Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8066
Tipo: Dissertação
Título: Características morfogênicas e índices de crescimento do capim- tanzânia (Panicum Maximum Jacq.) em dois resíduos forrageiros pós- pastejo
Morphogenetic characteristics and growth index of tanzania grass (Panicum Maximum Jacq.) in two post-grazing stubbles
Autor(es): Barbosa, Rodrigo Amorim
Abstract: Este experimento foi conduzido com o objetivo de avaliar as taxas de aparecimento, o alongamento, a duração de alongamento, a senescência e o comprimento final de folhas de perfilhos novos e remanescentes, bem como o número de perfilhos basilares, aéreos e decapitados por touceira, além do peso seco de perfilhos. Também foram avaliadas as taxas de crescimento relativo (TCR), a taxa assimilatória líquida (TAL), a razão de área foliar (RAF), o índice de área foliar (IAF) e o acúmulo de matéria seca verde do capim-tanzânia em dois resíduos forrageiros pós-pastejo até os 35 dias após o início da rebrotação. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados completos, com os tratamentos no esquema de parcelas subdivididas com três repetições. O número de perfilhos basilares novos foi maior no resíduo mais baixo (16,1), quando comparado com o resíduo mais alto (14,4). Porém, não houve diferença entre tratamentos para perfilhos basilar remanescente, aéreo novo, aéreo remanescente e decapitado. Entretanto, o número de perfilhos basilares e aéreos novos decresceu em função das semanas após a rebrotação. Não houve diferença entre tratamento e tipo de perfilho para as taxas de alongamento e senescência de folhas. A duração de alongamento foliar (DAL) apresentou diferenças entre tratamentos e tipo de perfilho, em que a DAL foi maior no resíduo alto (9,2 dias) do que no baixo (7,1 dias) e maior no perfilho remanescente (8,9 dias) do que no perfilho novo (7,3 dias). O comprimento final de folhas não diferiu entre resíduos, entretanto foi maior no perfilho remanescente (29,20 cm) contra 20,94 cm no perfilho novo. Houve interação para taxa de aparecimento de folhas (TAP) entre resíduos e tipos de perfilho, sendo que no perfilho novo a TAP foi maior no resíduo baixo (1,182 folhas/dia.perfilho) do que no alto (1,144 folhas/dia.perfilho). No perfilho remanescente, a TAP foi maior no resíduo baixo (1,171 folhas/dia.perfilho) do que no resíduo alto (1,152 folhas/dia.perfilho). O acúmulo de matéria seca verde (MSV) não diferiu entre resíduos, sendo, em média, de 61,4 e 47,9 kg/ha.dia, nos resíduos alto e baixo, respectivamente. Houve diferença entre tratamentos para a relCaracterísticas morfogênicas e índices de crescimento do capim- tanzânia (Panicum Maximum Jacq.) em dois resíduos forrageiros pós- pastejoação folha:colmo, na qual os maiores valores foram obtidos aos 35 dias após o pastejo, 3,66 e 3,46 para os resíduos alto e baixo, respectivamente. Não foi verificada diferença entre resíduos para taxa de crescimento relativo (TCR), registrando-se valores médios de 0,14 e 0,06 g/g.dia para os resíduos baixo e alto, respectivamente. Da mesma forma, a taxa assimilatória líquida (TAL) não diferiu entre resíduos, apresentando valores médios de 10,41 e 4,62 g/m2.dia nos resíduos baixo e alto, respectivamente. Não foi observada diferença entre tratamentos para razão de área foliar, com valores médios de 0,073 e 0,132 m2/g nos resíduos baixo e alto, respectivamente. Não houve diferença significativa entre resíduos para índice de área foliar (IAF), o qual, entretanto, apresentou resposta quadrática, em função dos dias após o pastejo, estimando-se valor mínimo de 0,52 aos 9,2 dias após o pastejo.
The aim of this experiment was to evaluate the leaf appearance rate (LAR), leaf elongation rate (LER), leaf duration of elongation (LED), leaf senescence (LS) and the fully leaf length (FLL) of new and remaining tillers, as well as the number of basillary, axillary and decapitated tillers, besides the dry weight of remaining tillers of Tanzania grass in two post-grazing stubbles. There was also the evaluation of the relative growth rate (R), net assimilation rate (E), leaf area ratio (F), leaf area index (L) and pasture yield until 35 days of regrowth. The experimental design was a complete randomized block with treatments allotted to a split plot design, and three replicates. The number of new basillary tillers was higher in the low PS (16.1) when compared to the high PS (14.4). However, there was no difference among the treatments of basillary remaining, new axillary, remaining axillary and decapitated tillers. However, the number of the new axillary and new basillary tillers decreased due to the days after grazing. There was no difference between the PS and the new and remaining tillers for the leaf alongation rate and leaf senescence. The leaf duration of elongation was higher in the High PS (9.2 days) than in the Low PS (7.1 days) and higher in the remaining tillers (8.9 days) than in the new tillers (7.3 days). The fully leaf length was no different between PS, however, it was higher in the remaining tiller, 29.20 cm, against 20.94 cm in the new tiller. There was interaction in the leaf appearance rate between PS and kind of tillers, for in the new tiller the LAR was higher in the low PS (1.182 leaves/day.tiller) than in the high PS (1.114 leaves/day.tiller) and in the remaining tiller the LAR was higher in the low PS (1.171 leaves/day.tiller) than in the high PS (1.152 leaves/day.tiller). The accumulation of leaves and tiller dry matter was no different between PS, in average 61.4 and 47.9 kg/DM.day, in the high and low PS, respectively. There was difference between the low and high PS to the leaf:stem relationship, for the higher values were obtained in the 35th day of grazing, reaching 3.66 and 3.46 for the high and low PS, respectively. There was also no difference observed between high and low PS for the relative growth rate, when average values were registered, 0.14 and 0.06 g/g.day for the low and high PS, respectively. The net assimilation rate was not different between PS, presenting medium values of 10.41 and 4.62 g/m2.day in the low and high PS, respectively. The same was observed about the leaf area ratio, with the medium values of 0.073 and 0.132 m2/g in the low and high PS, respectively. There was no significant difference between PS for leaf area index, however it presented quadratic response due to the days after grazing, estimating the minimum value of 0.52 in the 9.2 days after grazing.
Palavras-chave: Manejo
Morfogênese
Crescimento
CNPq: Pastagem e Forragicultura
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: BARBOSA, Rodrigo Amorim. Características morfogênicas e índices de crescimento do capim- tanzânia (Panicum Maximum Jacq.) em dois resíduos forrageiros pós- pastejo. 2000. 51f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2000.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8066
Data do documento: 15-Jun-2000
Aparece nas coleções:Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo190,9 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.