Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/6603
Tipo: Dissertação
Título: Ecologia funcional de espécies de Bromeliaceae utilizando caracteres anatômicos e ecofisiológicos
Functional Ecology of species of Bromeliaceae using anatomical and ecophysiological characters
Autor(es): Pasini, Sarah Diniz
Abstract: Os fatores ambientais podem causar variações na morfologia e anatomia das folhas. Representantes da família Bromeliaceae já se mostraram sensíveis às variações microclimáticas. O Parque Nacional do Caparaó (PNC) apresenta ambientes com condições adversas, como altas luminosidades e baixas temperaturas no inverno. Objetivou-se com este trabalho (1) avaliar quais variáveis ambientais atuam diretamente em cada característica analisada em espécies de Bromeliaceae ocorrentes no PNC e (2) identificar como interações entre os parâmetros ambientais alteram os padrões nos traços funcionais e na separação de nichos de espécies de Bromeliaceae ocorrentes no PNC. As hipóteses a serem testadas são que (1) variações ambientais atuam nas respostas diretas das espécies estudadas em relação à morfologia, anatomia e fisiologia e que (2) as variáveis ambientais determinam diferentes nichos através da relação com traços funcionais das espécies estudadas. Foram avaliadas folhas das espécies de Bromeliaceae Aechmea vanhoutteana, Quesnelia kautskyi e Pitcairnia carinata do PNC, que se encontravam em diferentes condições ambientais de luminosidade, umidade, velocidade do vento e temperatura. O material botânico coletado foi submetido às análises anatômicas para morfometria e diafanizações para contagem de estômatos e escamas, usando protocolos convencionais. Discos foliares foram coletados para as análises fisiológicas de conteúdo de pigmentos fotossintéticos (clorofila a e b e carotenoides) e fenóis. Foram realizadas medições de área da bainha e área foliar. Das variáveis ambientais avaliadas individualmente, a velocidade do vento foi a única variável que não influenciou diretamente nenhuma característica. A umidade do ar e a temperatura foram as que apresentaram maior relevância na alteração dos caracteres, apesar da luminosidade ser considerada um dos fatores principais para variações. A. vanhoutteana foi a espécie que menos apresentou variações estruturais (área da bainha); o aposto foi observado para Q. kautskyi, que apresentou uma diversidade maior de variações (área foliares, espessura do parênquima aquífero e clorofiliano, conteúdo de clorofilas, carotenoides e fenóis). Em P. carinata houve variações na área da bainha, espessura do parênquima clorofiliano, conteúdo de clorofila a e fenóis. A PCA com a interação das três espécies apresentou separação de nicho entre as três espécies. P. carinata devido à luminosidade, foi separada de A. vanhoutteana e Q. kautskyi. Nestas duas últimas espécies não pôde ser determinado o fator que levou à separação, possivelmente, pelo fato de não ter sido avaliado neste trabalho. Em Q. kautskyi, pôde-se observar que indivíduos epífitos foram funcionalmente diferentes dos terrestres, sendo a umidade responsável pela formação dos grupamentos. A incidência luminosa e o vento foram os fatores que melhor se ajustaram ao modelo de interação dos fatores ambientais para responder às variações nos traços funcionais. As características peculiares dos locais de coleta de P. carinata determinaram alterações significativas nos traços de seus indivíduos. Com esse estudo, comprova-se a sensibilidade da família Bromeliaceae em relação às mudanças ambientais, tanto na interação das espécies como individualmente. Devido à melhor distribuição nos ambientes e das variações observadas em Q. kautskyi, esta espécie se mostrou a mais plástica das estudadas. As mudanças nos padrões ambientais também contribuíram para a determinação de diferentes nichos nas espécies, que permite a coexistência destas no mesmo ambiente.
Environmental factors can cause variations in the morphology and anatomy of leaves. Representatives of the Bromeliaceae family has proved sensitive to microclimatic variations. The Caparaó National Park (PNC) presents environments with adverse conditions such as high solar irradiation and low temperatures in winter. The objective of this study was (1) to evaluate which environmental variables act directly on each characteristic analyzed in species of Bromeliaceae occurring in PNC and (2) identify how interactions between environmental parameters change the standards on functional traits and the separation of species niches of Bromeliaceae occurring in PNC. The hypothesis to be tested are (1) environmental variations operate in the direct responses of the studied species in relation to morphology, anatomy and physiology and (2) environmental variables determine different niches according to the relationship with functional traits of the studied species. Leaves of species of Bromeliaceae Aechmea vanhoutteana, Quesnelia kautskyi and Pitcairnia carinata occurring in PNC, which were in different environmental light conditions, humidity, wind speed and temperature were measured. The botanical material was subjected to anatomical analyzes for morphometric and diafanization to counting of stomata and scales, using conventional protocols. Leaf discs were collected for physiological analyzes of content of photosynthetic pigments (chlorophyll a and b and carotenoids) and phenols. Measurements of the sheath and leaf area were performed. Of all Environmental variables individually evaluated, the wind speed was the only one that does not directly affect any trait. The humidity and temperature showed the greatest relevance in changing of the characters, despite the high irradiation be considered one of the major factor for variations. A. vanhoutteana was the species that showed less structural variations (area of the sheath); the opposite was observed for Q. kautskyi, which showed a greater diversity of variations (leaf area, thickness of parenchymal aquifer and chlorenchyma, chlorophyll content, carotenoids and phenols). In P. carinata there were variations in the area of the sheath, thickness of chlorenchyma, content chlorophyll a of phenols. The full PCA showed niche separation among the three species. P. carinata due to light, was separated from Q. kautskyi and A. vanhoutteana. In these two latter species the factor that led to the break up could not be determined, possibly because it was not assessed in this study. In Q. kautskyi, it was possible to observe that epiphytic individuals were functionally different from the terricolous, with moisture responsible for the grouping formation. The light incidence and the wind were the factors that best fit the interaction of environmental factors to respond to changes in functional traits model. The peculiar characteristics of the locations of P. carinata gathering determined significant changes in the features of its subjects. This study proves the sensitivity of the Bromeliaceae family in relation to environmental changes, both in the interaction of species and as individuals. Due to the better distribution in the environment and the variations observed in Q. kautskyi, this species showed the most studied of plastic. Changes in environmental standards have also contributed to the determination of various niches in species, which allows the coexistence of both in the same environment.
Palavras-chave: Bromeliácea
Plantas - Anatomia
Folhas - Anatomia
Aechmea vanhoutteana
Pitcairnia carinata
Quesnelia Kautskyi
CNPq: Botânica
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: PASINI, Sarah Diniz. Ecologia funcional de espécies de Bromeliaceae utilizando caracteres anatômicos e ecofisiológicos. 2014. 75 f. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2014.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/6603
Data do documento: 21-Fev-2014
Aparece nas coleções:Botânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,55 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.