Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8367
Tipo: Dissertação
Título: Tubetes e substratos na produção de mudas de cássia-rosa (Cassia grandis L.f) e canafístula (Cassia ferruginea (Schrad.) Schrader ex DC)
Tubes and substrates in the production of seedlings of cassia-rosa (Cassia grandis L.f) and canafistula (Cassia ferruginea (Schrad.) Schrader ex DC)
Autor(es): Duarte, Marciel Lelis
Abstract: Diante da exploração, muitas vezes desordenada, dos recursos naturais, culminando na degradação das áreas e perda da biodiversidade, a recuperação ambiental por meio do plantio de espécies nativas é importante para reestabelecer o equilíbrio dos ecossistemas e para preservar as espécies. Mudas de qualidade são fundamentais para garantir o sucesso dos plantios florestais, pois possibilitam o maior crescimento e sobrevivência pós-plantio no campo. Para a produção de mudas de boa qualidade, entre vários fatores, a escolha adequada do recipiente e do substrato no qual as espécies serão cultivadas é de vital importância. Entretanto, para muitas espécies arbóreas nativas esse conhecimento ainda é escasso. O objetivo deste estudo foi avaliar o crescimento de mudas de cássia- rosa (Cassia grandis L.f) e canafístula (Cassia ferruginea (Schrad.) Schrader ex DC.), produzidas em tubetes de diferentes capacidades e substratos. Foi utilizado um fatorial 4 x 5, constituído de quatro substratos e cinco tubetes (35; 50; 120; 180 e 288 cm3 de capacidade) disposto em delineamento estatístico de blocos casualizados, com três repetições e 25 plantas por parcela. Os substratos testados foram: 100% substrato comercial (tropstrato florestal); 50% substrato comercial + 50% de casca de arroz carbonizada; 50% substrato comercial + 50% fibra da casca de coco; e 25% substrato comercial + 25% casca de arroz carbonizada + 25% fibra da casca de coco + 25% terra de subsolo). Ao fim do experimento foram determinadas a altura, o diâmetro, a massa de matéria seca da parte aérea (MSPA), a massa de matéria seca de raízes (MSR) e a massa de matéria seca total (MST), além das relações altura/diâmetro (RHDC), massa de matéria seca da parte aérea/massa de matéria seca de raízes (RMSPAMSR), altura/massa de matéria seca da parte aérea (RHMSPA) e índice de qualidade de Dickson (IQD). A capacidade dos tubetes e os substratos tiveram influência significativa no crescimento das mudas. O melhor crescimento das mudas de cássia-rosa ocorreu nos tubetes de 288 e 180 cm3 de capacidade, usando substrato composto por 50% de fibra da casca de coco + 50% substrato comercial. Já para as mudas de canafístula o melhor crescimento ocorreu nos tubetes de 288, 180 e 120 cm3 de capacidade, usando substrato composto por 50% de fibra da casca de coco + 50% substrato comercial e o substrato composto por 25% substrato comercial + 25% casca de arroz carbonizada + 25% fibra da casca de coco + 25% terra de subsolo.
Given to the exploration of natural resources, many times disordered, culminating in degradation of areas and loss of biodiversity, the environmental recovery through native species is important to reestablish the equilibrium of ecosystems and to preserve the species. Seedlings quality are fundamental to ensure the success of forest plantations, since they allow a better growth and survival once planted. For the production of quality seedlings it is necessary to know the proper choice of the container and the substrate in which species are cultivated. However, for many native woody species this knowledge is still scarce. The aim of this study was to evaluate the effect of size of tubes and types of substrates on the quality of seedlings of Cassia grandis L.f e Cassia ferruginea (Schrad.) Schrader ex DC, produced in tubes of different size and types of substrates. A factorial 4 x 5 consisting of four types of substrate and five volumes of tubes (35, 50, 120, 180 and 288 cm3 capacity) arranged in a randomized block design, with three replicates and 25 plants per repetition was used. Substrates tested were: 100% commercial substrate (forest tropstrato); 50% commercial substrate + 50% carbonized rice husk; 50% commercial substrate + 50% coconut fiber; and 25% commercial substrate + 25% carbonized rice hulls + 25% coconut fiber + 25% subsoil). An the end of the experiment data regarding to height, collar diameter, aerial part dry weight and root, and the ration between height and collar diameter (RHDC), height aerial part and dry weight (RHMSPA), aerial part dry weight root and dry weight (RMSPAMSR) and Dickson quality index (IQD) were collected. The best development of seedlings of cássia-rosa occurred in tubes of 288 and 180 cm3 capacity, using substrate composed of 50% coconut fiber + 50% commercial substrate. Regarding to seedlings of canafístula, the best development occurred in tubes of 288, 180 and 120 cm3 capacity, using substrate composed of 50% commercial substrate + 50% coconut fiber and the substrate composed of 25% commercial substrate + 25% carbonized rice hull + 25% coconut fiber + 25% subsoil.
Palavras-chave: Cassia ferruginea
Cassia grandis
Árvores - Mudas - Crescimento
Árvores - Propagação
CNPq: Silvicultura
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: DUARTE, Marciel Lelis. Tubetes e substratos na produção de mudas de cássia-rosa (Cassia grandis L.f) e canafístula (Cassia ferruginea (Schrad.) Schrader ex DC). 2016. 48 f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2016.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8367
Data do documento: 25-Fev-2016
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo570,51 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.