Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8923
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação das condições de crescimento de Clostridium perfringens tipo B e da produção de toxinas utilizadas na produção de vacinas veterinárias
Evaluation of type B Clostridium perfringens growing conditions and the production of toxins for veterinary vaccines production
Autor(es): Brandi, Igor Viana
Abstract: Clostridium perfringens tipo B, bactéria anaeróbia, heterofermentativa, gram-positiva e produtora de toxina, é importante agente causador de doenças entéricas em animais. As toxinas inativadas α, β e ε produzidas por esse microrganismo estão presentes na composição das vacinas veterinárias contra clostridioses. Neste trabalho, estudou-se o efeito da composição do meio de cultura e do pH sobre o crescimento e produção de toxinas por Clostridium perfringens Tipo B para produção de vacinas veterinárias. Foram estudadas as concentrações iniciais da glicose e a presença de diferentes hidrolisados protéicos no meio – peptona de carne e peptona de caseína – e suas combinações. Os experimentos foram realizados em culturas conduzidas sob regime de batelada, com o uso de meio basal recomendado na literatura, observando-se a produção máxima de toxinas. Amostras foram coletadas a cada hora para determinação da concentração de células, ácido lático, ácido acético, ácido propiônico, ácido fórmico, etanol e glicose. Os melhores resultados foram obtidos quando o pH foi mantido em 6,5, utilizando-se 10,0 g.L-1 de glicose e 10,0 g.L-1 de hidrolisado protéico. A origem da proteína não teve influência significativa sobre o cultivo e a produção de toxinas. Pela análise da cinética de crescimento e produção, evidenciou-se que a formação de toxinas está associada ao crescimento. O presente estudo permitiu encontrar parâmetros satisfatórios de cultivo, que foram utilizados na ampliação de escala para produção industrial de vacinas contra clostridioses causadas por C. perfringens tipo B.
Type B Clostridium perfringens, anaerobic, hetero-fermentative, gram- positive and toxin producer bacteria is an important agent of enteric diseases in animals. The α, β and ε inactivated toxins produced by this microorganism are present in the composition of veterinary vaccines against diseases. In this work, the effects of culture medium composition and pH on growth and toxin production by the bacteria were studied. The initial glucose concentrations and the presence of different hydrolytic proteins in the medium – meat peptone and casein peptone – and their combination, were studied. The experiments were conducted in the batch system, using basal medium as recommended by literature. The best results were obtained when pH was kept at 6.5, using 10.0 gL-1 glucose and 10.0 gL-1 hydrolytic protein. The variation of the protein origin had no significant effect on the growth and toxin production. The analysis of the growth kinetics and production indicated that toxin formation is associated with growth. The present study permitted the finding of optimum growth parameters which were used in the amplification of scale for industrial production of vaccines against clostridial diseases caused by type B Clostridium perfringens.
Palavras-chave: Clostridium perfringens
Toxinas
Vacinas
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: BRANDI, Igor Viana. Avaliação das condições de crescimento de Clostridium perfringens tipo B e da produção de toxinas utilizadas na produção de vacinas veterinárias. 2000. 45f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2000.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8923
Data do documento: 15-Dez-2000
Aparece nas coleções:Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo876,87 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.