Costa de. Hydroenvironmental and sociocultural characterization of the Riozinho do Rôla watershed on Southeastern Acre. 2009. 193 f. Tese (Doutorado em Manejo Florestal; Meio Ambiente e Conservação da Natureza; Silvicultura; Tecnologia e Utilização de) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/581
Data do documento: 18-Dez-2009
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf8,56 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.