Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9546
Tipo: Tese
Título: Florística e estrutura de fragmentos naturais de florestas inundáveis – Ipucas – e identificação de áreas degradadas da fazenda Lago Verde, Lagoa da Confusão-TO
Floristic and estructure of natural fragments of floodable forests - “Ipucas” and identification of degraded areas of the Fazenda Lago Verde, Lagoa da Confusfio, Tocantins
Autor(es): Brito, Elizabeth Rodrigues
Abstract: Este estudo foi conduzido na propriedade rural denominada Fazenda Lago Verde, município de Lagoa da Confusão-TO, e teve como objetivos caracterizar a composição florística e a estrutura de dois fragmentos naturais de florestas inundáveis, sendo um inserido numa matriz vegetacional nativa, sem intervenção antrópica, e outro inserido num projeto de orizicultura; conhecer as relações de similaridade florística entre os fragmentos naturais de florestas inundáveis, matas de brejo e matas ciliares; delimitar e quantificar através de SIG as áreas degradadas e não-degradadas de preservação permanente (APP) com base na legislação, as fisionomias de Cerrado, os fragmentos naturais de florestas inundáveis e os que foram suprimidos e as áreas agrícolas. No levantamento florístico dos dois fragmentos naturais de floresta inundável foram amostrados todos os indivíduos arbustivo-arbóreos com circunferência a 1,30 m do solo (PAP) Z 15 cm. Para comparação florística entre os fragmentos de floresta inundável deste estudo e outras florestas que também estão sob influência de inundações sazonais e/ou saturação hídrica do solo das regiões Norte, Centro-Oeste e Sudeste, foram selecionados 19 trabalhos de florística e de fitossociologia. A delimitação e quantificação da cobertura vegetal e do uso do solo na propriedade foram apoiadas pelo software SPRING versão 4.1 para Windows. As principais conclusões foram: (a) a similaridade florística entre as áreas selecionadas foi baixa em todas as florestas comparadas, porém maior semelhança foi encontrada entre as florestas riparias do Distrito Federal e entre as duas florestas inundáveis deste estudo; (b) verificou-se que seis espécies de seis famílias distintas somaram 55,34% do número total de indivíduos amostrados no fragmento em área nativa, nos quais as famílias mais abundantes foram: Fabaceae, Clusiaceae, Chrysobalanaceae, Ebenaceae, Rutaceae e Annonaceae; e (c) no fragmento natural de floresta inundável inserido em área agrícola as famílias mais abundantes em espécies foram Fabaceae, Vochysiaceae, Annonaceae e Malvaceae. As espécies com maior VC, em ordem decrescente, foram Sclerolobium paniculatum Vogel var. rubiginosum (Mart. ex Tul.) Benth., Calophyllum brasiliense Cambess. e Licania apetala (E. Mey.) Fritsch na área nativa e Hirtella racemosa Lam., Qualea multiflora Mart. e Cecropia pachystachya Trécul na área agrícola. Os valores de H’ (Shannon) e J (equabilidade) para a área que esta sob influência da orizicultura, 3,44 nats/ind e 0,806, respectivamente, podem ser considerados altos em relaoao ao outro fragmento, onde os valores foram de 2,97 nats/ind e 0,761. Do total de 665 indivíduos amostrados no fragmento em área nativa, apenas 59 (8,87%) estavam mortos, e no fragmento inserido em área agrícola esse número foi de 26 (3,22%), mostrando que os fragmentos não estão sob intervenção antrópica que venha a desencadear um índice de mortalidade expressivo, o que não anula a necessidade de estabelecer politicas públicas mais efetivas com vistas a conservação da cobertura vegetal desses fragmentos, em conformidade com o desenvolvimento agropecuário. Em relação ao uso do sensoriamento remoto e dos Sistemas de Informações Geográficas utilizados no presente estudo, eles se mostraram eficazes por possibilitarem a aquisição de informações como a detecção das áreas consideradas de uso legal e ilegal na propriedade rural estudada, fornecendo dados fundamentais para o planejamento de áreas passiveis de recuperação, além dos dados gerados, que servirão para o controle florestal, ou seja, o licenciamento, a fiscalização e o monitoramento dessa área.
This work was carried out in a rural holding called Fazenda Lago Verde, in the municipality of Lagoa da Confusao, Tocantins, Brazil, and its objectives were to characterize the floristic composition and the structure of two natural fragments of floodplain forest, being one inserted in a native vegetation matrix without anthropogenic disturbance, and the other inserted in a rice cultivation project; to understand the relations of floristic similarity among the natural fragments of floodplain forests, swamp forests and riparian forests; to delimitate and quantify the degraded and non degraded areas of permanent preservation (APP) based on the legislation through the Geographic Information System (GIS), as well as the Cerrado physiognomy, the natural fragments of floodplain forests and those that were suppressed, and the agricultural areas. In the floristic survey of the two natural fragments of floodplain forest all the shrubby-arboreal individuals with a perimeter at 1.30 m above ground (PBH) 2 15 cm were smpled. For the floristic comparison among the floodplain forest fragments of this study and other forests also under seasonal floods and, or water saturation of the soil of the North, Central-West and Southeast regions, 19 works on floristics and phytosociology were chosen. The delimitation and quantification of the vegetation cover and land use in the holding were aided by the software SPRING for Windows version 4.1. The main conclusions were that, (a) the floristic similarity among the chosen areas was low among all the forests compared, but a greater similarity was found among the riparian forests of the Federal District and between the two floodplain forest fragments of this study; (b) it was verified that six species of six different families summed up to 55.34% of the total number of the individuals sampled in the native area fragment, where the most abundant families were Fabaceae, Clusiaceae, Chrysobalanaceae, Ebenaceae, Rutaceae and Annonaceae; (c) in the agricultural area where the most abundant families were Fabaceae, Vochysiaceae, Annonaceae and Malvaceae. The species with greatest CV, in decreasing order, were Sclerolobium paniculatum Vogel var. rubiginosum (Mart. ex Tul.) Benth., Calophyllum brasiliense Cambess. and Licania apetala (E. Mey.) Fritsch in the native area, and Hirtella racemosa Lam., Qualea multiflora Mart. and Cecropia pachystachya Trécul in the agricultural area. The values of H’ (Shannon) and J (Equability) for the rice cultivation area was 3.44 nats/individual and 0.806, respectively, values that can be considered high in relation to the other fragment, where the values were 2.97 nats/individual and 0.761. Of a total of 665 individuals sampled in the native area fragment only 59 (8.8%) were dead, and in the agricultural area fragment this number was 26 (3.22%) showing that the fragments are not under an anthropogenic disturbance that will cause an impressive mortality, but this does not nullify the need of establishing more effective public policies aiming at the conservation of the forest cover of these fragments in accordance to the agricultural and cattle raising development. In relation to the remote sensing and Geographic Information System used in this work, it was concluded that they showed to be effective because they allowed the obtention of information such as the detection of areas considered as of legal and illegal use in the rural holding studied, providing fundamental data for the planning of areas that can be reclamated, as well as generated data that will be used for forest control, that is, licencing, fiscalization and monitoring of this area.
Palavras-chave: Florestas – Lagoa da Confusão (TO)
Comunidades vegetais – Lagoa da Confusão (TO)
Ecologia de áreas inundáveis
Solo – Uso – Tocantins
Gestão Ambiental – Tocantins
Interpretação fotográfica
Sistemas de informação geográfica
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: BRITO, Elizabeth Rodrigues. Florística e estrutura de fragmentos naturais de florestas inundáveis – Ipucas – e identificação de áreas degradadas da fazenda Lago Verde, Lagoa da Confusão-TO. 2005. 80f. Tese (Doutorado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2005.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9546
Data do documento: 20-Jun-2005
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo2,34 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.