Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9307
Tipo: Dissertação
Título: Tabelas de volume de povoamento para fragmentos florestais nativos do município de Viçosa, Minas Gerais
Stand volume tables for native forest fragments in the municipality of Viçosa, Minas Gerais
Autor(es): Oliveira, Marcio Leles Romarco de
Abstract: O presente estudo foi conduzido com o objetivo de elaborar tabelas de volume de povoamento para fragmentos florestais nativos do município de Viçosa, Minas Gerais, bem como de caracterizar as espécies florestais que ocorrem no município e os fragmentos florestais em termos de tamanho, forma e parâmetros qualitativos. A caracterização das espécies foi realizada mediante pesquisa bibliográfica, totalizando 10 trabalhos referentes a nove fragmentos florestais. Foram relacionadas 480 espécies pertencentes a 189 gêneros e 62 famílias. A família com maior número de espécies foi Leguminosae com 76 espécies. As espécies Apuleia leiocarpa, Dalbergia nigra, Piptadenia gonoacantha e Amaioua guianensis estiveram presentes em todos os trabalhos. A caracterização dos fragmentos florestais foi realizada utilizando uma base de dados digitais, disponibilizada pelo CEDEF (Centro de Estudos e Desenvolvimento Florestal), do Instituto Estadual de Florestas (IEF/MG), segundo a qual o município de Viçosa possui 289 fragmentos florestais, totalizando 6.836,58 ha, recobrindo cerca de 22,77% da área do município. Fragmentos de tamanho menor apresentaram tendência de maior valor de índice de circularidade. Apenas alguns fragmentos menores que 10 ha foram classificados como arredondados. Fragmentos acima de 20 ha foram classificados como muito alongados. Os dados para caracterizar os parâmetros qualitativos e quantitativos dos fragmentos e para o ajuste dos modelos de volume de povoamento foram obtidos através da amostragem por ponto horizontal (Bitterlich), utilizando-se fator de área basal (K) igual a 1 m2/ha. Os resultados das análises qualitativas mostraram que 42,14% das árvores apresentaram aproveitamento do fuste maior que 80%; 29,03% entre 50% e 79% e 28,83% menor que 50%. Quanto à infestação de cipós, 59,68% das árvores não apresentaram cipós; 18,14% apresentaram cipós somente no tronco; 4,64 % apresentaram cipós somente na copa; e 17,54% apresentaram cipós no tronco e na copa. O melhor modelo, tanto para estimar volume total com casca por hectare quanto para o volume do fuste com casca por hectare, foi aquele cujos volumes por hectare e as variáveis independentes área basal por hectare e altura do povoamento (altura total média e altura média dos fustes) estavam linearizadas.
The objective of the present work was to construct stand volume tables for native forest fragments of the municipality of Viçosa, Minas Gerais State, Brazil, as well as to characterize the forest species occurring in the region and the forest fragments by size, shape and qualitative parameters. The characterization of the species was made by means of 2 research in literature, totaling 10 different works related to nine forest fragments. A total of 480 species pertaining to 189 geners and 62 families were found. The family with the greatest number of species was Leguminosae with 76 species. In all works the species Apuleia leiocarpa, Dalbergia nigra, Piptadenia gonoacantha, and Amaioua guianensis were found. The characterization of the forest fragments was made using a digital database borrowed from CEDEF (Centro de Estudos e Desenvolvimento Florestal Forest Studies and Development Center) of the Instituto Estadual de Florestas (State Forest Institute IEF/MG), which states that the municipality of Viçosa has 289 forest fragments, totaling 6,836.58 ha, covering around 22.77% of the municipality area. Smaller fragments showed a tendency to have a greater value of the circularity index. Only some fragments smaller than 10 ha were classified as rounded. Fragments with more than 20 ha were classified as very elongated. Data to characterize the qualitative and quantitative parameters of the fragments and for the adjustment of the volume models of the stands were obtained through the horizontal point sampling (Bitterlich), using the basal area factor (K) equal to 1 m2/ha. The qualitative analyses results showed that 42.14% of the trees presented log yields of more than 80%; 29.03% presented log yields between 50 and 79%, and 28.83% presented log yields lower than 50%. In relation to vine infestations, 59.68% of the trees were free from them, 18.14% had vines only on the trunk, 4.64% had vines only at the crown, and 17.54% had vines on the trunk and crown. The best model both to estimate total volume with bark by hectare and to estimate log volume with bark by hectare were those the volumes per hectare of which, and the independent variables basal area per hectare and stand height (mean total height and mean height of logs) were linearized.
Palavras-chave: Tabela de volume de povoamento
Método de Bitterlich
Município de Viçosa
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: OLIVEIRA, Marcio Leles Romarco de. Tabelas de volume de povoamento para fragmentos florestais nativos do município de Viçosa, Minas Gerais. 2003. 80f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2003.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9307
Data do documento: 31-Mar-2003
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,86 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.