Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/8945
Tipo: Dissertação
Título: Avaliação dos atributos de qualidade envolvidos na desidratação de manga (Mangifera indica L.) var. Tommy Atkins
Evaluating the quality attributes involved in dehydration of mango (Mangifera indica L.) var. Tommy Atkins
Autor(es): Reis, Ronielli Cardoso
Abstract: Realizou-se um estudo para avaliar os atributos de qualidade envolvidos durante a desidratação e o armazenamento de manga (Mangifera indica L.) var. Tommy Atkins. Primeiramente definiu-se o melhor tratamento químico para prevenir reações de escurecimento e oxidações que ocorrem durante a desidratação e armazenamento, a partir de dados de aceitação sensorial. Fatias de manga foram tratadas em quatro soluções de ácido cítrico com ácido ascórbico e desidratadas à 60 °C até um teor de umidade final de 15-20 % (b.u.). Pelo mapa de preferência interno gerado para cada um dos atributos sensoriais cor, aroma, sabor e impressão global, definiu-se o melhor tratamento químico. O tratamento utilizando-se 25 mg/L de ácido cítrico combinado com 75 mg/L de ácido ascórbico foi aceito por um grupo maior de consumidores, sendo considerado o mais eficiente para preservar a cor característica da manga. Após a definição do tratamento químico, realizou-se a desidratação da manga utilizando-se duas temperaturas de secagem (60 e 70 °C). Realizou-se análises físicas e físico-químicas para a caracterização da manga in natura e do produto desidratado. Durante o processo de secagem da manga foram determinadas as alterações no teor de umidade, atividade de água e coordenadas de cor (L*, a* e b*). O modelo exponencial foi utilizado para obtenção das curvas de secagem não sendo constatada diferença entre as duas temperaturas utilizadas. As coordenadas L* (luminosidade) e a*(intensidade de vermelho) aumentaram durante o processo de secagem, enquanto a coordenada b* (intensidade de amarelo) reduziu. A atividade de água (Aw)também reduziu ao longo da secagem, alcançando valores abaixo de 0,60. Avaliou-se também os efeitos de duas embalagens: PVDC (polivinildicloro) e PETmet/PE (polietileno tereftalato metalizado + polietileno) sobre as características de qualidade da manga desidratada às temperaturas de 60 e 70 °C, ao longo de 120 dias de armazenamento. O produto desidratado foi embalado à vácuo (-650 mmHg), armazenado à temperatura ambiente (25 + 5 °C) e sob luz natural e então realizadas análises físico-químicas, microbiológicas e sensoriais. O teor de umidade, pH e acidez titulável praticamente não alteraram durante o armazenamento. A atividade de água sofreu um ligeiro aumento, entretanto, manteve-se dentro da faixa adequada para frutas desidratadas. A cor alterou-se, sendo verificada pelas coordenadas L*, a* e b* e teor de carotenóides totais. As três coordenadas de cor reduziram durante o armazenamento, entretanto a maior diminuição foi verificada na coordenada b* (intensidade de amarelo). A degradação de carotenóides foi a mesma para os quatro produtos referente às combinações de temperatura de secagem (60 e 70 °C) e embalagem (PVDC e PETmet/PE), seguindo uma reação de primeira ordem. O produto desidratado apresentou-se com baixa contagem para bolores e leveduras e coliformes fecais, indicando boas condições de processamento e armazenamento. A aceitação sensorial dos quatro produtos foi avaliada, nos tempos 60 e 120 dias de armazenamento, por meio de testes afetivos. Os resultados foram analisados por mapa de preferência interno dos atributos sensoriais: cor, aroma, sabor e impressão global. O produto desidratado a 60 °C e embalado em PETmet/PE foi o menos aceito para todos os atributos avaliados, não satisfazendo portanto às exigências do consumidor. Já o produto desidratado a 70 °C e embalado em PVDC foi o mais aceito pelos consumidores em relação a todos os atributos avaliados nos dois tempos de armazenamento.
A study was carried out to evaluate the quality attributes involved in dehydration and storage of mango (Mangifera indica L.) var. Tommy Atkins. First, based on data of sensorial acceptance, the best chemical treatment was defined to prevent the oxidation and darkening reactions occurring over dehydration and storage. Mango slices were treated in four solutions of citric acid with ascorbic acid, and dehydrated at 60 °C until reaching a final moisture content of 15 - 20% (w.b.). The best treatment was defined, by using the internal preference map generated for each of the sensorial attributes, that is, color, aroma , flavor and thorough impression. A larger consumer group accepted the treatment with 25 mg/L of citric acid combined with 75 mg/L of ascorbic acid, which was considered as the most efficient one to preserve the characteristic color of the mango. After defining the chemical treatment, the dehydration of the mango was accomplished using two drying temperatures (60 and 70 °C). Physical and physicochemical analyses were performed for characterization of the mango in natura as well as the dehydrated product. The alterations in the moisture content, water activity, and color coordinates (L*, a* and b*) were determined during the drying process of the mango. The exponential model was used to obtain the drying curves, and no differences were found between the temperatures used. The coordinates L* (lightness) and a* (red intensity) increased during the drying process, whereas the coordinate b* (yellow intensity) was reduced. The water activity was also reduced during the drying process, reaching values below 0.60. Evaluation was also performed for the effects of two packings: PVDC (polyvinyldichlorine) and PETmet/PE (metalled terephytalate polyethylene + polyethylene) on the quality characteristics of the mango dehydrated at temperatures of 60o and 70 °C, during 120 days under storage. The dehydrated product was wrapped under vacuous (-650mmHg), stored at environmental temperature (25o ± 5 °C) and under natural light, then the physicochemical, microbiologic and sensorial analyses were performed. The contents of moisture, pH and titrable acidity practically did not change during storage. Although water activity was slightly increased, it remained within the range adequate to the dehydrated fruits. Based on coordinates L*, a*, and b* and the total content of carotenoids, some alteration was observed in the color. These three coordinates were reduced during storage, and the highest decrease was verified in coordinate b* (yellow intensity). The carotenoids degradation was identical in all four products concerning to combinations of the drying temperature (60o and 70 °C) and packing (PVDC and PETmet/PE), by following a first-order reaction. The dehydrated product exhibited a low counting for molds, yeasts and fecal coliforms, thus indicating good conditions for processing and storage of the product. The sensorial acceptance for these four products was evaluated at 60 and 120 days under storage, through consumer tasting. The results were analyzed on the basis of the internal preference map of the sensorial attributes: color, aroma, flavor and thorough impression. The product dehydrated at 60 °C and wrapped in PETmet/PE was less accepted concerning to all appraised attributes, therefore not satisfying the consumer's demands. The product dehydrated at 70 °C and wrapped in PVDC, however, was most accepted by consumers in relation to all attributes appraised in both storage times.
Palavras-chave: Manga
Desidratação
Colorimetria
Carotenoides
Avaliação sensorial
Mapa de preferencia
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: REIS, Ronielli Cardoso. Avaliação dos atributos de qualidade envolvidos na desidratação de manga (Mangifera indica L.) var. Tommy Atkins. 2002. 99f. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2002.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/8945
Data do documento: 14-Nov-2002
Aparece nas coleções:Ciência e Tecnologia de Alimentos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo637,22 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.