Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://locus.ufv.br//handle/123456789/99
Tipo: Dissertação
Título: O Mercosul e o desempenho do comércio intra-indústria do setor brasileiro de papel e celulose
Título(s) alternativo(s): Mercosul and the performance of intra-industry trade in the Brazilian paper and cellulose sector
Autor(es): Guimarães, Marine Cotta
Primeiro Orientador: Gomes, Marília Fernandes Maciel
Primeiro coorientador: Lírio, Viviani Silva
Segundo coorientador: Campos, Antônio Carvalho
Primeiro avaliador: Carvalho, Fátima Marília Andrade de
Segundo avaliador: Rufino, José Luís dos Santos
Terceiro avaliador: Silva, Márcio Lopes da
Abstract: Neste trabalho, analisaram-se a evolução do fluxo comercial entre o Brasil e os demais partícipes do MERCOSUL, bem como o desempenho do comércio intra-indústria do setor brasileiro de papel e celulose, no período de 1990 a 2005. Para tanto, utilizaram-se como modelo teórico as teorias estratégicas de comércio e de integração regional. O referencial analítico utilizado constituiu-se dos índices de intensidade de comércio (IIC), de orientação regional das exportações (IOR), de Grubel e LLoyd ( GL ) e de Menon e Dixon. O cálculo do IIC apresentou valores maiores que 1, indicando que a formação do MERCOSUL contribuiu para que o comércio entre o Brasil e os demais membros fosse ampliado e que o bloco representa importante mercado para as exportações brasileiras de papel e celulose. Os valores do IOR indicaram que a produção de celulose apresentou orientação de comércio favorável às relações de trocas entre o Brasil e terceiros mercados, enquanto as produções de papel bruto e de artefatos de papel tiveram suas exportações orientadas para as trocas intrabloco. O padrão de comércio entre o Brasil e o Resto do Mundo, para o setor de papel e celulose, foi determinado, em grande parte, pelo padrão de comércio observado no segmento de produção de papel bruto, que após a consolidação do MERCOSUL, em 1994, mostrou-se predominantemente do tipo intra-indústrial. A grande participação da Argentina no fluxo comercial do bloco foi comprovada através do padrão semelhante de comércio verificado nas relações comerciais Brasil Argentina e Brasil MERCOSUL. Em ambos, o setor foi caracterizado, a partir de 1995, como intraindústria, contrariando o comportamento interindustrial observado, em todo o período de análise, nos segmentos de produção de papel bruto e artefatos de papel, e, a partir de 1998, na produção de celulose. Apesar de ter apresentado a mesma tendência, o segmento de papel bruto não foi capaz de definir o comportamento do setor. O comportamento do fluxo de comércio Brasil - Paraguai para o setor apresentou a mesma tendência interindustrial dos segmentos produtivos, enquanto no fluxo comercial Brasil - Uruguai, ficou evidente a predominância, a partir de 1995, do comércio intra-indústria. Novamente, foi a produção de papel bruto que determinou a tendência do índice GL , bem como o padrão de comércio do setor. Por fim, conclui-se que a desagregação por segmentos produtivos possibilitou determinar, com maior precisão, o padrão de comércio do setor, bem como a importância do segmento de papel bruto como impulsionador do comércio intra-indústria. Sugerem-se medidas que visem estimular as exportações do segmento de produção de celulose para o bloco, bem como as exportações totais dos segmentos de produção de papel bruto e artefatos de papel, caracterizados por produtos diferenciados que agregam maior valor às exportações e possuem estabilidade na formação dos preços.
In this work, we analyzed the evolution of trade flow between Brazil and the other MERCOSUL participants, as well as the performance of trade intraindustry in the Brazilian paper and cellulose sector from 1990 to 2005. The strategic theories of trade and regional integration were used as theoretical model. The analytic referential consisted of the following indexes: trade intensity (TII), regional orientation of exports (ROE), Grubel and LLoyd (GL) and Menon and Dixon. Trade intensity estimates were above 1, indicating that the MERCOSUL formation has contributed to increase trade between Brazil and the other members and that the block represents an important market for Brazilian exports of paper and cellulose. ROE values indicated that the cellulose production had trade orientation favorable to exchange relationships between Brazil and third markets, whereas the production of crude paper and paper products had their exports directed to intrablock exchanges. The trade pattern between Brazil and the Rest of the World, for the paper and cellulose sector, was largely determined by the trade pattern in the segment of crude paper production, which after the MERCOSUL consolidation, in 1994, was mainly of the intra- industrial type. The large participation of Argentina in the trade flow of the block was confirmed by the similar trade pattern found in the relationships Brazil - Argentina and Brazil - MERCOSUL. In both, the sector has been characterized, since 1995, as intra-industry, opposing to the observed interindustrial behavior, over the whole period of analysis in the segments of crude paper and paper products, and since 1998 in the cellulose segment. Despite having showed the same trend, the crude paper segment was not capable of defining the behavior of the sector. The behavior of the trade flow Brazil - Paraguay for the sector showed the same interindustrial trend of the productive segments, whereas in the trade flow Brazil - Uruguay, the predominance of intra- industrial trade was evident since 1995. Again, it was the crude paper production that determined the index tendency, as well as the trade pattern of the sector. Finally, we concluded that the disaggregation into productive segments facilitated the determination, with greater precision, of the trade pattern of the sector, as well as the importance of the crude paper segment as booster for intra- industrial trade. We suggest measures to stimulate exports of the cellulose segment into the block, as well as the total exports of the segments crude paper and paper products, characterized by differentiated products that add more value to exports with stability of price formation.
Palavras-chave: Setor de papel e celulose
Comércio intra-indústria
Mercosul
Paper and cellulose sector
Intra-industry trade
Mercosul
CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA INTERNACIONAL
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade Federal de Viçosa
Sigla da Instituição: UFV
Departamento: Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos
Programa: Mestrado em Economia Aplicada
Citação: GUIMARÃES, Marine Cotta. Mercosul and the performance of intra-industry trade in the Brazilian paper and cellulose sector. 2007. 118 f. Dissertação (Mestrado em Economia e Gerenciamento do Agronegócio; Economia das Relações Internacionais; Economia dos Recursos) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://locus.ufv.br/handle/123456789/99
Data do documento: 7-Mar-2007
Aparece nas coleções:Economia Aplicada

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
texto completo.pdf421,2 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.