Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9585
Tipo: Tese
Título: Mensuração e modelagem do crescimento e da produção de povoamentos não-desbastados de clones de eucalipto
Growth and yield mensuration and modeling of non-thinned stands of eucalyptus clones
Autor(es): Oliveira, Marcio Leles Romarco de
Abstract: O objetivo deste estudo for desenvolver procedimentos para quantificar o volume de árvores e para estratificar as florestas, visando a classificação da capacidade produtiva e a modelagem do crescimento e da produção de plantios clonais de eucalipto não-desbastados. Para quantificar o volume de árvores foram utilizados dados de 2.036 árvores de clones comerciais de eucalipto pertencentes à empresa CAF Santa Bárbara, tendo sido ajustadas equações de volume para cada estrato (clone e região). Para cada árvore foi ajustado um modelo de taper. Posteriormente, foram realizados abates de três árvores de clones novos, que não possuíam equação de volume específica, sendo uma árvore pequena , uma média e uma grande em termos de dap e altura total. Com as três árvores cubadas foi ajustado o modelo de taper. De posse das estimativas dos parâmetros foi calculada uma medida de similaridade com os parâmetros dos modelos ajustados para as 2.036 árvores dos clones comerciais. A árvore do clone comercial que apresentou o menor valor de distância euclidiana, quando comparada com o clone novo, foi considerada a mais similar, portanto a equação de volume desse clone comercial foi usada para estimar o volume de árvores do novo clone. Este procedimento foi denominado método da similaridade de perfis. Para estratificação da floresta para fins de capacidade produtiva e modelagem do crescimento e da produção, foram utilizados dados de uma empresa do Estado da Bahia. O procedimento foi agrupar clones com características semelhantes em termos de crescimento em: volume, área basal, altura dominante e diâmetro médio, utilizando o método de agrupamento de Tocher, com a finalidade de obter estimativas de índice de local por grupos de clones. O procedimento mostrou-se eficiente e evidenciou a necessidade de estratificar florestas de eucalipto para estudos de capacidade produtiva. O estudo do crescimento e da produção mostrou −1 que o modelo V2 = V1 + β0 ⎛1 + β1e−β2I2 ⎞ − β0 ⎛1 + β1e−β2I1 ⎞ ⎜ ⎜ ⎟ ⎟ ⎝ ⎠ ⎝ −1 ⎠ ajustado por estrato de modelagem foi mais eficiente do que o modelo de Clutter, para fins de prognose de estoques volumétricos. Foi possível concluir que estimativas de crescimento e produção para clones que possuam menos de três medições podem ser realizadas por meio de modelos específicos por estrato ou de um modelo geral, porém esta decisão deve ser avaliada pelo modelador e pelo usuário. Para estudos de modelagem do crescimento e da produção é necessário grande interação entre modelador e usuário, para que se tenham estimativas volumétricas precisas e livres de tendência.
The objective of this study was to develop procedures to quantify the volume of trees and stratify forests aiming to classify the productive capacity and growth and yield modeling of clonal plantings of non-thinned eucalyptus. To quantify tree volume data from 2.036 trees from commercial eucalyptus clones were used, owned by CAF Santa Bárbara Company, with volume equations being adjusted for each stratum (clone and region). For each tree, a taper model was adjusted. Three trees from new clones without specific volume equation were then felled, classified as small , medium and large in terms of dap and total height. The taper model was adjusted to the three cubed trees. Based on the parameter estimates, a measurement of similarity with the parameters of the adjusted models was calculated for the 2.036 commercial clone trees. The commercial clone tree presenting the lowest Euclidian distance value when compared with the new clone was considered the most similar, thus the volume equation of this clone was used to estimate the tree volume of the new clone. This procedure was denominated profile similarity method. For forest stratification for purposes of productive capacity and growth and yield modeling, data from a company in the state of Bahia were used. The procedure consisted of grouping clones with similar traits in terms of growth in volume, basal area, dominant height, and mean diameter, applying the Tocher grouping method to obtain site index estimates per groups of clones. The procedure was found to be efficient, evidencing the need to stratify eucalyptus forests for yielding capacity studies. The growth and yield ⎛ −β I ⎞ V2 = V1 + β0 ⎜1 + β1e 2 2 ⎟ ⎝ ⎠ study −1 showed ⎛ −β I ⎞ − β0 ⎜1 + β1e 2 1 ⎟ ⎝ ⎠ −1 that the model adjusted by modeling stratum was more efficient than the Clutter model, for purposes of volumetric stocking prognosis. It could be concluded that growth and yield estimates for clones with less than three measurements can be carried out by means of specific models by stratum or applying a general model. However, this decision must be evaluated by the modeling agent and by the user. For growth and yield modeling studies, a great interaction between modeling agent and user is necessary to obtain precise and bias-free volumetric estimates.
Palavras-chave: Eucalipto - Crescimento - Modelos matemáticos
Eucalipto - Populações
Clonagem
Levantamentos florestais
Florestas - Medição
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: OLIVEIRA, Marcio Leles Romarco de. Mensuração e modelagem do crescimento e da produção de povoamentos não-desbastados de clones de eucalipto. 2007. 103f. Tese (Doutorado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9585
Data do documento: 4-Set-2007
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo5,77 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.