Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/9592
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização socioambiental de moradores da zona ripária da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, Rio Branco, Acre
Socioenvironmental characterization of the residents in the riparian area at the hydrographic basin of the Riozinho do Rôla, Rio Branco, Acre
Autor(es): Santos, Izaías Fernandes dos
Abstract: O objetivo deste trabalho foi desenvolver uma caracterização socioambiental dos moradores da zona ripária na bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, Rio Branco, Acre. Depois de dois momentos de aproximação, com o espaço e a população, utilizou-se de formulários aplicados às famílias ribeirinhas residentes ao longo do curso d água principal e de entrevistas parcialmente estruturadas com famílias de agricultores extrativistas residentes na porção ocidental dessa bacia hidrográfica. Foram realizadas análises dessa população, utilizando-se o Índice de Sustentabilidade (IS) e o Índice de Gini. Pôde-se identificar a existência de três atores sociais: o fazendeiro (categoria social um), o colono (categoria social dois) e o ribeirinho extrativista (categoria social três). Cada um deles usa os recursos naturais de forma diferenciada. Os índices de Gini encontrados apontaram para a existência de uma concentração de terra e de fontes de água. Existe uma preferência de uso das águas de nascentes, o que evidencia a existência de uma escassez relativa de água de qualidade para as famílias. Verificou-se um decréscimo nos valores dos ISs econômico e social, e um acréscimo do IS ambiental ao longo desse rio. As propriedades da categoria social dois apresentaram maiores valores médios de IS econômico e social, 3,283 e 3,180, respectivamente. Estabelecimentos da classe social um apresentaram valor médio de IS econômico de 2,44. Propriedades dentro da categoria três obtiveram o maior valor médio de IS ambiental (3,6325), enquanto propriedades da categoria dois tiveram o menor valor médio (0,8736). Verificou-se, ainda, que com a decadência dos seringais existentes nessa região, a partir do final da década de 60, os moradores do Riozinho se viram em uma situação difícil, pois tiveram que encontrar alternativas de produção e de inserção em um novo sistema produtivo. A antiga extração de látex quase já não acontece em razão do baixo preço pago pelo quilo da borracha. A coleta da Castanha do Brasil se apresenta como uma alternativa lucrativa para estas populações. Entretanto, é preciso que haja alternativas produtivas conservacionistas já que muitos estão se voltando para pecuária, deixando o extrativismo. A partir das observações realizadas e da análise dos dados coletados, pode-se concluir que a adoção de estratégias de conservação para esta região e para este público deve ser distinta. A metodologia utilizada para a obtenção dos Índices de Sustentabilidade foi eficaz para diferenciar as propriedades e sua distribuição ao longo do rio. Este estudo possibilitou aprofundar o conhecimento sobre as populações residentes na zona ripária do Riozinho do Rôla no que diz respeito ao número de residentes nesta região, sua produção e suas formas tradicionais de uso dos recursos naturais. Entretanto, há muito a ser feito, e a participação destes atores sociais é de fundamental importância para as formulação e aplicação de várias estratégias de desenvolvimento local em nível de bacia hidrográfica.
This study was carried out to develop a socioenvironmental characterization of the residents in the riparian zone at the hydrographic basin of the Riozinho do Rôla, Rio Branco - Acre. After two moments for approaching the space and population, some formularies were applied to the riverine families residing along the main watercourse, as well as partially structured interviews were accomplished with the extractivist farmers families residing on western this hydrographic basin. Analyses concerning to this population were accomplished, by using both the Sustainability Index (IS) and Gini Index. Three social actors were identified: the farmer (social category 1), the settler (social category 2) and the riverine extractivist (social category 3). Each one differentially uses the natural resources. The Gini indexes pointed out the occurrence of earth concentration and natural water sources. There is a preference for using waters from spring waters, which evidences a relative shortage of qualified water for families. A decrease was verified in the values of both economical and social ISs, but an increment in the environmental IS along this river. The properties of the social category 2 presented higher average values for the economical and social IS (3.283 and 3.180 respectively). Establishments of the social class 1 presented an average value of 2.44 for economical IS. Properties within category 3 obtained the highest average value of the environmental IS (3.6325), whereas properties of the category 2 obtained the lowest average value (0.8736). In this area, it was also verified that with the decadence of the rubber plantations from the end of the 60-ies, the residents in the Riozinho region saw themselves in a difficult situation, since they should find alternatives for production and insertion into new productive system. The old latex extraction is almost no longer accomplished due to low price paid for kilo of rubber. The collect of the castanha do Brazil” appears as a lucrative alternative for those populations. However, there is a need for the availability of conservational productive alternatives, since many people have been attracted to livestock and giving up the rubber extraction. Based on the observations and data analysis, it is concluded that the adoption of conservation strategies for this region and this public should be different. The methodology used for obtaining the Sustainability Indexes was effective to differentiate the properties and their distribution along the river. This study made possible to deepening into knowledge about the resident populations in the riparian area of the Riozinho do Rôla, concerning to the number of residents in this region, their production and their traditional ways to use the natural resources. However, much more has to be done and those social actors' participation is fundamentally important for the formulation and application of several local development strategies at level of the hydrographic basin.
Palavras-chave: Caracterização socioambiental
Bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla
Índice de Sustentabilidade (IS)
Índice de Gini
CNPq: Ciências Agrárias
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Citação: SANTOS, Izaías Fernandes dos. Caracterização socioambiental de moradores da zona ripária da bacia hidrográfica do Riozinho do Rôla, Rio Branco, Acre. 2008. 80f. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa. 2008.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9592
Data do documento: 18-Ago-2008
Aparece nas coleções:Ciência Florestal

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdftexto completo1,27 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.