Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/7833
Tipo: Dissertação
Título: Efeito spillover do crescimento dos principais pólos comerciais do mundo sobre as economias sul-americanas
Growth spillover effect of main commercial centers of the world in the South Ameerican economics
Autor(es): Silva, Gercione Dionizio
Abstract: A intensificação das relações comerciais e políticas entre as mais diversas nações, via tratados e organizações internacionais, tem acelerado o processo de integração das economias mundiais. Em um espaço econômico integrado, o crescimento ou decrescimento econômico de um país pode influenciar o desempenho e o bem-estar social de outro. Esta influência é retratada na literatura como spillover de crescimento, isto é, como transbordamento do crescimento de uma economia para outra. Embora possa ocorrer entre quaisquer países, os estudos acerca deste tema têm dado maior atenção para o spillover entre economias centrais e com maior desenvolvimento industrial. Todavia, tendo em vista que as trocas internacionais são um dos principais canais de propagação deste spillover, faz-se relevante analisar o efeito que o crescimento dos principais pólos comerciais do mundo (Estados Unidos, China e União Europeia) exerce nas economias não centrais (periféricas e semiperiféricas), visto estas são fontes importantes de matérias-primas e relevantes mercados consumidores. Destacam-se, entre estas economias, os países da América do Sul, especialmente pelas suas relações comerciais com os três principais pólos comerciais do mundo. Em termos de produto interno bruto e do fluxo comercial, destacam-se como representantes deste subcontinente a Argentina, o Brasil, o Chile e a Colômbia. Embora seja usual tratar o efeito de spillover do crescimento como positivo, salienta-se a possibilidade desse ter um impacto negativo sobre o crescimento das economias sul-americanas, visto que tais economias têm como característica comercial a importação de produtos manufaturados (com alto valor agregado) e a exportação de produtos básicos (com baixo valor agregado). Dito isto, objetivou-se, neste trabalho, analisar o efeito do spillover do crescimento da China, dos Estados Unidos e da União Europeia nas economias sul- americanas selecionadas (Argentina, Brasil, Chile e Colômbia), no período de 1981 a 2014. Para esta análise, foi utilizado um modelo econométrico dinâmico estimado pelo Método dos Momentos Generalizados-diferenciados (GMM-dif). Este modelo foi desenvolvido com base no modelo teórico de Thirlwall-Hussain, que analisa o crescimento econômico de um país, pautando-se nas demandas internacionais. Com base nas análises desenvolvidas, observou-se que os anos de 2001 e 2008 foram anos chave para a compreensão do efeito de spillover do crescimento dos principais pólos comerciais do mundo nas economias sul-americanas, devido às mudanças ocorridas no cenário internacional no período. Destas destaca-se as crises internacionais e os acordos multilaterais de comércio, além das mudanças nas relações comerciais entre estes países. Considerando estes períodos, verificou-se, pelas estimativas, que, embora o efeito de spillover do crescimento da China, dos Estados Unidos e da União Europeia no crescimento da América do Sul seja em média positivo, este efeito apresentou mudanças significativas durante o período analisado. Entre estas mudanças, ressaltam- se o comportamento invariável do efeito de spillover da China, o impacto negativo do crescimento da União Europeia entre 1993 e 2000 e o redução do spillover norte- americano a partir de 2008 na taxa de crescimento da América do Sul. De modo geral, nota-se uma relação entre padrão de comércio existente entre os países analisados com o efeito de spillover do crescimento dos principais pólos comerciais do mundo. Por fim, com base nos resultados alcançados neste trabalho, salienta-se a necessidade de políticas de longo prazo que visem ampliar o efeito de spillover do crescimento dos principais pólos comerciais do mundo na taxa de crescimento da América do Sul, como, por exemplo, políticas comerciais que estimulem a ampliação da pauta de exportação e também políticas setoriais que aumentem a competitividade dos produtos internos, que são substitutos aos importados da China, dos Estados Unidos e da União Europeia.
The intensification of trade and political relations between the various nations, through international treaties and organizations, has accelerated the process of integration of world economies. In an integrated economic space a country can influence economic performance and social welfare of others. This effect is depicted in the literature as growth spillover. Although it can occur between any countries, studies on this subject have given greater attention to the spillover between developed economies and greater industrial development. However, considering international trade as one of the main channels of propagation of this spillover, it is important to analyze the effect that the growth of the main commercial centers of the world (United States, China and the European Union) has on economies peripheral and semi-peripheral, as these economies are important sources of raw materials and relevant consumer markets. Stand out among of these economies the countries of South America due to its trade relations with these three shopping centers. In terms of gross domestic product and trade flows, it stands out as the main representatives of this subcontinent Argentina, Brazil, Chile and Colombia. Although it is usual to treat the spillover effect of growth as positive, it points out the possibility of this having a negative impact on the growth of South American economies, as these economies have as commercial feature the import of manufactured products (with high-value added) and the export of basic products (low-value added). That said, the aim of this study was to analyze the spillover effect of China's growth, the United States and the European Union in selected South American economies (Argentina, Brazil, Chile and Colombia), in the period 1981-2014. In this analysis we used a dynamic econometric model estimated by the Generalized Method of Moments- differentiated (GMM-diff). This model was developed from the theoretical model of Thirlwall-Hussain, that analyzes the economic growth of a country guided to the international demands. Based on analyzes developed, it was observed that the years 2001 and 2008 were years key to understanding the spillover effect of the growth of the main commercial centers of the world in South American economies, due to changes in recent years in the international arena, such as international crises and multilateral trade agreements, in addition to changes in trade relations between these countries. Considering these periods, it was found, by estimates that although the spillover effect of the growth of China, the United States and the European Union in the South American growth is in positive average, this effect showed significant changes during the reporting period. Among these, we highlight the invariable behavior of China's spillover effect, the negative impact of growth in the European Union between 1993 and 2000 and the reduction of the US spillover from 2008 the growth rate of South America. Overall, it is noted that there is a relationship between existing pattern of trade between the countries analyzed with the spillover effect of the growth of the main commercial centers of the world. Finally, based on the results achieved in this study highlights the need for long-term policies to raise the spillover effect of the growth of the main commercial centers of the world in the growth rate of South America, for example, policies trade to stimulate the expansion of the export basket and also sector policies that enhance the competitiveness of domestic products are substitutes for imported from China, the United States and the European Union.
Palavras-chave: Relações econômicas internacionais
América do Sul - Relações econômicas exteriores
América do Sul - Comércio
CNPq: Economia Internacional
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SILVA, Gercione Dionizio. Efeito spillover do crescimento dos principais pólos comerciais do mundo sobre as economias sul-americanas. 2016. 85 f. Dissertação (Mestrado em Economia Aplicada) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/7833
Data do documento: 23-Fev-2016
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,02 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.